Em 2020, a bolsa de valores teve um grande número de novos investidores. Mas muitos deles se deixaram levar pelo efeito manada e entraram no mercado pela euforia. Em vista disso, é interessante conhecer o conceito de Fear Of Missing Out (FOMO).

A síndrome FOMO não afeta apenas os investidores. Ela pode estar presente em diversas situações que envolvam a ansiedade. Pode estar relacionada, por exemplo, à rapidez do acesso à informação, à internet e ao imediatismo das novas gerações.

Porém, ela impacta diretamente quem deseja realizar escolhas alinhadas às suas carteiras, sendo importante identificá-la antes de tomar decisões.

Descubra mais sobre a FOMO ao continuar a leitura!

O que é Fear Of Missing Out?

O termo Fear Of Missing Out — que seria “medo de estar perdendo algo” em português — foi cunhado em 2000. Seu criador foi o estrategista americano Dan Herman.

Em 2004, Patrick J. McGinnis, um capitalista de risco e autor americano, aproximou o conceito do mercado financeiro. Ele estudou na Harvard Business School e, durante suas pesquisas, começou a perceber uma ansiedade social em torno do universo dos investimentos.

De modo geral, a FOMO é compreendida como a vontade de estar sempre conectado ao que outras pessoas estão fazendo e ao que acontece no mundo. No dia a dia, ela pode levar a horas gastas em frente às redes sociais, sempre em busca de estar “informado”.

Já no caso dos investidores, isso pode incluir estar online o tempo todo. Isso, para garantir o acesso a toda e qualquer informação sobre finanças, por exemplo. Ou gastar um tempo excessivo tentando escolher entre múltiplos ativos — algo chamado de paralisia por análise.

Ela culmina em comparações exaustivas e pouco conclusivas sobre prós e contras. Em linhas gerais, o Fear Of Missing Out pode afetar o foco e também a disciplina. Com ansiedade, a tomada de decisão fica prejudicada.

Quais os principais sintomas e características dessa síndrome?

Ao buscar estar constantemente a par das informações em um cenário de atualizações a cada segundo, a mente pode ficar exausta. Isso pode impedir um bom discernimento. Logo, é importante ficar atento às características da FOMO. São elas:

  • dependência do celular ou de outros gadgets que garantam o acesso a informações;
  • interromper constantemente o trabalho ou os estudos para conferir possíveis notificações;
  • sentir-se angustiado ao ver outras pessoas realizando atividades como viagens ou investimentos diferentes;
  • aceitar convites sem questionar o peso da decisão em suas tarefas diárias;
  • sentir que precisa fazer o mesmo que outras pessoas estão fazendo.

De forma generalizada, a FOMO tende a afastar o indivíduo do momento presente. Ela o leva a um imaginário que o faz crer que o que possui não é suficiente. Há, também, a vontade de se manter sempre atualizado em relação aos acontecimentos ao redor do mundo.

Como a FOMO pode afetar os investimentos?

Focando a FOMO no universo dos investimentos, é possível observar alguns cenários comuns. Confira os principais impactos!

Busca incessante por atualizações

O mercado financeiro muda a todo tempo. E, em especial para quem investe na renda variável, essas mudanças podem gerar uma grande ansiedade.

Mesmo que acompanhar as oscilações nas bolsas seja importante em algumas situações, não filtrar as informações pode levar o investidor à constante dúvida sobre estar tomando a decisão certa.

Efeito manada

Outra possibilidade da Fear Of Missing Out é sua relação com o efeito manada. Ele explica boa parte das pessoas que entram ou saem da bolsa de valores em momentos de alta e queda, respectivamente.

Ao ver muitos operando na bolsa, o investidor pode ter a sensação de estar perdendo algo. Então decide entrar também, mesmo sem avaliar com cuidado. Em momento de queda, ao ver o efeito manada na venda de ativos, ele pode fazer o mesmo — amargando prejuízo.

Assim, a FOMO pode levar uma pessoa a realizar investimentos desalinhados às suas necessidades. Isso porque não houve uma análise crítica do comportamento. Pode parecer algo raro, mas comportamentos irracionais fazem parte da vivência humana.

Desse modo, é importante conhecer os fenômenos e seus impactos para saber identificá-los e se proteger deles.

Inércia

No caminho oposto ao de seguir a manada, a FOMO também pode causar inércia. Afinal, existem muitas opções de investimento disponíveis e pode ser difícil escolher entre elas.

Os investimentos oferecem diferentes relações de risco, rentabilidade e liquidez. Porém, ao não estar ciente de seu perfil de investidor e objetivos financeiros, é possível ser consumido pela dúvida. Não saber filtrar as informações com eficiência também causa isso.

Como consequência, os investidores podem gastar tempo excessivo analisando possibilidades, lendo sobre a alternativa de investimento e considerando as vantagens e desvantagens. Isso sem tomar uma decisão.

Golpes

É inegável que existem golpes com promessas de ganhos fáceis, em especial no ambiente online. Em muitos casos, a FOMO pode impulsionar uma pessoa a cair na fraude. Isso porque a possibilidade parece muito boa para ser perdida.

Assim, muitos investidores acreditam nos benefícios e na opinião de terceiros e acabam sendo vítimas de golpes.

Como evitar a síndrome do Fear Of Missing Out?

Um dos primeiros conhecimentos que você deve ter para não fazer investimentos movidos por impulso e pela emoção é saber que isso pode acontecer. Ou seja, todas as pessoas estão vulneráveis a tomar uma decisão irracional.

Sabendo isso, uma dica para evitar problemas é não decidir rapidamente. É importante buscar informações confiáveis antes de escolher ou não um investimento. Mas, como você viu, ter informações demais pode ser algo negativo na síndrome FOMO.

Por isso, é essencial saber filtrar o que você pesquisa. Também é importante considerar que toda escolha tem um trade-off — ou custo de oportunidade. Ou seja, a cada decisão que você toma está deixando algo para trás. E é preciso saber lidar com isso.

Em último grau, o Fear Of Missing Out é a busca por nunca perder nada, mas sabemos que ter tudo é impossível. Assim, você deve refinar seus elementos de análise para saber o que escolher e do que abrir mão.

Em relação a chances de prejuízo ou de cair em golpes, fique muito atento ao efeito manada e às promessas irreais. Não faça um investimento apenas porque parece uma oferta incrível. Foque na sua estratégia e na racionalidade.

Por fim, para evitar a síndrome do Fear Of Missing Out, é relevante estar sempre com seu perfil e objetivos alinhados. Ao combiná-los com a análise dos investimentos, as chances de realizar aplicações que realmente atendam suas demandas aumentam!

Caso esteja em busca de dominar os comportamentos capazes de prejudicar sua tomada de decisão ao investir, aprofunde-se ainda mais no conceito de efeito manada!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *