Os brasileiros costumam ser muito receptivos com viajantes estrangeiros, sempre dispostos a ajudar e tornar a estadia do turista por aqui muito mais prazerosa. Mas você sabia que isso não acontece em todos os lugares do mundo?

Alguns destinos pelo mundo têm a fama de não serem tão fãs assim de turistas. Se você quer saber quais são estes lugares, continue lendo o artigo de hoje, que vamos trazer 5 cidades onde os viajantes estrangeiros não são muito bem-vindos.

Viajantes estrangeiros: um verdadeiro pesadelo

A ideia de receber turistas é, normalmente, associada a dinheiro – uma vez que o mercado do turismo movimenta bilhões e bilhões de dólares em diversas regiões do planeta todos os anos. Em alguns lugares, no entanto, esta ideia também tem outras associações: o aumento do custo de vida para os moradores e prejuízos ao meio ambiente estão entre algumas destas associações.

Em algumas cidades, a quantidade de turistas pode transformar a vida dos moradores locais em um verdadeiro pesadelo.  Na Europa, sete cidades – Madri, Barcelona, Bruxelas, Paris, Cracóvia, Viena e Reykjavik – pediram à União Europeia para acabar com a falta de transparência de plataformas de aluguel turístico, como o Airbnb – cada vez mais populares entre os viajantes estrangeiros.

A repulsa ao Airbnb e similares se dá por conta das irregularidades nestes aluguéis por temporada e também porque os imóveis destinados ao aluguel turístico acabam inflando os preços do aluguel, acarretando na expulsão dos residentes que não podem pagar para, de fato, viverem em determinada região.

Confira a seguir 5 cidades que não gostam tanto de viajantes estrangeiros e entenda os motivos pelos quais elas não recebem os turistas com tanta cortesia.

1. Haia

Muitos turistas que visitam a Holanda têm a forte inclinação de consumir maconha, visto que, no país, a droga é legal e encontrada facilmente, assim como os cigarros. Acontece que a lei permite a utilização da droga para os nativos e residentes do país – não para os viajantes estrangeiros, que vêm de culturas onde a droga é ilegal.

Muitos nativos se sentem incomodados com este comportamento. Atualmente, a cidade de Haia baniu o consumo de Cannabis na região central e nos arredores da estação de trem. Isso porque muitos moradores estavam se sentindo incomodados pelo constante cheiro e comportamento desrespeitoso de alguns usuários – que costumam ser os visitantes.

Por conta disso, a cidade não é mais tão fã assim de receber turistas estrangeiros.

2. Veneza

A famosa cidade da Itália costuma ser ponto de visita de muitos turistas. Mas o Airbnb está deixando o aluguel muito caro para os moradores, e o constante fluxo de turistas atrapalha a vida cotidiana.

Este ano, um grupo de pessoas protestou para retirar postos de controle e restringir o número de pessoas dentro de certas áreas turísticas locais.

3. Barcelona

A popular cidade da Espanha recebe cerca de 30 milhões de turistas por ano, para cerca de 1,6 milhão de habitantes. A cidade está passando pela mesma questão de Veneza em relação ao preço dos alugueis.

Algumas pessoas passaram a protestar, pichando muros com mensagens bastante duras, exigindo que os turistas fossem embora. Um grupo de protestantes até chegou a furar o pneu de um ônibus de turistas recentemente.

4. Bocay

A praia nas Filipinas é um destino popular entre os viajantes estrangeiros. Mas em abril deste ano, o governo teve de fechar o acesso aos turistas, afirmando que o fluxo constante de turismo estava prejudicando o ecossistema.

Além disso, vários estabelecimentos hoteleiros estavam despejando dejetos diretamente no mar. Por isso, a região – que recebeu mais de 1,7 milhão de turistas em 2017 – não recebe mais viajantes estrangeiros . Ao menos por enquanto.

5. Ilha Phi Phi Leh

A ilha da Tailândia é de uma paisagem paradisíaca indescritível e, por isso, atrai muitos turistas todos os anos. A região foi, inclusive, o cenário do filme “A Praia”, com Leonardo DiCaprio.

Recentemente, no entanto, a orla foi fechada para visitantes estrangeiros, pois as autoridades ambientais afirmaram que precisava ser feita uma avaliação das condições do ecossistema da área.

Eventuais problemas ambientais na ilha podem ser decorrentes do alto número de embarcações e do caos criado pelos turistas. Atualmente, os turistas podem navegar até a entrada da baía. Mas isso pode mudar em breve, e o lugar pode se tornar restrito aos viajantes.

Independente do seu próximo destino de viagem – seja ele caloroso ou não com turistas, é preciso lembrar-se sempre de manter respeito pelos lugares visitados, pela cultura e, principalmente, pelos moradores locais. Afinal de contas, tanto nós – viajantes – quanto os moradores locais merecem respeito!

E você, já passou por alguma situação desagradável enquanto turista em alguma viagem internacional? Compartilhe conosco suas experiências!

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *