A diversificação da carteira de investimento é uma estratégia útil para equilibrar os riscos quando determinados ativos passam por oscilações no mercado financeiro. Nesse sentido, pode valer a pena conhecer o fundo de investimento imobiliário de shopping.

Existem variados tipos de fundo de investimento e o imobiliário é focado nas edificações e em títulos do setor. O ramo contempla empreendimentos em construção ou imóveis já finalizados — hospitais, prédios comerciais ou shopping centers, por exemplo.

Neste artigo, você conhecerá mais sobre os FIIs que investem em shoppings para entender como funciona e quais são esses fundos. Continue a leitura!

Como funciona o fundo de investimento imobiliário?

Antes de falar sobre a modalidade específica de shopping, é importante conhecer e entender como funciona o fundo de investimento imobiliário (FII). Ele é um tipo de fundo de investimentos — modalidade em que diversos investidores aportam capital com o mesmo objetivo.

Como o nome indica, o foco do portfólio (montado por um gestor profissional) está no mercado de imóveis. Para participar dos resultados, os investidores adquirem cotas. Assim, é possível lucrar com a valorização do preço delas ou com o recebimento de dividendos.

Os FIIs se dividem em três subtipos. O fundo de tijolo é aquele que investe em imóveis físicos, podendo lucrar com a venda ou com o aluguel. Já o fundo de papel foca em títulos de renda fixa imobiliária. Por fim, os fundos de fundos adquirem cotas de outros FIIs.

O que é o fundo de investimento imobiliário de shopping?

Considerando os fundos de tijolo, é possível encontrar muita diversidade — de acordo com a estratégia e os tipos de imóveis na carteira. O alvo podem ser residências, prédios comerciais, hospitais, shoppings etc.

Assim, o fundo de investimento imobiliário de shopping é exatamente aquele que foca nesse tipo de empreendimento. Nesse caso, o fundo administra e aluga lojas, de modo que os investidores podem lucrar com a renda dos aluguéis.

Em certos casos, também é possível vender a propriedade, tendo lucro com a variação entre os valores de compra e venda do shopping. Os ganhos do investidor, portanto, dependem diretamente do mercado de varejo.

Com o prolongamento da pandemia pelo novo coronavírus nos anos de 2020 e 2021, esse foi um segmento do mercado financeiro afetado. Os impactos no ramo de shopping foram fortes, principalmente pela falta de movimentação financeira devido ao fechamento ou horários reduzidos.

Assim, é preciso saber que o FII de shopping faz parte da renda variável e apresenta riscos significativos. Logo, cabe ao investidor avaliar as informações antes de decidir adquirir cotas de um fundo — analisando também como o gestor lida com os riscos.

Quais são os FIIs de shopping?

Existem diversos fundos de investimento imobiliário de shoppings no Brasil e o número pode aumentar a cada momento com novas ofertas públicas na bolsa de valores. Em junho de 2021, existiam ao menos 35 FIIs desse tipo disponíveis para investimentos.

Eram eles:

  • Grand Plaza Shopping (ABCP11)
  • Ancar IC )ANCR11B)
  • Hedge Atrium Shopping Santo André (ATSA11)
  • BGT Pactual Shoppings (BPML11)
  • Diamante (DAMT11B)
  • Eldorado (ELDO11B)
  • General Shopping Ativo e Renda (FIGS11)
  • Floripa Shopping (FLRP11)
  • Via Parque (FVPQ11)
  • General Shopping E Outlets (GSFI11)
  • Hedge Brasil Shopping (HGBS11)
  • Hedge Shopping Parque Dom Pedro (HPDP11)
  • HSI Malls (HSML11)
  • Shopping Jardim Sul (JRDM11)
  • Legatus Shoppings (LASC11)
  • Lob Malls (LOBM11)
  • Malls Brasil Plural (MALL11)
  • Max Retail (MAXR11)
  • Parque Dom Pedro Shopping Center (PQDP11)
  • Multi Properties (PRTS11)
  • RB Capital General Shopping Sulacap (RBGS11)
  • SCP (SCPF11)
  • Shopping Parque Dom Pedro (SHDP11B)
  • Multi Shoppings (SHOP11)
  • Shopping Pátio Higienópolis (SHPH11)
  • SPA (SPAF11)
  • SUCCESPAR Varejo (SPVJ11)
  • STARX (STRX11)
  • TRX Real Estate (TRXF11)
  • Vinci Shoppings Centers (VISC11)
  • Polo Shopping Indaiatuba (VPSI11)
  • Votorantim Shopping (VSHO11)
  • Parking Partners (VTVI11)
  • WEST Plaza (WPLZ11)
  • XP Malls (XPML11)

Qual é o melhor FII de shopping?

Como você viu, há uma variedade de opções a escolher se o seu foco for investir em shoppings por meio de fundos imobiliários. Mas como saber qual é o melhor? Para isso, é preciso avaliar a qualidade do fundo.

É preciso considerar as informações na lâmina do FII — documento que traz dados básicos sobre a gestão, o portfólio, estratégia e os riscos. Você também pode considerar indicadores, como P/VPA (preço sobre o valor patrimonial da cota), dividend yield, taxa de ocupação e liquidez.

Também vale a pena conhecer a taxa de vacância e o nível de diversificação do portfólio. Fundos que possuem shoppings variados e em diferentes regiões, por exemplo, podem ter um manejo de risco mais eficiente.

Além disso, fique atento às taxas cobradas. Os fundos de investimentos envolvem uma estrutura de administração e gestão. Por isso, há cobranças para remunerar os profissionais. As principais são a taxa de administração e a taxa de performance.

Com essa análise, será mais fácil alinhar as informações ao seu perfil e objetivos como investidor. É preciso considerar sua tolerância aos riscos e o prazo que pretende manter o dinheiro investido, por exemplo.

Como investir em aluguel de shopping?

Os fundos imobiliários são negociados na bolsa de valores. Então para investir é preciso ter uma conta em banco de investimentos com acesso ao home broker. Depois disso, basta digitar o ticker do fundo desejado e emitir uma ordem de compra.

Após realizada a negociação, encontrando um investidor interessado em vender suas cotas pelo preço que você especificou, a liquidação acontece em alguns dias úteis. Lembre-se de que os preços na bolsa oscilam de acordo com a oferta e demanda.

Logo, é possível que suas cotas se valorizem ou se desvalorizem ao longo do tempo. Caso você queira se desfazer delas e resgatar o dinheiro, deve emitir uma ordem de venda. Nessa ocasião, pode ter lucro — caso as cotas estejam mais caras —ou prejuízo, se estiverem mais baratas.

Com tantas alternativas e oportunidades em fundos imobiliários, é importante que você busque conhecimento e acompanhe o desempenho dos FIIs para tomar decisões acertadas.

Agora você sabe o que é um fundo de investimento imobiliário de shopping. Fique atento às informações que conferiu e avalie se ele faz sentido dentro da sua estratégia. Se a resposta for sim, avalie as opções para escolher de forma eficiente.

Gostou deste post?  Aproveite a visita para entender em detalhes como funciona um fundo de investimento por cotas!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *