O sucesso, hoje, não é definido apenas no ambiente profissional. Uma pessoa bem-sucedida é a que consegue traçar planos com objetividade e foco, empregando toda a sua motivação e energia no alcance de suas metas. Mas também é a que sabe aproveitar os bons momentos da vida, apreciar os melhores vinhos, colher os frutos do trabalho e dividi-los com aqueles que mais ama, sejam amigos íntimos ou familiares.

Assim, o homem (ou a mulher) moderno (a) investe também em experiências marcantes e deseja sempre o melhor que a vida tem a oferecer: restaurantes sofisticados, viagens memoráveis, praias paradisíacas e, por que não, alguns dos melhores rótulos do mundo.

Se você deseja se aprofundar no mundo da enofilia ou é um marinheiro de primeira viagem, é importante saber onde encontrar os melhores vinhos. Para ajudá-lo nessa busca, separamos, a seguir, desde opções clássicas até lojas para quem não quer sair do conforto de casa. Acompanhe!

Quais cuidados é preciso tomar?

Antes de comentarmos com mais detalhes os locais onde se pode encontrar os melhores vinhos para sua experiência de degustação, é fundamental termos em mente alguns detalhes importantes, como:

  • estado de conservação da garrafa: ao comprar seu vinho, atente-se ao estado de conservação da garrafa (sobretudo do rótulo e da rolha). Se ela não estiver em bom estado, é possível que o vinho tenha sido transportado com descuido antes de chegar à prateleira, o que é prejudicial à sua qualidade;
  • posição da garrafa: sobretudo os rótulos de guarda devem ser guardados preferencialmente na horizontal. Isso porque, nesta posição, o líquido mantém a rolha hidratada e inchada. Assim, a garrafa fica completamente vedada — e seu vinho, protegido da entrada de oxigênio, que pode estragar a bebida;
  • preferência por vinhos relativamente jovens: isso mesmo. Ao contrário do que se acredita, a maioria dos vinhos atinge seu ápice entre um e dois anos após o engarrafamento. Aqueles direcionados à guarda — que não apenas suportam bem os anos, como melhoram com o tempo — são exceções à regra e, por isso mesmo, mais valiosos. Na dúvida, se for consumi-lo na mesma semana, opte pelo mais jovem.

Onde encontrar bons rótulos?

Agora que você já sabe para onde dirigir sua atenção na hora da compra, vamos aos locais em que poderá encontrar suas garrafas favoritas:

1. Supermercados

Já se foi o tempo em que encontrávamos, nos supermercados, apenas vinhos de péssima qualidade, focados mais em trazer os efeitos do álcool do que na experiência gastronômica da bebida. Hoje, grandes cadeias, como Pão de Açúcar e Carrefour, oferecem títulos de excelente qualidade (tanto nacionais quanto importados).

Nelas, você pode contar com a ajuda de sommeliers, que não só auxiliam na composição da carta da loja, mas ficam à disposição para orientá-lo em suas compras, propondo harmonizações e indicando garrafas com base nos pratos a serem servidos.

Junte a essas iniciativas a praticidade de encontrar, em um mesmo local, os ingredientes para preparar as refeições e os rótulos para acompanhá-las. Podemos entender por que os supermercados continuam sendo os principais vendedores de vinho mundo afora, não é?

Além disso, por serem capazes de comprar grandes quantidades e negociar valores mais baixos, essas redes oferecem preços atrativos ao consumidor. Priorize, porém, a aquisição de rótulos que vendam bem. Por serem guardadas na vertical e quase sempre sem climatização, é provável que as garrafas mais antigas já não estejam em seus melhores estados.

2. Catálogos

Algumas importadoras possuem catálogos, que são enviados periodicamente para clientes cadastrados. De posse desses materiais, é possível comprar os vinhos diretamente da empresa — pela internet ou mesmo pelo telefone — e, ainda, encontrar preços bem atrativos.

Dada a concorrência crescente, os catálogos têm ganhado qualidade cada vez maior ao longo dos anos. Inclusive, alguns enófilos chegam a colecioná-los.

3. Internet

O comércio virtual veio para ficar — e com o mundo dos vinhos não é diferente. Trazendo inúmeras opções de produtores nacionais e importados, mas sem muitos dos custos logísticos de uma loja física, o varejo online se torna uma opção cômoda e barata para quem deseja variedade sem sair de casa.

Muitos sites de venda de vinhos, inclusive, mantêm blogs e newsletters próprios, que trazem informações pertinentes aos que desejam conhecer mais a fundo as maravilhas do rótulo.

Antes de realizar sua compra online, porém, verifique a idoneidade e as avaliações da loja em questão. Procure sempre dar preferência a grandes e-commerces, que já possuem boa reputação no mercado.

4. Clubes de assinatura

Muito semelhantes às lojas virtuais, os clubes de assinatura de vinhos entregam na sua casa, todos os meses, uma seleção de garrafas feita por sua curadoria, a um valor fixo mensal.

O grande atrativo das assinaturas é que a escolha é feita por profissionais, poupando você do esforço de pesquisar os rótulos e procurar pelos melhores preços. Além disso, há a oportunidade de conhecer vinhos novos e raros, que talvez não sejam encontrados com facilidade em sua região.

A maioria dos clubes oferece diferentes pacotes de assinatura, cujos preços variam de acordo com o número de garrafas, a nacionalidade dos vinhos etc. Também é comum a entrega de revistas e materiais educativos juntamente às garrafas.

Ao escolher seu clube de assinatura, procure por avaliações de terceiros e veja os rótulos que já foram entregues, para verificar se realmente se alinham com seu paladar.

5. Lojas especializadas

Paraíso dos enófilos, as lojas especializadas trazem rótulos raros e atendimento personalizado. Elas podem ser multimarcas ou de importadoras. No primeiro caso, como o nome indica, os estabelecimentos vendem rótulos de diversas marcas.

Já as importadoras se limitam às garrafas de determinada marca, mas podem apresentar preços mais convidativos. Hoje, é comum que as lojas especializadas atuem também como centros de consumo, com bistrôs e winebars próprios, onde é possível experimentar um serviço impecável e pratos harmonizados.

6. Varejo da vinícola

Se o seu desejo é ter uma experiência mais imersiva, visitar a vinícola é o auge da enofilia. Por meio do enoturismo, você pode conhecer o terroir de onde vem o vinho e conversar com quem o produz.

Em troca, não raro as vinícolas ofertam garrafas a preços abaixo do mercado. É uma excelente oportunidade de mergulhar de cabeça no mundo dessa bebida e, ainda, levar um grande rótulo para casa.

Agora que você já sabe onde encontrar os melhores vinhos para compor sua adega, é só começar a degustar! Gostou deste artigo? Compartilhe-o em suas redes sociais e nos ajude a divulgar a cultura enófila!

Autor

Redação Blog de Valor

O Blog de Valor é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *