Se você acompanha o Blog de Valor e o nosso canal no Youtube já deve ter lido ou ouvido falar que a caderneta de poupança é o rendimento que oferece a pior rentabilidade entre as opções disponíveis atualmente no mercado. Então, como seria possível ficar rico investindo na poupança?

Pode parecer algo intangível, mas é perfeitamente possível ficar rico realizando aportes em um dos piores investimentos existentes no país atualmente. Continue a leitura e descubra como é possível enriquecer somente com investimentos na caderneta de poupança.

Rentabilidade x enriquecimento

Como você já deve saber, são inúmeras as alternativas à caderneta de poupança disponíveis em bancos e corretoras de valores. A maioria delas oferece rentabilidades muito superiores à poupança e, por isso, se tornam escolha natural de muitos investidores.

O que estes investidores ignoram, no entanto, é que o enriquecimento não está, necessariamente, ligado à rentabilidade de determinado investimento ou o modo como você investe. Este enriquecimento está associado, diretamente, à capacidade e disciplina do investidor de acumular dinheiro.

Aportes e o tempo

O poupador deve se atentar, antes das taxas oferecidas em cada produto financeiro, à quantidade de aportes realizados e o tempo. Tenha em mente que nenhuma taxa irá ganhar de aportes freqüentes realizados ao longo do tempo.

É preciso acumular com freqüência, realizando aportes periodicamente e fazendo com que o tempo trabalhe ao seu favor e a favor dos seus investimentos. De nada adianta encontrar uma boa opção de investimento se a acumulação e os aportes não são freqüentes.

A formação de patrimônio, portanto, não se dá exclusivamente por conta da rentabilidade – que é um componente importante neste processo, mas sim pelo comportamento do investidor. Existem investidores que se tornaram ricos investindo somente na poupança, enquanto existem aqueles que fazem aportes nos mais diversos produtos e não conseguem sequer se aproximar dos resultados obtidos por aportes realizados exclusivamente na caderneta de poupança.

Isso porque, enquanto aquele investidor que escolhe os melhores ativos para aportes, com as melhores rentabilidades, realiza investimentos eventualmente, o investidor da poupança mantém o hábito de realizar seus aportes periodicamente – aumentando, pouco a pouco, seu patrimônio mesmo com uma rentabilidade mais baixa.

Também existem aqueles investidores que têm uma determinada quantia investida e que se dedica o dia inteiro para monitorar aqueles investimentos, buscando uma rentabilidade que aquela quantia não pode lhe entregar. Enquanto isso, o tempo passa e novos aportes não são feitos – e aquele investidor que mantém o comportamento de realizar seus aportes mensalmente na poupança continua a acumular mais e mais dinheiro.

O grande segredo

A resposta à pergunta “como ficar rico investindo na poupança” é, portanto, o comportamento do investidor. Um poupador disciplinado, que se dedica ao seu trabalho e realiza seus aportes com freqüência – mesmo que na caderneta de poupança – certamente caminha a passos largos para o enriquecimento, enquanto um investidor indisciplinado – mesmo que tome as melhores decisões no campo dos investimentos, poderá nunca chegar a este patamar e não ficará rico com seus investimentos – não importa a rentabilidade que eles possam lhe trazer.

Quer acumular patrimônio e ter uma vida financeira mais tranquila? Então preste atenção ao seu comportamento e sua conduta em relação à acumulação e investimento do seu dinheiro. Poupar e investir frequentemente – mesmo que na caderneta de poupança – é o grande segredo para garantir uma formação de patrimônio mais sólida e a liberdade financeira que você sempre sonhou.

E você, têm o hábito de realizar investimentos com freqüência? Acredita que seja possível ficar rico investindo na poupança? Deixe seu comentário!

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

André Bona

André Bona possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, tendo auxiliado milhares de investidores a investir melhor seus recursos e é o criador do Blog de Valor - site de educação financeira independente.

shadow

Posts relacionados

Comentários

  1. Cris    

    Sim, acredito. Sempre lembro da história dessa senhora : https://economia.uol.com.br/empreendedorismo/noticias/redacao/2016/05/06/aposentada-junta-r-1-mi-em-30-anos-na-poupanca-e-abre-escola-de-esportes.htm
    A matéria é antiga mas me marcou muito pelo exemplo de persistência e disciplina em busca de um sonho. Sem isso nada é possível.

    1. Luana Neves    

      Que história bacana, Cris!! Um exemplo de persistência e disciplina, sem dúvidas.
      Obrigada por compartilhar esta matéria conosco!

      Abraço!

  2. Mauro    

    Eu penso como você. Embora tenha deixado a poupança, a pouco mais de dois anos, pelo Tesouro Direto (Selic)estou e, sempre estive convencido, de que os aportes mensais, é a melhor maneira de se juntar um bom montante de dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *