Em momentos de crise, muitas demissões ocorrem em massa. Realmente é muito difícil adotar uma redução de custos sem ter que demitir um funcionário.

Ademais, alguns colaboradores também podem querer sair da empresa por conta própria. E isso, por mais que o dono ou o responsável pelo colaborador em questão achem que não, na maioria das vezes a própria empresa é a grande culpada pelo desligamento.

De toda forma, em ambas as situações, existem alternativas para driblar a rotatividade de funcionários e, assim, melhorar a eficiência e produtividade de toda equipe.

Para conhecê-las e entender mais sobre o assunto, fique por aqui. Você verá o significado de rotatividade de funcionários, suas consequências e como evitar este grande problema na sua empresa. Afinal, como uma equipe pode ficar unida e eficiente com tanta gente entrando e saindo a cada minuto?

Leia os próximos parágrafos e aplique tudo no seu negócio.

Afinal, o que é rotatividade de funcionários?

Métrica muito importante para toda empresa, a rotatividade de funcionários – ou turnover – certifica a efetividade na contratação de funcionários. Em termos práticos, o turnover apura o número de pessoas que saíram da empresa e os novos funcionários contratados para preencher as falhas e/ou ausências na produção da empresa.

Neste contexto, existem dois tipos de turnover, o involuntário e o voluntário. O turnover involuntário nada mais é que a demissão do funcionário feita pela própria empresa. Por outro lado, o turnover voluntário implica na desistência do colaborador de continuar trabalhando na organização em questão.

Quando a rotatividade de pessoal acontece sempre involuntariamente, a empresa em si pode estar com dificuldade de motivar seus colaboradores ou está contratando profissionais desalinhados com as suas necessidades e cultura da organização, por exemplo.

Se isso acontecer de maneira recorrente em qualquer empresa, muitos problemas podem surgir. Veja, a seguir, o que pode gerar com uma alta rotatividade de funcionários.

Consequências da rotatividade de pessoal

Para reduzir o turnover da sua empresa, é necessário prestar atenção em muitos pontos, principalmente no bem-estar de sua equipe.

Porém, se a rotatividade de pessoal continuar acontecendo, você poderá passar pelos seguintes percalços:

  1. a produtividade irá diminuir: imagine contratar um funcionário, enchê-lo de tarefas, não dar nenhum treinamento, apoio e ajuda. Há muitas chances dele sair da empresa e deixar trabalhos acumulados para outros colaboradores. Claramente, isso diminui a produtividade e afeta a eficiência de todos os processos da empresa;
  2. necessidade de fazer novos treinamentos: agora pense numa outra situação. Você contrata um especialista em marketing digital e fica 3 meses treinando a pessoa, mostrando todos os sistemas e softwares de automação de marketing utilizados na empresa. Porém, você faz apenas isso, mas enche o funcionário de tarefas e o deixa num nível de estresse bem alto. Logo depois de uma semana após o treinamento, ele pede demissão. Sendo assim, você terá que contratar um novo funcionário para o cargo e realizar mais um treinamento, gerando mais gastos e atrapalhando totalmente o fluxo de caixa da empresa;
  3. os gastos irão aumentar: ao demitir um funcionário, você terá que pagar as rescisões e, talvez, adiantar férias ou décimo terceiro. Ademais, também terá os custos de uma nova contratação, treinamentos etc. Quando isso acontece muitas vezes, possivelmente você terá que adotar uma drástica redução de custos e um controle de gastos extremamente severo, atrapalhando a produtividade e diminuindo drasticamente os lucros da empresa.

Neste momento, você já entendeu o que é rotatividade de funcionários e viu quais são as suas consequências. O próximo passo é evitar que isso seja comum no seu negócio, para não ter que passar pelos problemas citados acima.

Como evitar a rotatividade de funcionários?

A seguir, veja o que fazer para impedir o alto turnover. Acompanhe!

Analise as possíveis causas da rotatividade de funcionários

Esta é a primeira coisa que você deve fazer. Afinal, não adianta buscar uma solução sem saber o que está causando o problema. Verifique se são os atos da sua própria empresa – ou o que ela deixa de fazer – que estão acarretando a alta rotatividade de pessoal.

Talvez você não esteja contratando pessoas alinhadas com o cargo, seu processo seletivo pode estar apresentando algum problema, a etapa de treinamento sendo muito estressante e demandando uma carga horária mais alta que o combinado, entre outras coisas.

Analise todas as possíveis causas de maneira bem profunda. Essa etapa é crucial para diminuir a rotatividade de funcionários, sem sombra de dúvidas.

Crie estratégias para motivar a equipe e promova alguns benefícios

Se você deseja saber como reter talentos e diminuir a rotatividade de pessoal, esta dica é fundamental.

Por mais que o seu funcionário trabalhe muito, se esforce e demonstre resultados, é necessário que ele tenha motivos para continuar na empresa. A competição no mercado é enorme. Portanto, se você não quer que o seu melhor colaborador peça demissão, ofereça alguns benefícios e faça algo para que ele fique motivado cada dia mais.

Um bom plano de carreira com base no desenvolvimento do profissional, plano de saúde e recompensas por alcançar algumas metas são apenas alguns exemplos do que você poderá fazer para reter grandes talentos na sua empresa.

Mostre que o funcionário tem voz, faz parte da equipe e está totalmente amparado pela empresa.

Além disso, para evitar um alto turnover, sempre é importante tentar aumentar os salários e equipará-los com o mercado e aplicar treinamentos e reciclagens para a sua equipe.

Fazendo tudo o que foi dito acima, você provavelmente irá diminuir a rotatividade de funcionários e, consequentemente, diminuir os gastos e aumentar o lucro da sua empresa.

E, para otimizar ainda mais os seus processos e aumentar o seu faturamento, cadastre-se em nossa newsletter! Assim, você receberá, gratuitamente, dicas de finanças e investimentos no seu e-mail.

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *