Se você está procurando formas de investir em um negócio próprio, as franquias podem ser boas opções. Principalmente para quem não quer começar algo totalmente do zero, uma vez que neste modelo de negócio o empreendedor conta com uma estrutura de licenciamento de terceiros.

Outra vantagem sempre citada pelos especialistas sobre as franquias é que elas abrem a possibilidade de trabalhar com marcas bem conhecidas. O que quase sempre é garantia de público.

A compra de uma franquia, no entanto, oferece outras vantagens que não estão disponíveis para o empreendedor que começa o seu negócio sem esse tipo de apoio. Continue a leitura do artigo para entender como funcionam as franquias e como elas podem ser vantajosas.

O que são franquias?

Essencialmente, uma franquia (ou franchising) é uma maneira de estruturar um negócio na qual o proprietário de uma empresa (franqueador) licencia a terceiros (franqueado) o direito de operar uma filial da sua empresa ou distribuir mercadorias e/ou serviços usando o nome e os sistemas comerciais da franqueadora por um período acordado de tempo. Tudo isso em troca de uma taxa.

A taxa para operar uma franquia pode ser um pagamento adiantado feito pelo franqueado ao franqueador, uma taxa contínua, como  uma porcentagem acordada de receita ou lucro mensal, por exemplo. Ou ainda uma combinação dos dois tipos de pagamento.

Em troca deste pagamento, o franqueado obtém o uso de uma marca comercial, o suporte contínuo do franqueador e o direito de usar o sistema do franqueador de fazer negócios e vender seus produtos ou serviços.

Mesmo com o pagamento da taxa em questão, ainda assim uma franchising é uma boa alternativa para o franqueador iniciar os seus negócios. E, posteriormente, até mesmo construir uma cadeia de lojas utilizando a estratégia de expansão de negócios mais adequada para o seu empreendimento.

Não é à toa que as franquias são sempre modelos muito procurados por novos empreendedores, e até mesmo por empresários experientes que desejam mudar de setor ou se aventurar por um novo empreendimento. Seu sucesso pode ser atribuído ao fato de a franchising oferecer incentivos para franqueadores e franqueados, pois ambos compartilham o sucesso do negócio operado pelo franqueado.

Franquias como estratégia de expansão de negócios

As franquias também podem, inclusive, funcionar como uma estratégia de expansão de negócios para quem já tem um empreendimento consolidado. Nesse caso, os empresários que buscam estratégias inovadoras de crescimento podem considerar a possibilidade de franquear seus negócios.

O franchising é um modelo de negócios comprovado que pode gerar crescimento acelerado e penetração rápida no mercado. No entanto, é uma estratégia para as empresas que compreendem claramente a base de seu sucesso e são capazes de repetir esse modelo repetidamente.

Para empreendimentos cujo sucesso se baseia no desenvolvimento da marca, a consistência e a franquia organizacional ou de excelência em processos podem muito bem ser as estratégias certas para o crescimento e expansão de negócios.

Quando uma empresa deve se tornar uma franquia?

É importante ressaltar que, para que a franquia seja um sucesso, deve haver benefício mútuo. Então, se a sua empresa não está pronta para oferecer todo o suporte que um franqueado precisa, muito provavelmente a empreitada não será bem-sucedida.

A franchising é uma parceria de longo prazo e as empresas que desejam se tornar uma franquia devem reconhecer a verdadeira natureza desse relacionamento, assim como as responsabilidades de cada parceiro.

Normalmente, um franqueado paga ao franqueador:

  • Uma licença ou taxa de compra;
  • Uma porcentagem das vendas ou lucros;
  • Uma taxa anual

Em troca, os franqueados devem fornecer:

  • Treino inicial;
  • Manuais de operações;
  • Um pacote de inicialização;
  • Um lugar para o empreendimento;
  • Suporte contínuo nas operações do negócio;
  • Suporte de marketing nacional e/ou regional (incluindo possíveis leads e oportunidades);
  • Uma licença de marca comercial;
  • Dependendo do tipo de franquia, o acordo também pode incluir o fornecimento de produtos, matérias-primas ou suprimentos

Vale ressaltar que nem toda empresa vai combinar com o modelo de franquias. Por isso, é importante estudar o mercado através de pesquisas e outros exemplos de empresas, a fim de identificar se esse modelo serve como estratégia de expansão de negócios para o seu empreendimento.

Em geral, as empresas que se dão bem se tornando uma franquia possuem algumas características básicas. Veja quais são essas características que funcionam como dicas para expandir o negócio.

Ter uma marca definida

O núcleo de uma operação bem-sucedida de franquia é a marca. Os franqueadores devem ter uma marca com a qual as pessoas desejam comprar e se associar. Ela deve ser reconhecível, respeitada e apropriada para uso em diferentes lugares.

Uma proposta de vendas convincente

A nova franquia deve ter uma proposta de vendas clara e que seja compreendida facilmente. Seja com base no preço, na qualidade, no serviço, disponibilidade ou o que for – o que é prometido deve sempre ser entregue.

Consistência do produto e/ou serviço

Os produtos ou serviços em si não precisam ser exclusivos ou até mesmo os melhores da categoria. Mas precisam ser consistentes nos atributos de qualidade, preço e disponibilidade para refletirem a marca.

Modelo repetível

Mais que produtos e serviços, os franqueadores não estão apenas vendendo um produto ou serviço, mas uma maneira pela qual os negócios são realizados com base em um modelo de negócios comprovado.

Uma empresa que não toma decisões nem implementa atividades de forma consistente com os métodos de trabalho acordados, portanto, terá dificuldade em satisfazer as necessidades de um franqueado.

Histórico comprovado

Embora não seja impossível, vender um “conceito” a um potencial franqueado é uma tarefa mais complexa que apresentar dados que comprovem como o seu negócio pode ser uma ótima rede de franquias.

Ter produtos e/ou serviços que comprovem a qualidade do seu negócio dentro de um mercado é sempre a melhor maneira de “convencer” outro empreendedor a investir dinheiro na sua franquia.

Como as franquias trazem vantagens para franqueadores e franqueados, é importante lembrar que a cooperação entre ambos é fundamental para o sucesso.

Enquanto a franchising permite que “empreendedores de fórmula” operem um negócio sob marcas identificadas, estes empreendedores garantem, por outro lado, lucro e expansão para o franqueador. Vale a pena tentar, não é mesmo?

Gostou deste conteúdo? Então aproveite para conferir também o nosso canal no Youtube com muitos outros materiais e dicas sobre finanças e investimentos

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *