Após amargar um prejuízo de US$ 5,48 bilhões no quarto trimestre de 2017, a Petrobras anunciou, nesta terça-feira (8), um lucro de R$ 6,9 bilhões nos primeiros três meses de 2018, no melhor resultado nominal da estatal em 5 anos. A companhia também anunciou a distribuição de R$ 652 milhões aos seus acionistas – o primeiro pagamento desde 2014.

De acordo com relatório divulgado pela Petrobras ao mercado, o lucro da Petrobras líquido registrado entre os meses de janeiro e março ficou em R$ 6,961 bilhões – uma alta de 56% na comparação com o mesmo período do ano passado.  Segundo a provedora de informações e análises financeiras Economatica, este foi o maior lucro nominal obtido pela companhia desde o primeiro trimestre de 2013.

As vendas da Petrobras avançaram 9% no primeiro trimestre do ano na comparação com o mesmo período de 2017, atingindo a marca de R$ 74,46 bilhões. Já a dívida líquida da Petrobras caiu 4% no trimestre, partindo de R$ 280,7 bilhões em dezembro para R$ 270,7 bilhões em março.

A margem Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustada somou R$ 25,67 bilhões no período – uma alta de 2% ante os R$ 25,25 bilhões obtidos no primeiro trimestre de 2017.

Resultados “robustos”

Os números positivos na Petrobras chegam após quatro anos consecutivos de perdas.  Para o presidente da companhia, Pedro Parente, o lucro da Petrobras e os demais resultados alcançados pela estatal nos primeiros meses de 2018 são “bem robustos”.

Segundo o presidente da Petrobras, estes resultados foram conquistados graças ao aumento dos preços internacionais do petróleo,  ao maior lucro com vendas de combustíveis, à redução de despesas e maiores margens e volumes na comercialização de gás natural, além dos ganhos de R$ 3,2 bilhões com a venda dos campos de Lapa, Iará e Carcará para outras petroleiras.

“Estamos cumprindo à risca o que prometemos no nosso plano de negócios anunciado em 2016 e o resultado do primeiro trimestre mostra que as escolhas têm sido acertadas e que o esforço tem valido a pena. Com este resultado, consolidamos a trajetória de recuperação da Petrobras”, disse Parente, em comunicado.

Distribuição aos acionistas

A Petrobras também anunciou a distribuição de R$ 652,2 milhões como Juros sobre Capital Próprio (JCP) aos seus acionistas, no primeiro pagamento desde 2014. Cada investidor deverá receber R$ 0,05 por ação – que será distribuído igualmente entre os detentores de ações preferenciais e ordinárias.

Segundo a estatal, o montante deverá ser pago aos investidores no dia 25 de maio de 2018, “na proporção da participação de cada acionista e provisionado nas demonstrações contábeis do 2º trimestre de 2018, com base na posição acionária de 21 de maio de 2018”.

Na tarde desta terça-feira (8), as ações da Petrobras (PETR4) se mantinham estáveis na B3 (antiga BM&F Bovespa), sendo negociadas a R$ 22,64. No ano, as ações PN da estatal já avançaram 40%.

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *