A mesada é um tema que divide opiniões entre os pais. Há quem diga que ela é benéfica para que as crianças aprendam a lidar com o dinheiro e quem defenda que ela é prejudicial.

De uma maneira ou de outra, dar mesada pode sim ajudar as crianças aprenderem sobre dinheiro, desde que isso seja feito da maneira correta.

Mas como falar de dinheiro com os filhos e saber o momento de oferecer a mesada? Isso pode parecer difícil, mas não é e pode ser feita de maneira bem divertida.

Quer começar a dar mesada para sua criança, mas não sabe como conversar sobre finanças com os filhos? Então acompanhe o texto e descubra como fazer isso de forma eficiente e no momento certo!

1. Faça-os entender o valor do dinheiro que estão recebendo

A primeira tarefa na hora de falar de finanças com os filhos é fazê-los entender o valor do dinheiro. Se você der o dinheiro aos seus filhos e deixá-los fazer o que bem entender, não estará ensinando nada sobre finanças.

Quando for dar a mesada, explique a importância daquele valor, o quanto você trabalhou para poder dar esse valor. E que, por causa disso, eles deverão cuidar do valor recebido e pensar muito sobre como e onde gastá-lo.

2. Ensine os hábitos corretos

Ensine sobre hábitos de consumo conscientes e que o consumismo é maléfico tanto para as economias doméstica e pessoal quanto para o meio ambiente e saúde.

Se você ensinar desde cedo que devemos pensar no que consumimos e refletir muito antes de comprar qualquer coisa, muito provavelmente estará criando futuros adultos mais conscientes de seus atos no futuro.

3. Explique sobre metas e objetivos

Metas e objetivos são importantes para todos, inclusive para crianças e adolescentes. Por mais que ainda estejam fora da força de trabalho e, consequentemente, não possuam renda, devem entender que possuir sonhos e anseios para realizar em um futuro próximo ou distante é o que nos anseia e nos motiva.

Por isso, explique sobre isso e peça para que eles listem o que mais desejam. Se tiverem metas que envolvam dinheiro ou comprar algo, mostre o que deve ser feito para que consigam realizá-las.

Faça os cálculos ao lado deles e mostre em quanto tempo eles podem adquirir o que querem se fizerem economia de uma parte do que recebem de mesada.

4. Faça-os entender que dinheiro é escasso

De acordo com especialistas, crianças e adolescentes que simplesmente recebem o dinheiro para fazer o que bem entender podem acabar entendendo que terão dinheiro ao seu alcance sempre que quiser e precisar. Isso não está certo e pode ser prejudicial.

Conversar sobre de onde vem o dinheiro, que se trata de um bem escasso e que deve ser tratado com seriedade é uma das primeiras coisas que os pais devem falar com os filhos. Inclusive, essa conversa deveria ser realizada antes de dar a primeira quantia mensal a eles.

Deixe claro sobre a importância do trabalho e que é dessa forma que se consegue rendimentos para viver e realizar sonhos. Diga que se não há trabalho, não há salário.

5. Faça-o entender as condições de vida da família

Viva conforme a sua condição financeira. Não tente aparentar que possui renda superior ao que realmente tem pois, assim, até seus filhos pensarão que vocês tem uma qualidade de vida aquém do que realmente possuem.

Por isso, seja realista e faça seus filhos entenderem a realidade em que vivem. Assim, saberão lidar melhor com o dinheiro e com uma possível falta dele.

6. Converse sobre empreendedorismo

Falar da importância do trabalho é essencial. Contudo, trabalho não é o mesmo que emprego!

Por conta disso, aprender e ensiná-los sobre empreendedorismo pode ser uma ótima maneira de incentivá-los a pensar sobre maneiras de ganhar dinheiro quando forem ficando maiores.

Incentive-os a terem iniciativas, por mais absurdas que as ideias possam parecer. Falar um pouco sobre investimento de rendimentos e finanças pode ser um pouco cedo, mas deixar claro a importância de se conquistar dinheiro com esforço próprio já é um bom começo.

7. Seja um exemplo

Por fim, não adianta nada dar dinheiro aos seus filhos, mas receber o salário todo mês para gastar em supérfluos e pagar contas. Filhos tendem a repetir o que escutam e visualizam em casa.

Um pai que é empregado, recebe uma única fonte de renda e gasta boa parte de seus rendimentos em contas e compras desnecessárias provavelmente terá um filho que repetirá os mesmos passos.

Pais e mães que não levam o dinheiro a sério, são desorganizados e que dizem que o dinheiro é problema muito provavelmente passarão uma imagem negativa sobre o assunto. Portanto, tenha cuidado com as crenças, com o que diz e, principalmente, com o seu modo de agir!

Portanto, seja organizado, aprenda sempre sobre finanças e investimentos, tenha a mente aberta e cuide bem do seu dinheiro para que seu filho possa fazer o mesmo no futuro.

Conclusão

Apesar de se tratar de um tema controverso, a mesada pode ser uma ótima oportunidade para ensinar os filhos sobre dinheiro. Porém, deve-se pensar muito sobre o assunto para saber abordar da melhor maneira possível.

Para fazer isso de forma eficiente, o mais indicado é que os pais antes aprendam a lidar com dinheiro para depois ensinar os filhos da maneira mais correta. Se a mesada for entregue aos filhos sem conversar sobre o tema, poderá fazer a criança entender que terá dinheiro sempre disponível.

Portanto, a mesada deve ser dada com muita responsabilidade por parte dos pais para que as crianças e adolescentes aprendam sobre a importância do tema!

Continue aprendendo mais sobre educação financeira! Assine já nossa newsletter e receba vários conteúdos valiosos!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Receba gratuitame

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *