Quando se tem uma boa base de confiança entre lojistas e clientes, a paz reina no mundo comercial.

Embora os meios de pagamento tenham evoluído bastante e parte significativa das transações comerciais seja feita por cartões de crédito, o crediário ainda existe e acaba sendo uma opção para muitas pessoas por diversos motivos. Empresas normalmente também fazem aquisições de produtos e serviços via faturamento posterior, ou seja, via crédito concedido diretamente por fornecedores.

Muitas lojas e fornecedores oferecem benefícios extras para clientes que são bons pagadores, e isso nos faz pensar nos benefícios de manter nossos compromissos de crediário em dia. Manter uma boa relação com os lojistas e fornecedores permite que se compre cada vez mais e com mais prazos de pagamento.

Isso é uma vantagem importante daquelas pessoas e empresas que mantém seus compromissos em dia, especialmente em momentos mais difíceis nos negócios e na economia.

Na prática, no entanto, o que se observa é que, quando o orçamento está inchado, alguns compromissos podem ficar pra trás e podem levar um CPF ou um CNPJ à lama. Mas, como evitar essa dor de cabeça? O que fazer para manter a reputação de bom pagador e as linhas de crédito sempre abertas e disponíveis?

Para responder a essas perguntas, relacionamos abaixo 7 dicas sobre crediário que você precisa ter em mente. Ao ler essas dicas, pense em como você anda ‘tratando’ sua linha de credito com os novos e antigos lojistas e fornecedores.

Depois de analisar a fundo como está sua atitude em relação a eles, poderá tomar novos rumos e reafirmar sua boa postura diante de situações econômicas diferenciadas.

1º lembrete sobre crediário: mantenha seu cadastro atualizado

Certifique-se de saber em que lojas e fornecedores você fez cadastro e que utiliza com alguma regularidade e de tempos em tempos revise suas anotações para saber se seu cadastro está atualizado em cada uma delas. A forma mais segura para alguma empresa lhe conceder crédito é ter sempre suas informações atualizadas.

O que pode acontecer caso seus dados cadastrais não estejam em dia? Simples: quando mais precisar do crediário, ele não estará disponível por falta de informações atualizadas nos registros de lojas e fornecedores e isso pode dificultar seu crédito.

2º lembrete sobre crediário: aprimore seu perfil como cliente

De tempos em tempos, quando queremos que as pessoas visitem com mais intensidade nossas redes sociais, por exemplo, mudamos algo do nosso perfil. Costumamos trocar nossa imagem de capa ou nossa própria foto de perfil. O resultado? As pessoas sabem de atualizações da nossa vida e podem acompanhar o que tem feito, como está sua família e etc.

Porque isso acontece? Nós gostamos de saber o que está acontecendo de novo. As novidades geram novas reações e novas relações entre as pessoas. Algo mais ou menos assim ocorre quando mudamos nosso perfil como consumidor. Novas reações e novas relações podem ocorrer, na medida em que mudamos nossas movimentações financeiras.

As lojas costumam ficar sabendo se tivemos uma postura de inadimplência, e isso pode ser extremamente negativo para nosso perfil como consumidor. Por outro lado, boas práticas de consumo deixam nosso nome livre na praça e proporcionam mais segurança para o comércio acreditar em nossa conduta de bom pagador.

Então, aprimorar cada vez mais o nosso perfil como cliente gera mais confiança e, por consequência, mais crédito!

3º lembrete sobre crediário: mostre tranquilidade

Algumas vezes podemos ter informações que não são suficientes para alguém conceder um crédito de imediato. Isso normalmente ocorre quando a pessoa possui diferentes fontes de rendimento ou é autônoma e nesses casos as informações não são tão claras quanto um profissional contratado, que possui um holerite que comprova tudo.

Nesse momento, é muito normal que a loja (ou o fornecedor) peça informações adicionais. Não se preocupe com isso! É extremamente normal. Coloque-se sempre à disposição para os esclarecimentos necessários e forneça todas as informações com tranquilidade.

Quando começamos a apresentar um milhão de desculpas e informações desencontradas, a tendência é que os lojistas fechem as ‘portas do crediário’ para nós. A razão é óbvia: se a loja não está segura de que você tem condições financeiras para arcar com os compromissos, então ela realmente fechará a “torneira” do crédito.

Mostre tranquilidade quando seu crédito estiver sendo avaliado ou reavaliado, apresente as informações da forma mais clara possível. Muitas vezes a decisão depende mais de tranquilidade do que de explicações complexas.

4º lembrete sobre crediário: coopere em tudo

Muita gente estressada não mostra o desejo de cooperar com o processo de avaliação de crediário, e isso acaba gerando ainda mais desconfiança.

Por exemplo, porque não apresentar os últimos contracheques? Por que não dar o telefone da empresa onde você trabalha? Porque não apresentar indicações de amigos, para ‘defender’ seu crédito?

Quanto mais alguém se esconde, menos informações a loja terá! Então o segredo é cooperar, e muito!

5º lembrete sobre crediário: mantenha seu autocontrole

Controlar as finanças envolve começar controlando o íntimo. Impulsividade na hora de exercer o papel de consumidor não é nada legal; muito menos mostra gestão consciente dos próprios recursos.

Assim, é preciso controlar de perto o mau hábito de pensar que sua reputação financeira é de pouca importância. Uma coisa é ter o crediário travado quando se precisa satisfazer um luxo ou um simples sonho de consumo. Outra bem diferente é ver que uma loja não poderá vender a você um item de necessidade. E tudo por causa de quê? Falta de autocontrole ao comprar!

Portanto, quer ter o crediário livre, leve e solto? Controle-se! Seja organizado e um bom pagador!

6º lembrete sobre crediário: construa seu histórico financeiro com sabedoria

Uma das maiores sacadas de um bom consumidor é começar bem. Também nessa área da nossa vida, quem começa bem, vai sempre bem; o contrário também é verdade.

Se você já passou dos 40 ou 50 anos de idade, é impossível corrigir erros graves de má administração que ficaram gravados em seu histórico financeiro. Porém, ainda assim, na medida em que você melhora sua conduta, a situação vai sendo revertida aos poucos.

Quando se é jovem, não há nada mais promissor do que construir um bom histórico financeiro. Faça com que seu CPF compre como, quando e onde é realmente necessário. Se for meter-se numa ‘aventura parcelada’, comprando algum item com as compridas prestações a serem pagas por algum produto ou serviço, que você faça isso com os pés no chão.

Essa atitude amadurecida vai constar nos seus registros financeiros e poderá alcançar ótimos privilégios junto aos lojistas quando eles perceberem que você realmente entende o que significa o crediário.

7º lembrete sobre crediário: limpe seu nome o quanto antes

Nunca trabalhe com a possibilidade de que poderá usar o nome de um familiar ou amigo enquanto limpa o seu nome de dívidas atrasadas. E por quê?

A razão é simples: ninguém é eterno. Nossos relacionamentos e a maneira como eles são conduzidos mudam com o tempo. Você pode precisar de uma hora ou outra ter o SEU próprio nome limpo.

Além do que, se você não foi diligente com seu próprio nome, o que o faz pensar que você o será com o de um terceiro? Se você não tem crédito, sua vida financeira será bem mais difícil. Porém, se você não tem, é justamente porque precisa melhorar seus controles e sua organização. Encare isso como um processo de evolução natural e amadurecimento financeiro.

Assim, não arraste com a barriga a péssima ideia de deixar seu nome sujo na praça. Mantenha-o limpo, deixando o crediário livre para compras futuras!

Em resumo, os pontos que você precisa ter em mente sobre crediário são:

  • Atualize suas informações cadastrais nas lojas onde possui crediário
  • Melhore cada vez mais seu perfil como cliente
  • Fique tranquilo quando seu crediário estiver sendo reavaliado
  • Coopere com o setor de crediário de sua loja favorita
  • Controle suas ações e reações ao exercer seu papel como consumidor
  • Comece bem na hora de construir seu histórico financeiro

Refletir nesses lembretes o levará na direção correta ao pensar em manter em dia o crediário e o seu score de crédito.

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

 

Artigo publicado em 06/03/2017. Atualizado em 06/06/2019.

Autor

Equipe André Bona

Nosso site é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *