Entra ano, sai ano, mas o desespero com as despesas de final de ano é sempre o mesmo. Período de férias escolares e recesso no trabalho, presentes de Natal, amigos secretos e viagem de ano novo se unem às outras despesas que ficam à espreita esperando um novo começo de ano.

É o caso do IPTU, IPVA, despesas escolares e  Imposto de Renda. Sem o cuidado adequado, esta época do ano pode se tornar uma verdadeira bola de neve e prejudicar as finanças do ano inteiro.

Esse é um tema de bastante importância e já apareceu outras vezes por aqui no Portal André Bona, inclusive. Mas quando se trata de gerenciamento financeiro, mais informações nunca é demais, não é mesmo?

Aproveitando que o período de festividades já começa a se aproximar (embora ainda haja tempo para investir em um plano de organização para enfrentá-lo da melhor maneira), separamos 9 dicas para você se preparar para as despesas do final de ano. Quer conhecê-las? Então continue a leitura!

1 – Planeje-se durante o ano

Se pudéssemos eleger uma dica principal para lhe ajudar a se preparar para as despesas do final do ano seria o planejamento financeiro prévio. Muitas vezes, somos pegos de surpresa com alguns gastos que surgem durante as festividades, mas a grande maioria deles pode ser prevista com certa antecedência.

Para isso, é ideal que seja feita uma reserva que contemple uma parte destes custos. Assim, todos os gastos já imaginados, assim as despesas eventuais, não terão tanto peso no seu orçamento e não lhe pegarão desprevenido.

Separe uma pequena parcela de dinheiro por mês durante todo o ano para montar sua reserva e, assim, não terá que se preocupar tanto com essas despesas.

2 – Priorize gastos

Se você não conseguiu se planejar e juntar uma reserva de dinheiro durante o ano, não se desespere. Se as contas se acumularem e você não conseguir pagar todas, priorize as essenciais, como aquelas relacionadas à sua fonte de renda principal, moradia e os serviços que podem ser cancelados se não tiverem pagamento.

Nesse momento é importante analisar também suas projeções de gastos com o que não é essencial. Talvez a compra de uma nova TV ou a troca do carro podem ser adiadas para um momento mais oportuno.

3 – Aproveite as bonificações

Nem só de despesas de final de ano é feito o último trimestre. É nesse período que bonificações, como o 13º salário, férias ou participação nos lucros e resultados costumam ser pagas pelas empresas. Aproveite esse dinheiro extra para auxiliar no pagamento dessas despesas.

Uma dica para os que recebem esse tipo de bonificação alguns meses antes das festividades de fim de ano é aplicar esse dinheiro em investimentos, para que gerem renda e também não se corra o risco de gastá-lo com outras coisas.

4 – Pague suas dívidas

Para os já endividados, a melhor saída é tentar quitar ao máximo as dívidas pré-existentes. As bonificações citadas anteriormente podem ajudar também nisso.

Se possível, tente pagar suas dívidas à vista e negocie descontos para economizar ainda mais. Dessa maneira, você evita começar o ano endividado e pode gerenciar melhor os demais gastos característicos desse período.

Se o montante de dívidas for muito grande, procure dar prioridade ao pagamento daquelas com juros mais altos. Ou então troque diversas dívidas por uma só, recorrendo a uma linha de crédito com melhores condições de pagamento.

5 – Inove nos presentes

Uma das partes mais gostosas das festividades de final de ano é reunir a família e os amigos para trocar presentes. Essa, porém, é uma das atividades que mais pesam no orçamento da temporada.

Para aliviar nesse quesito, pense em alternativas de presentes fora dos convencionais. Fazer um presente ou a embalagem por conta própria pode lhe ajudar a economizar, além de torná-lo mais especial e único.

Quando a família for muito extensa, uma outra solução é presenteá-la por núcleos, ao invés de individualmente. Opte por itens que servirão para a casa toda, por exemplo.

Além disso, combinar outras datas para a troca de presentes com as pessoas mais próximas pode ajudar na economia, já que em meses como janeiro, por exemplo, a quantidade de promoções é maior.

6 – Pechinche sempre

Essa dica pode parecer batida, mas sempre funciona. Pechinchar e negociar com vendedores pode gerar descontos que farão toda a diferença no orçamento.

Negociar os preços é uma prática que deve ser adotada sempre. Entretanto, se você não tem esse hábito, essa pode ser uma ótima época para começar, já que a atmosfera de consumo é maior e mais frequente.

7 – Planeje suas férias com antecedência

É no final de ano que grande parte das famílias consegue alinhar o cronograma de férias e aproveitar para viajar ou visitar familiares distantes. Assim como qualquer outra viagem, as férias de final de ano devem ser planejadas com certa antecedência.

Dessa forma, é possível pagar algumas despesas da viagem antes mesmo que ela aconteça. E, quando chegar o grande dia, é só aproveitar sem se preocupar com as dívidas.

Se for possível realocar o período de recesso para uma época de baixa temporada, os custos com a viagem ficarão ainda menores e preencherão o orçamento de outros meses menos atribulados.

8 – Reveja o planejamento e corte gastos

O final do ano é um ótimo momento para rever sua planilha de gastos fixos e aproveitar para reduzi-los. Analise o que ainda faz sentido manter e o que pode abrir mão ou ainda que não foi muito utilizado durante todo o ano.

Aquele pacote de TV a cabo com vários canais ainda vale a pena? Será que o gasto com o pet shop não pode ser reduzido dando alguns banhos no seu animalzinho em casa mesmo?

Reflita sobre os serviços que realmente valem a pena manter e, em seguida, entre em contato com cada um deles para, quem sabe, negociar um valor mais baixo.

9- Inverta as compras

Uma outra maneira de economizar tanto nas despesas do fim quanto do começo do ano é inverter a ordem das compras essenciais. Você pode, por exemplo, comprar os materiais escolares em dezembro, quando os preços ainda não atingiram seu pico máximo, e adiar as demais compras, como itens para a casa, para o mês de janeiro, quando ocorrem as grandes promoções.

Considere estas dicas e prepare-se para as despesas de final de ano de maneira muito mais efetiva!

Gostou das nossas dicas? Inscreva-se em nossa newsletter para receber mais dicas sobre finanças pessoais e investimentos em seu e-mail!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

 

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *