É comum associarmos as atividades do mercado imobiliário com processos burocráticos. Mas a transformação digital tem colaborado para que este setor também seja afetado positivamente pelas facilidades proporcionadas pela tecnologia.

Você pode não imaginar, mas as tendências tecnológicas como inteligência artificial, robótica, impressão 3D e biologia sintética, terão um enorme impacto no setor imobiliário nos próximos anos. Por isso mesmo, qualquer profissional da área (assim como de qualquer outra área) que adotar a tecnologia em seus processos de negócios garantirá um maior sucesso a longo prazo.

Os clientes, por sua vez, agradecerão o fim dos trâmites complicados e burocráticos na hora de fazer uma compra, locação ou lidar com qualquer assunto inerente ao mercado imobiliário. Mas você já parou para pensar na importância desta inovação no mercado imobiliário?

Continue acompanhando o artigo para entender um pouco mais sobre o papel da tecnologia e da inovação no mercado imobiliário e entenda o quanto isso pode ser benéfico para, nós consumidores. Acompanhe!

O papel da tecnologia no mercado imobiliário

O mercado imobiliário é a maior classe de ativos do mundo. No entanto, é um dos últimos a adotar a tecnologia em seus processos e modelos estruturais. Embora muitas indústrias tenham permanecido atualizadas com as tendências tecnológicas e os padrões estabelecidos do setor, o mercado imobiliário é uma exceção notável.

A oportunidade das empresas adotarem soluções tecnológicas para esse setor é impulsionada não apenas pelo tamanho do mercado, mas também pela quantidade limitada de inovações disponíveis até hoje.

Por exemplo, os edifícios ainda são construídos com os mesmos processos empregados há um século. Desde os pequenos donos de propriedades familiares a sofisticadas empresas de investimento imobiliário, o Excel é a ferramenta mais usada para gerenciamento de dados 30 anos após sua introdução.

Com isso, não é de surpreender que os especialistas garantem que até mesmo as ferramentas tecnológicas mais simples e leves podem ter um grande impacto no mercado imobiliário atualmente.

Enquanto indústrias mais maduras tecnologicamente se afastaram de um modelo de uso restrito há muito tempo e adotaram um modelo de consumo terceirizado, o mercado imobiliário, em sua maior parte, não o fez. Entre outras razões importantes, o modelo de consumo é significativamente mais econômico e permite que as empresas se concentrem em seus negócios principais e permaneçam à frente da inovação.

Inovação no mercado imobiliário

Além de eliminar burocracias, a modernização do mercado imobiliário traz novos modelos de uso e compartilhamento de propriedades. O setor imobiliário também demorou a adotar aplicativos que pudessem transformá-lo de lento e ineficiente em rápido e eficiente.

A tecnologia está à sua disposição. Mas, até agora, o desejo de migrar da maneira tradicional de fazer as coisas tem sido esporádico. É graças ao uso da tecnologia que novas soluções podem surgir, como empresas em ampla expansão no mercado e entre os clientes, como Airbnb e WeWork.

No entanto, os especialistas mais entusiastas garantem que três tecnologias já existentes logo se tornarão predominantes no espaço imobiliário, modificando de vez a forma como interagimos com esse mercado e os resultados que obtemos do mesmo.

Essas três tecnologias são:

Realidade virtual

Uma tecnologia que está se tornando mais popular entre consumidores e empresas do mercado imobiliário é a realidade virtual. Os corretores de imóveis com visão de futuro já estão indo além das fotos – e até mesmo do vídeo de 360 ​​graus – e oferecendo aos clientes “tours” de propriedades virtuais 3D diretamente em seus dispositivos.

Existem diferentes níveis de agregadores 3D no mercado, mas eles ainda estão nos primórdios do mercado imobiliário.

É possível incorporar fotos, vídeos e realidade virtual para permitir que os usuários naveguem em plantas de maneira digital, tornando a experiência 3D de turnês imobiliárias totalmente imersiva.

Em economias mais desenvolvidas, como nos Estados Unidos, esta inovação no mercado imobiliário é ainda mais comum. Ganha o setor, ganha o cliente, que passa a ter uma experiência única, que lhe fornece suporte na tomada de decisão referente a um imóvel.

Armazenamento em nuvem

Uma outra plataforma com amplo impacto para o mercado imobiliário é a tecnologia de armazenamento em nuvem. Qualquer pessoa que tenha comprado imóveis sabe o quanto esse processo é longo e burocrático.

Agora, graças à nuvem e a melhores aplicativos de gerenciamento de dados, todo o processo pode ser otimizado para compras comerciais e residenciais. Inclusive utilizando até mesmo assinaturas eletrônicas.

Com isso, um processo que já levou semanas ou meses para ser concluído agora pode demorar apenas alguns dias. O que, entre outras vantagens, traz economia em todo o procedimento geral.

Algumas empresas que já estão utilizando esse método garante que os benefícios são sentidos por toda a rede de envolvidos no processo, incluindo corretores, clientes, advogados e até as instituições financeiras, que podem transferir a documentação necessária para os registros de forma digital.

Blockchain

A tecnologia Blockchain tem recebido muita atenção atualmente, graças à expansão do Bitcoin e de outras criptomoedas. E o que muitas empresas já têm apontado é exatamente o uso de criptomoedas em transações imobiliárias, garantindo negociações mais seguras, transparência e eficiência para compradores, vendedores e locatários de imóveis.

Analisando as transações do mercado imobiliário de uma perspectiva do comprador ou do locatário: uma vez que a oferta é feita, o processo é um mistério para a outra parte. Nesse ponto, a tecnologia Blockchain viria para garantir informações privadas, como termos de oferta, números de documentos, endereço, extratos bancários, entre outros, passando uma maior segurança a todos.

O setor imobiliário ainda está na fase inicial da inovação tecnológica. Mas como a tecnologia continua a se tornar mais onipresente em todos os setores, podemos esperar que a compra de uma casa ou qualquer outra operação do mercado imobiliário também seja facilitada pela tecnologia, especialmente nos próximos 10 anos.

A tendência é que as empresas introduzam soluções para digitalizar fluxos de trabalho e elevar a transparência para todas as partes interessadas nas negociações, para que melhores decisões possam ser tomadas em pouco tempo, o que também otimiza o custo das operações.

Há todos os indícios de que o progresso tecnológico continuará a moldar o futuro do mercado imobiliário, com cada inovação de onda na tecnologia trazendo uma outra correspondente para o setor imobiliário. Uma mudança e tanto para quem atua na área e, especialmente, para milhões e milhões de consumidores ao redor do mundo.

Gostou deste conteúdo? Então aproveite para se inscrever em nossa newsletter e passe a receber com exclusividade em seu e-mail, materiais sobre finanças e investimentos.

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *