Um dos objetivos frequentes entre os investidores é viver de renda passiva e conquistar a independência financeira. Nesse sentido, pode ser útil receber dividendos mensais. Mas será que isso é possível?

A resposta é sim. Porém, é preciso analisar alguns aspectos importantes que interferem nesse resultado.  Com uma boa estratégia, você pode ter uma renda frequente que ajudará a realizar seus sonhos.

Para ajudar a compreender melhor esse processo, confira informações essenciais para quem deseja receber dividendos todos os meses!

O que são dividendos?

Em primeiro lugar, é preciso entender o que são os dividendos. Efetivamente, eles se referem à porção do lucro que é dividida entre os investidores. Esse lucro pode ser apurado por uma empresa listada na bolsa ou um fundo imobiliário (FII), por exemplo.

Nesse sentido, quando uma pessoa compra ações de uma empresa na bolsa de valores, ela se torna acionista e tem o direito de receber uma parte do lucro líquido proporcional aos papéis adquiridos.

A distribuição de dividendos é obrigatória para empresas de capital aberto no Brasil pela Lei N. 6.404/96. Cabe à companhia definir o percentual e a frequência de distribuição — que deve ser feita pelo menos uma vez ao ano.

Da mesma forma, quem investe em um fundo imobiliário tem direito a uma parcela dos ganhos obtidos com o portfólio. Os FIIs são regidos pela Lei N. 9.779/99. Ela determina que eles devem distribuir a maior parte dos seus lucros entre os cotistas.

Quais as vantagens de receber dividendos?

A principal vantagem de investir com foco em dividendos é contar com uma renda passiva regular. Assim, a estratégia pode ser interessante por quem busca viver dos rendimentos obtidos com investimentos.

Além disso, os dividendos trazem oportunidade de você participar dos lucros de grandes empresas ou empreendimentos imobiliários. Outra vantagem é que, durante o período de acumulação, dividendos podem ser reinvestidos e ajudar a aumentar seu patrimônio.

Muitas pessoas deixam de aproveitar essas vantagens por pensar que investir em ações e fundos imobiliários é exclusivo de quem dispõe de um grande capital. Mas não é verdade. Em diversos casos, o aporte inicial é democrático e permite começar a investir com pouco dinheiro.

Qual a periodicidade do pagamento dos dividendos?

Um dos aspectos que interfere no objetivo de receber dividendos mensalmente é a periodicidade do pagamento, já que cada empresa ou fundo pode adotar seu próprio intervalo. Logo, os investidores podem receber uma distribuição mensal, trimestral, semestral ou anual, a depender do caso.

Para entender a periodicidade, é importante verificar esse dado nas informações da companhia ou do fundo. E tenha em mente que, mesmo seu objetivo sendo uma renda passiva mensal, algumas alternativas com outras periodicidades também podem oferecer possibilidades interessantes.

Como receber dividendos mensais?

Ciente do que são os dividendos e como eles são pagos, é necessário saber como garantir uma renda mensal. Para ter sucesso nesse objetivo, é preciso construir uma boa estratégia, que traga mais segurança e o retorno financeiro satisfatório.

Veja algumas dicas para obter êxito nessa estratégia!

Encontre investimentos com periodicidade mensal de pagamentos

Como vimos, a periodicidade do pagamento varia. Então uma alternativa para captar uma renda todos os meses é escolher as empresas ou fundos que optam pela distribuição de dividendos mensal.

Isso pode ser mais comum em fundos imobiliários que focam em aluguéis — já que empresas não costumam pagar proventos mensais. Assim, há renda entrando mensalmente e ela pode ser distribuída aos cotistas. Vale considerar também a opção de conciliar investimentos com outras periodicidades.

Mesmo investindo em empresas ou fundos com distribuição trimestral ou semestral, por exemplo, pode ser viável conciliar o calendário de forma a obter renda mensal de ações e fundos diferentes.

Identifique boas pagadoras de dividendos

Ao identificar uma alternativa de investimento, é preciso compreender os indicadores para saber se essa é, de fato, uma boa oportunidade. Afinal, nem todas as empresas ou fundos imobiliários são bons pagadores de dividendos.

Conheça dois indicadores que podem ajudar a selecionar bons pagadores de dividendos:

  • dividend yield — consiste no valor do dividendo anual pago dividido pelo preço atual do papel ou cota;
  • dividend payout — indica o percentual do lucro que será destinado aos acionistas ou cotistas em relação aos resultados líquidos da empresa ou fundo.

É interessante analisar com cuidado os indicadores. Isso porque, especialmente entre as empresas, nem todas elas estão focadas em distribuir lucro. Em muitos casos, o negócio está em crescimento e precisa reinvestir o lucro para aumentar seu potencial no futuro.

Além dos indicadores de dividendos, também é importante observar outros aspectos. Por exemplo, os fundamentos da empresa, sua saúde financeira e o histórico de pagamentos. O mesmo deve ser feito em relação aos FIIs. Desse modo, você fica mais seguro acerca da sua análise e decisão.

Crie uma carteira de investimentos diversificada

Ao encontrar uma empresa ou fundo imobiliário que pague bons dividendos, não é aconselhável focar todos os seus investimentos na alternativa. Isso limitaria suas opções de ganhos e concentraria muito os seus riscos.

Assim, outro caminho para atingir esse objetivo é criar uma carteira de investimentos diversificada.  Com isso, é possível, por exemplo, obter proventos com diferentes periodicidades. Logo, a cada mês você pode receber dividendos de companhias ou fundos diferentes — tendo uma renda passiva frequente que não vem da mesma fonte.

Uma carteira de investimentos diversificada é o caminho para quem não quer depender apenas de uma empresa ou fundo imobiliário. Dessa maneira, você poderá contar com alternativas diferentes na carteira e manter atenção a eventuais oportunidades no mercado quando elas surgirem.

Agora você sabe que é possível receber dividendos mensais. Caso seja seu objetivo, há chances de começar a investir mesmo com pouco dinheiro. Mas, para ter sucesso nesse processo, é essencial saber identificar as oportunidades para o seu objetivo e perfil de investidor.

Para começar a investir agora mesmo e aumentar as chances de obter rendimentos regulares, é necessário abrir sua conta em um banco de investimentos. Conheça o Banco BTG Pactual digital!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *