São cada vez mais diversas as tendências do setor bancário que prometem facilitar ainda mais o dia a dia das pessoas e o modo com se relacionam com o dinheiro. Você já parou para pensar nisso?

Esse movimento ocorre porque o segmento precisa estar em constante evolução, em um momento no qual a população exige cada vez mais melhorias nesses produtos e serviços. E, graças às novas mudanças, principalmente na tecnologia, as instituições financeiras, startups (fintechs) e as ferramentas do setor evoluíram, deixando os serviços mais acessíveis e completos.

Apesar de, certamente, já ter presenciado algumas dessas mudanças, será que você sabe quais são as tendências do setor bancário para os próximos anos? Se quiser saber mais sobre o assunto, acompanhe a leitura e confira 8 tendências do segmento que você precisa conhecer!

1.Bancos Digitais

Essa tendência no setor financeiro não é nova. Contudo, os bancos digitais foram tão bem recebidos pela população que já se tornaram populares e conhecidos.

O crescimento deles se explica por diversos motivos. A facilidade de adquirir produtos e serviços apenas pela tela de um celular fez com que ganhassem muitos adeptos rapidamente. Ainda, o fato de não precisar enfrentar filas e burocracias em estabelecimentos tradicionais também foi um aspecto decisivo para o crescimento das instituições e fintechs.

Os bancos digitais mudaram também a maneira como as pessoas lidam com suas finanças. Afinal, ele possibilitou a todos controlar seus gastos e recursos em um aplicativo.

Sendo assim, essa foi uma novidade interessante, mas que ainda estará forte nos próximos anos. E um segmento que pode se tornar ainda mais inovador no longo prazo.

Aproveite que está aqui e confira 7 vantagens e desvantagens dos bancos digitais!

2. Open banking

O open banking é, talvez, uma das maiores tendências do setor bancário. Trata-se de um sistema que promete revolucionar esse ramo.

O conceito é simples: o conceito defende que é necessário ampliar o leque de alternativas disponíveis para o consumidor e permitir que este tenha mais liberdade para compartilhar e transferir suas informações financeiras para quem e quando desejar. Isso porque os dados devem pertencer aos donos deles, ou seja, aos clientes.

E por que o open banking é interessante? O objetivo principal é permitir que terceiros desenvolvam aplicações em torno das instituições financeiras para melhorar os serviços disponíveis no mercado.

O conceito pode ser novo para muitos, mas já é aplicado em diversos outros países. O intuito dele é aprimorar o mercado bancário, oferecendo melhores produtos e serviços para a população.

3. PIX

O PIX é um novo método de pagamento instantâneo anunciado pelo Banco Central e que entra em vigor em novembro de 2020. Trata-se de um meio para realizar transferências e pagamentos de forma rápida, sem que seja necessário esperar dias para que haja a “compensação” do dinheiro.

Ele promete que essas transações sejam realizadas e completadas poucos minutos. Diversos bancos já aderiram ao sistema e estão oferecendo aos seus usuários.

O PIX pode ser uma solução mais econômica e rápida para os TEDs, DOCs e pagamentos em boletos, por exemplo. Ainda, é feito para funcionar 24 horas por dia durante os 7 dias da semana.

4. Blockchain

O blockchain é uma tecnologia antifraude utilizada em operações com criptomoedas. Contudo, esse mecanismo pode ser útil em diversas situações, não se restringindo somente ao Bitcoin.

Não é uma novidade, mas a tendência é que haja aumento da utilização desse e de outros meios para proteger os dados compartilhados. Seja das instituições, seja dos seus clientes.

5. Personalização dos atendimentos

Os consumidores estão mais exigentes e querem serviços que sejam adequados ao que eles precisam e desejam. Dessa forma, os atendimentos deverão ser cada vez mais personalizados para conseguir atrair essas pessoas. E essa é mais uma das muitas tendências do setor bancário para os próximos anos.

Sendo assim, o desafio dessas companhias é saber aproveitar ao máximo as informações que possuem de cada um de seus usuários para oferecer um serviço diferenciado. Se essa tendência não for considerada, a instituição poderá perder seus prospectos para outra que oferece um tratamento único a cada um.

6. Relacionamento focado na experiência online

Com cada vez mais pessoas utilizam serviços bancários apenas por meio de seus smartphones. Assim, o setor bancário deverá direcionar seus esforços na experiência online.

As instituições deverão ter plataformas que devem evoluir constantemente para se tornarem simples de utilizar. Precisam ser acessíveis e possibilitar acesso rápido e fácil ao que os clientes necessitam.

Assim, essa é uma das tendências do setor bancário que deve ser considerada uma prioridade. Isso porque uma má experiência do usuário digital pode fazer com que o consumidor migre para uma organização concorrente.

7. Machine learning e inteligência artificial

As instituições financeiras, bem como as próprias fintechs utilizarão ainda mais a inteligência artificial e o machine learning nos próximos anos.

Além de poderem ajudar a entender melhor as necessidades dos clientes e a oferecer serviços e produtos melhores, essas tecnologias podem contribuir principalmente no combate a fraudes e lavagem de dinheiro. Em diversos países, órgãos reguladores têm exigido maior esforço das instituições no combate a esses crimes. O mesmo pode ocorrer aqui.

Essa é uma das tendências do setor bancário, inclusive, que mais podem colaborar com a sociedade, diminuindo o desvio de dinheiro e a ocorrência de crimes financeiro. Portanto, vale a pena ficar atento a essa tendência.

Essas 7 tendências do setor bancário podem colaborar para que os serviços e os produtos oferecidos pelas instituições e fintechs sejam cada vez melhores e mais direcionados ao que o cliente precisa. E quem ganha é, claro, o consumidor.

E você, conhece alguma outra tendência para o mercado bancário? Aproveite e continue aprendendo sobre o tema e entenda sobre o avanço da desmonetização: afinal, será o fim do papel moeda? Confira aqui!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *