O número de micro e pequenas empresas inadimplentes no país voltou a crescer e bateu novo recorde no mês de maio, de acordo com dados divulgados pela empresa de análises Serasa Experian na última quarta-feira (11). Segundo o levantamento, mais de 5,1 milhões de pessoas jurídicas de micro e pequeno porte possuíam dívidas atrasadas no período.

De acordo com o Serasa, o crescimento da inadimplência no mês de maio na comparação com abril entre as micro e pequenas empresas (MPEs) foi de 0,8%, totalizando 5,122 milhões de CNPJs endividados – um novo recorde histórico, segundo a  empresa de análises. Trata-se da 15ª alta consecutiva na inadimplência para as MPEs que possuem contas em aberto no país.

Na comparação com o mesmo período de 2017, o avanço do número de endividados é ainda maior, atingindo 9%. Entre os segmentos que mais possuem dívidas em atraso, o setor de serviços é o mais endividado, com 46,2% das micro e pequenas empresas inadimplentes, seguido pelo setor do comércio (44,7%) e pela indústria (8,7%).

Efeitos da lenta recuperação econômica

De acordo com a Serasa Experian, o alto número de micro e pequenas empresas inadimplentes se deve, principalmente, pela lenta recuperação econômica no país. Em nota, a empresa também citou a greve dos caminhoneiros como destaque negativo no período, que acabou agravando a situação de inadimplência e endividamento das MPEs.

“As sucessivas altas na inadimplência do segmento ainda demonstram os efeitos da lenta recuperação da economia no comportamento dos indicadores mês a mês, agravados em maio com a paralisação dos caminhoneiros, que afetou negativamente todas as cadeias produtivas”, afirmou a Serasa em nota.

Apesar do mau momento para os micro e pequenos negócios, a Serasa projeta um cenário mais positivo para o futuro. “A avaliação é de que esse cenário comece a se estabilizar, fomentado pelas taxas de juros reduzidas e pelo consequente acesso a mais e melhores condições para renegociações de dívidas e para uma retomada no uso do crédito para financiamento da expansão dos empreendimentos”, finaliza.

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

Luana Neves

Jornalista e redatora. Atuou como editora de Economia no Jornal DG e Revista Quem é Quem - Economia, assinou por três anos coluna diária de Economia e já produziu conteúdo para diversos portais de notícias do Brasil.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *