A Ambev anunciou, nesta quarta-feira (9), um lucro de R$ 2,5 bilhões nos primeiros três meses de 2018. Os bons números trimestrais apresentados pela maior fabricante de cervejas e refrigerantes da América Latina na comparação ao mesmo período em 2017, no entanto, foram ofuscados pela divulgação da queda nas vendas da Ambev no Brasil no início do ano.

De acordo com o relatório divulgado pela companhia, o lucro trimestral líquido avançou 14,4%, no primeiro trimestre de 2018 na comparação com os mesmos meses em 2017, atingindo R$ 2,5 bilhões. O resultado positivo, no entanto, não superou o lucro registrado no último trimestre de 2017, quando a Ambev atingiu a marca de R$ 3,299 bilhões em lucro.

Já a receita líquida da fabricante de cervejas e refrigerantes cresceu 5,9% no trimestre em relação aos resultados trimestrais de 2017, para R$ 11,64 bilhões. Para a companhia, os resultados positivos do trimestre foram alcançados graças “ à redução das despesas financeiras” e a um “crescimento orgânico do Ebitda (o lucro de juros antes de juros, impostos, depreciação e amortização)”, já que a margem Ebitda ajustada também avançou 1,2 ponto percentual, chegando a 39,9%.

Vendas em queda no mercado brasileiro

Apesar do lucro da Ambev e as receitas terem crescido no período, a companhia registrou uma importante queda  de 1,8% nas vendas de cervejas e refrigerantes no Brasil na comparação com o ano passado, que acabou sendo absorvida pelos bons resultados da companhia no início do ano.  As vendas de cervejas de Ambev caíram 8,1% no período, enquanto o volume de vendas de refrigerantes despencou 19,4% no trimestre.

“Já havíamos antecipado que o trimestre seria desafiador em termos de volume dada a base de comparação difícil com o mesmo período de 2017, quando crescemos acima da indústria. Além disso, o setor cervejeiro como um todo apresentou nova contração no trimestre, dado o Carnaval logo no início de fevereiro e o clima menos quente”, afirmou o vice-presidente financeiro e de relações com investidores da Ambev, Ricardo Rittes.

Fora do país, os resultados da Ambev foram positivos. Na divisão que inclui outros países da América do Sul, a receita líquida da fabricante de bebidas avançou 24,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Na região do Caribe, os ganhos foram de 8,7%, enquanto no Canadá os números da Ambev permaneceram estáveis nos três primeiros meses do ano.

A Ambev é a maior empresa brasileira de capital aberto do país em valor de mercado – com avaliação em R$ 350 bilhões. Na tarde desta quarta-feira (9), as ações da Ambev (ABEV3) eram negociadas a R$ 22,13 – uma leve queda de 1,38%.

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *