Quando falamos em seguros, é correto dizer que existem seguros que são mais conhecidos e utilizados pelos brasileiros, como o seguro para carros ou o seguro de vida. Mas, mesmo sendo de grande importância, muitos ainda se perguntam se é realmente válido contratar esse tipo de serviço.

Na maioria das vezes isso ocorre porque raramente é necessário recorrer ao seguro contratado. Obviamente, se precisamos acionar o seguro, é porque algo ruim aconteceu, certo? Assim, muitas vezes, as pessoas decidem contratar um seguro para o automóvel, por exemplo, mesmo sendo a contragosto, apenas visando a proteção do patrimônio.

Infelizmente, a mesma situação não ocorre na hora de contratar um seguro viagem. Mas já imaginou se algo de errado acontecer em sua viagem? Você pode estar muito longe de sua casa, sem amparo algum, caso não tenha contratado esse serviço.

Contratar algum tipo de seguro viagem é de suma importância para qualquer um. Você pode acabar passando pelos seguintes casos:

  • ficando doente;
  • a bagagem pode ser extraviada;
  • perder seus documentos;
  • se envolver em algum acidente;
  • necessitar de assistência jurídica

Tudo isso pode acontecer em sua tão sonhada viagem, já imaginou? É claro que nunca pensamos no pior, mas o melhor é sempre prevenir, principalmente para não perder dinheiro se algum imprevisto acontecer.

Por tudo isso, o seguro viagem é fundamental para qualquer local que você vá, ainda mais se forem destinos internacionais.

Neste artigo, você irá conhecer um pouco sobre os tipos de seguro viagem, onde você pode contratar este tipo de seguro, como ele funciona, quanto custa e o que você terá ao contratá-lo.

Venha conosco e aprenda a se prevenir em todas as suas viagens. Afinal, se algo acontecer, isso pode ser um grande obstáculo no seu planejamento financeiro.

Então, para começarmos, é fundamental entender como o seguro viagem funciona. Vamos lá?

Como funciona o seguro viagem?

Contratar um tipo de seguro viagem, em geral, serve para que o turista se mantenha protegido financeiramente de eventualidades, em situações emergenciais. O seguro cobre acidentes pessoais, doenças e outras emergências durante a viagem e acaba sendo uma ferramenta importantíssima para qualquer viajante.

O seguro viagem na Europa, por exemplo, é exigido, devido ao Tratado de Schengen. Este acordo obriga a contratação de seguro viagem para turistas, a fim de evitar que o turista gere gastos públicos aos países da região, uma vez que o seguro será responsável por quitar eventuais despesas do viajante que estão cobertas na apólice.

Mas como o seguro viagem funciona na prática? Geralmente, se você sofrer um acidente ou adoecer, poderá comparecer em algum hospital ou clínica conveniada ao seguro e pagar todos os custos médicos. Posteriormente, o seguro viagem irá fazer o reembolso do valor.

Existem também situações nas quais o seguro é acionando previamente e as despesas não precisam ser quitadas pelo viajante, principalmente em situações mais graves, como internações. Isso ocorre, por exemplo, quando o viajante contrata um serviço chamado de assistência viagem.  Este serviço custa mais caro que o seguro, mas pode valer muito a pena para o turista.

Entendeu como o seguro viagem funciona? Veja agora onde você pode contratá-lo.

Onde posso fazer a cotação e contratar o meu seguro viagem?

Você pode fazer a cotação do seguro viagem e contratar o seguro viagem a partir de instituições especializadas em seguro ou por meio de outras instituições. como bancos. Em qualquer um dos casos, você pode escolher o tipo de seguro viagem que mais lhe agrada, sempre pensando no seu custo-benefício, e contratá-lo.

Se preferir, você também poderá contratar um seguro viagem diretamente com o seu cartão de crédito. Muitas vezes, aqueles que possuem um alto limite costumam oferecer algum seguro viagem, especialmente quando a passagem aérea é adquirida com o cartão.

Mas quanto custa um seguro viagem, afinal?

Se o seu receio é o preço do seguro viagem que tranquilo! É possível encontrar um seguro viagem com preços competitivos, que não geram um custo muito alto ao viajante e que podem resguardá-lo de muitos problemas durante a viagem.

Existem planos mais básicos de seguro viagem e planos mais caros. Tenha em mente, entretanto, que quanto mais coisas o seguro cobrir, mais o valor irá aumentar. 

No próximo tópico, você descobrirá quais são os principais tipos de seguro viagem que você pode contratar para se prevenir.

Os principais tipos de seguro viagem

Para escolher o melhor seguro viagem, o ideal é analisar todos os tipos de seguro e verificar aquele que cobre tudo o que você precisa, além de ter um custo que você poderá arcar.

Confira abaixo os principais tipos de seguro viagem. Escolha o que mais pode ser útil para a sua próxima viagem.

Seguro de viagem individual

É o mais comum do mercado. É possível escolher um plano personalizado, de acordo com o tipo de viagem que você fará e contratar  coberturas complementares, de acordo com seus interesses.

Assim, você também poderá adicionar, por exemplo, coberturas para casos de extravio da sua bagagem ou perda de voo.

Seguro de viagem empresarial

Caso você faça viagens a trabalho, este tipo de seguro é o ideal. Aqui, você irá representar apenas a sua empresa na viagem. Assim, este tipo de seguro não é indicado para viagens a lazer, por exemplo. Com este seguro, você terá cobertura de danos físicos ou materiais que ocorrerem nas viagens corporativas.

Geralmente, as empresas contratam este seguro viagem por apólice aberta, englobando todas as viagem no período de um ano. É possível distribuir o seguro para todas as pessoas e de diferentes cargos na empresa: estagiários, empregados, diretores, etc.

Neste caso, a empresa de seguros que for contratada deverá ser avisada previamente sobre todas as viagens que ocorrerão no mês vigente. Este tipo de seguro possui validade para todo o território nacional ou internacional.

Seguro de viagem familiar ou em grupo

Se você ama viajar com a família ou em grupo, este tipo de seguro viagem é uma ótima escolha. Este tipo de seguro possui mais vantagens se comparado com o seguro individual. A mais importante destas vantagens é que todas as pessoas no grupo irão economizar dinheiro. Não se esqueça que poupar é a melhor forma de pensar no futuro!

O seguro viagem familiar tende a ser mais barato que o individual justamente por conta do número de integrantes da apólice. As coberturas de um plano em grupo são iguais aos planos individuais, mas o número de pessoas cobertas pelo seguro permitem um desconto.

Há também outros tipos de seguro no mercado: para quem viaja a estudos, para apenas viagens internacionais ou nacionais, para gestantes, para viagens marítimas ou para praticantes de esportes radicais (este é bem caro, pois garante, literalmente, a sobrevivência de quem contratou).

Portanto, seja para se divertir sozinho, em grupo ou para fazer uma viagem a trabalho, procure sempre conhecer os tipos de seguro viagem disponíveis no mercado e escolha aquele que melhor atender às suas necessidades.

E nunca se esqueça: faça sempre o planejamento financeiro antes de viajar, ok? Assim você protege também suas finanças antes, durante e depois de qualquer viagem!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *