Quem trabalha demais ou em algum ambiente com muita competitividade, por exemplo, pode acabar tendo estresse no trabalho. Segundo pesquisa do International Stress Management Association (Isma – Brasil), o Brasil é o segundo país mais estressado do mundo.

Ainda, o estudo relata que é o trabalho o maior motivo pelo estresse que os brasileiros enfrentam. Esta foi a resposta dada por cerca de 69% dos entrevistados.

Outra pesquisa alerta, por outro lado, que somente 18% das empresas procuram ações para manter a saúde mental dos seus times. Dados preocupantes que fazem com que seja extremamente comum empregados e colaboradores ficarem desgastados com sua relação de trabalho.

Quer entender melhor sobre o assunto? Então leia o artigo e saiba mais sobre os motivos do estresse no trabalho, sintomas e como lidar com esse problema!

O que é estresse no trabalho?

Antes de tudo, devemos entender o conceito desse termo. O estresse se manifesta como um conjunto de reações físicas, mentais e químicas de um indivíduo a fatores externos presentes no ambiente.

Toda pessoa que trabalhe em qualquer lugar está exposto a diferentes tipos de estressores que podem afetar sua saúde mental, inclusive. E é exatamente por conta da frequência do estresse no ambiente de trabalho que este problema é tão sério.

Por que pessoas ficam estressadas no trabalho?

O ambiente de trabalho é composto por pessoas muito diferentes que, ao mesmo tempo que é bom por causa da diversidade de ideias, pode ser ruim por poder causar problemas de desavenças. Entretanto, não são apenas as relações entre as pessoas podem causar estresse.

Empresas que fazem seus trabalhadores cumprimem metas absurdas e que propicia um ambiente onde haja rivalidade e competitividade, por exemplo, também favorecem a ocorrência do estresse no trabalho.

Ainda há muitos outros fatores que contribuem para agravar esse problema. Inclusive, o relacionamento entre os trabalhadores pode ficar comprometido.

Quais as maiores causas de estresse no trabalho?

Há diversos fatores que causam o estresse no ambiente laborativo. A seguir, veja os principais.

Acúmulo de funções

Ambientes no qual o chefe ou responsável pede mais atividades ou até funções diferentes podem levar o trabalhador a uma sobrecarga. Com a crise financeira que assolou o país, muitos lugares diminuíram seus quadros de funcionários e assim, acabam exigindo muito dos funcionários.

Cobrança por resultados imediatos

Atualmente, muitas organizações contratam pessoas sem o interesse em treiná-las. Contratar por experiência não é problema, mas muitas vezes, por considerar que o novo colaborador possui conhecimento, acabam exigindo resultados muito imediatos.

Isso leva quem presta o serviço a ficar pressionado e estressado.

Metas absurdas

O problema não são as metas serem altas, mas sim, serem absurdas e irreais. Se a empresa sabe que determinado objetivo é inalcançável, não deveria pressionar a equipe para alcançá-lo.

Os gestores devem entender bem sobre as possibilidades da empresa para passarem metas reais aos colaboradores.

Alta competitividade entre os trabalhadores

Ambientes competitivos, de uma certa forma, não são negativos. Se incentivada da forma correta e saudável, a competitividade pode fazer com que todos se esforcem para melhorar.

Porém, quando incentivada de maneira tóxica, pode causar desavenças e rivalidade entre colegas, levando ao desgaste nas relações de trabalho e, consequentemente, estresse.

Relacionamentos profissionais difíceis

Às vezes, trabalhamos em lugares que simplesmente a relação entre colegas não é a das melhores. Isso pode acontecer porque nem sempre conseguimos fazer amizade ou nos entendermos com todos, mesmo não havendo competitividade ou qualquer outro motivo.

Trabalhar em um lugar no qual você não consegue se dar bem ou pelo menos ficar em harmonia com seus colegas é prejudicial. Ambientes com fofocas e pessoas que não se gostam contribuem para o estresse.

Violência

Determinados tipos de violência podem ser encontrados em diversos ambientes de trabalho, como: abuso de autoridade, assédio moral, assédio sexual, difamação e coação.  Esses casos, por menos graves que sejam, devem ser denunciados.

Entretanto, muitos sentem medo e acabam não fazendo isso. Dessa forma, sofrem calados e acabam se estressando, além de passar por outros sentimentos.

Falta de comunicação

Esse é um grande problema. Equipes que não se comunicam de forma efetiva geralmente não conseguem entender o que os outros querem e com isso, não conseguem trazer resultados.

A falta de comunicação provoca:

  • desencontro de informações;
  • má interpretação de gestos e conversas;
  • faz com que as tarefas atribuídas não sejam claras;
  • falta de colaboração e coordenação dos projetos;
  • pouco envolvimento da equipe;
  • problema na definição de tarefas que são prioridades, etc

A comunicação deve ser a base de todo local de trabalho. Inclusive, os gestores e líderes de setores devem sempre deixar claro o que querem de seus subordinados, estabelecer metas e tarefas claras e sempre manter o contato com todos.

Além desses problemas, podemos citar: sobrecarga de trabalho, pressão, mudanças bruscas de funções, antecipação de prazos, distorção de funções, liderança confusa e a incerteza sobre o próprio cargo no projeto.

Quais são os sintomas do estresse no trabalho?

Alguns sinais podem indicar que a pessoa está estressada, veja a seguir alguns:

  • cansaço, mas não consegue se desligar após o expediente;
  • evita contato com colegas de trabalho;
  • acredita que ninguém seja competente para dividir as tarefas;
  • esquecimento e falta de concentração;
  • ansiedade;
  • dores de cabeça;
  • insônia;
  • irritação;
  • insegurança;
  • sonhar com trabalho.

Ainda, o corpo pode sofrer com: perda de cabelos, aumento de peso e alteração na pressão arterial, dentre outros.

Como combater o estresse no trabalho?

O estresse desgasta e faz muito mal para a saúde do trabalhador. Dessa forma, ele não conseguirá trazer mais resultados.

A empresa perde muito com isso, pois prestadores de serviços com boa saúde mental são a base para o bom funcionamento da empresa. Portanto, toda empresa deve trabalhar para manter um ambiente saudável para seus funcionários.

A seguir, veja o que fazer para combater esse mal:

Não tente ser perfeito

Entenda suas limitações. Ninguém sabe de absolutamente tudo sobre uma determinada área.

Abraçar o mundo também não é possível. Por isso, nem tente fazer isso.

Estabeleça horários

Criar uma rotina ajuda a pessoa administrar melhor seu tempo. Por isso, estabeleça o horário para trabalhar e o horário para descansar.

Defina prioridades

Defina quais tarefas são mais urgentes e execute-as primeiro. Assim, você não corre o risco de deixar algo importante passar e não se perde no meio de muitas atividades.

Evite se distrair

Distração é o maior vilão da produtividade. Quando estiver trabalhando, desligue-se de redes sociais e celulares.

Responda mensagens apenas após as prioridades estarem prontas. Ferramentas tecnológicas são ótimas, mas podem prejudicar muito.

Descanse

Estabeleça um tempo para descansar. Além disso, tenha uma boa noite de sono para acordar energizado no dia seguinte.

Tenha tempo para se divertir

Tenha um hobby, passeie e passe tempo com amigos e família. Esses momentos são importantes para sua saúde mental.

Tente ter relações saudáveis no ambiente de trabalho

Você não precisa gostar e ser amigos dos seus colegas de trabalho. Contudo, isso não impede que você tentar conviver harmoniosamente com eles.

As empresas também podem implementar ações para que seus funcionários não fiquem estressados no trabalho. Incentivar um ambiente harmonioso entre os colegas, respeitar o horário de cada um e entender que as pessoas não são perfeitas e podem errar ou apresentar limitações são algumas delas.

Outra boa maneira de combater esse problema é vendo as maiores causas citadas acima e fazer ações para preveni-las.

Conclusão

Estresse no trabalho é algo que prejudica muito a vida das pessoas e também o bom andamento da empresa. Infelizmente, trata-se de um problema comum, e cabe às empresas trabalharem para manter o ambiente laboral o mais saudável possível.

Se uma pessoa sente que está estressada, o ideal é pedir ajuda ou identificar os problemas o quanto antes para poder reverter o esse quadro.

Se você percebeu algumas dessas causas e sintomas acontecendo, use as dicas e melhore já antes que seja tarde!

E você? Já se estressou por motivos de trabalhos? Então que tal mudar de vida e aprender a investir seu dinheiro? Assine já nossa newsletter e comece agora essa mudança!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *