Você já esteve em uma situação financeira instável e recorreu ao empréstimo consignado como maneira de colocar todas as contas em dia? Realmente esta é uma das modalidades de empréstimo mais procuradas pela populaão, uma vez que os juros são menores do que aqueles praticados no crédito pessoal comum.

Mas existe um porém: as parcelas do empréstimo consignado são descontadas diretamente na folha de seu benefício, seja este pago pelo INSS ou por empresas dos setores públicos e privados, com prazo pré-determinado. Por isso, é bem comum que dúvidas sobre quitação antecipada de empréstimo consignado sejam recorrentes, já que se trata de uma modalidade de cobrança/pagamento diferenciada.

Se você que busca informações sobre como antecipar parcelas de empréstimo consignado ou que está comparando esta modalidade de empréstimos com outras linhas de crédito, este artigo é para você. Continue a leitura para descobrir como funciona a quitação antecipada de empréstimo consignado.

Vamos lá?

Empréstimo Consignado: taxas baixas com desconto em folha

Uma das métricas utilizadas para a fixação de juros nos empréstimos é a capacidade de pagamento do tomador. Ou seja, quanto menor for o risco que o cliente oferece ao mercado, melhores serão as taxas de juros cobradas.

Sendo assim, se o tomador do empréstimo possui vínculo como uma instituição específica, que pode ser o INSS, governo federal, estadual ou municipal, empresas de direito privado, dentre outras, é sabido que o pagamento é garantido. Por ter a certeza do recebimento dos rendimentos, os bancos e financeiras oferecem taxas de juros mais interessantes, com prazos mais estendidos.

Nestes casos, portanto, a quitação antecipada de empréstimo consignado não é um risco ao agente financiador.

Quanto ao pagamento do empréstimo consignado, ele é automático. Ao receber o benefício na conta-corrente em questão, o banco já desconta o valor da parcela, antes mesmo do cliente ter acesso aos seus vencimentos. Esta é mais uma garantia de que o empréstimo será quitado sem complicações.

Informação importante: há um limite para desconto mensal no seu benefício, cuja denominação é “margem consignável”. Ou seja, o valor das parcelas do empréstimo não poderá exceder 30% do valor líquido do benefício. É uma indicação que visa proteger o beneficiário do endividamento, respaldado pela Lei 13.172, de 2015.

Lembre-se também que cada instituição aplica sua própria taxa de juros. Não se trata de uma porcentagem tabelada, mesmo via consignação. Antes de contratar, o ideal é pesquisar todas as instituições disponíveis e comparar as taxas ofertadas.

É possível antecipar parcelas de empréstimo consignado?

Muitas pessoas que solicitam empréstimos consignados acreditam que será necessário permanecer com a dívida exatamente durante o prazo contratado junto ao banco ou financeira. Mas não é bem assim.

Mesmo que você tenha obtido o valor para quitação em 72 parcelas, por exemplo, é possível efetuar a quitação antecipada de empréstimo consignado.

Vale a pena?

Depende. A quitação antecipada de empréstimo consignado só é vantajosa para beneficiários que estão com os seus pagamentos em dia. E, consequentemente, com valores disponíveis na conta.

É fácil entender: como as taxas de juros aplicadas nos empréstimos consignados são baixíssimas, vale manter o parcelamento e priorizar o pagamento de outras dívidas cujas taxas de juros sejam mais consideráveis, como crédito pessoal, cartão de crédito e cheque especial.

Vale salientar que a quitação antecipada de empréstimo consignado também é interessante para perfis que possuem o valor das parcelas restantes disponível e buscam liberação da margem consignável para novos empréstimos, por exemplo.

Como fazer o cálculo para quitar empréstimo consignado?

O cálculo para quitar empréstimo consignado abrange algumas variáveis, dentre elas:

  • número de parcelas restantes até o final do empréstimo;
  • taxa de juros mensal aplicada na negociação;
  • valor cobrado em cada parcela;
  • dia do vencimento da parcela;
  • provável data de quitação do contrato.

Se você não tem facilidade com cálculos deste tipo, uma boa dica é utilizar simuladores de quitação antecipada de empréstimo consignado, geralmente disponibilizados pelos PROCONs regionais e Ministério Público.

Uma das melhores ferramentas, inclusive, é a calculadora desenvolvida pelo Ministério Público de Santa Catarina, que você pode acessar aqui.

Passo a passo para quitação antecipada de empréstimo consignado

Antes de iniciar a liquidação do seu empréstimo consignado, é interessante saber qual será o tipo de liquidação. É possível quitá-lo de forma parcial ou total.

As transações são realizadas diretamente com a instituição financeira na qual o benefício contratou o empréstimo. Além disso, cabe saber que a antecipação é um direito do consumidor, sendo prevista pelo Código de Defesa do Consumidor.

Você deve entrar em contato com o banco contratado e solicitar a quitação antecipada de empréstimo consignado. Considerando o prazo final para pagamento das parcelas e o número de parcelas adiantadas, o banco então aplicará o desconto por antecipação, que incide nos juros cobrados pelo período total.

A quitação antecipada de empréstimo consignado poderá ser realizada via boleto bancário ou débito em conta. O processo varia bastante de uma instituição para outra.

No caso dos boletos, o banco emite o documento mediante data de vencimento acordada. Para débito em conta, o cliente fornece a data de débito e o valor será cobrado na referida data.

Interessante: caso não haja a intenção de quitar o contrato mas reduzir o valor das parcelas, você poderá solicitar o refinanciamento do contrato ou, ainda, a portabilidade do empréstimo consignado. Esta transação também está prevista em lei.

Analise bem antes de quitar o seu empréstimo

Antes de decidir pela quitação do seu empréstimo consignado,entretanto, vale a pena avaliar os impactos desta decisão no seu planejamento financeiro. Verifique, por exemplo, se existe um valor disponível para quitação antecipada sem que haja impacto negativo em seu orçamento.

Vale verificar também se não existam outros empréstimos ou dívidas com juros maiores. Se este for o caso, pode valer a pena pagar aquela dívida mais cara em primeiro lugar.

Com todas estas respostas em mãos, siga os passos compartilhados no post de hoje. Os procedimentos são simples e podem ser concluídos em poucos dias úteis.

Para aprofundar o seu estudo no tema, confira o artigo que trata sobre o desconto dos juros para quitação de empréstimos. Se curtiu, compartilhe com os amigos!

Nos vemos em breve!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *