Se você investe na bolsa de valores, precisa saber o que é stock picking. Você já ouviu falar sobre o tema?

Essa é uma estratégia muito utilizada por grandes investidores ao redor do mundo. E também pode ajudar aqueles que desejam aprender a escolher os ativos para compor sua carteira de Ações.

Continue a leitura do artigo para entender o que é stock picking e veja como essa estratégia funciona!

O que é stock picking?

Stock picking é o termo utilizado para se referir a uma estratégia de investimento que consiste em selecionar Ações que acredita ter um bom potencial de valorização.

Em inglês, “stock” se refere aos papéis de companhias estadunidenses. “Picking”, por sua vez, pode ter o significado de “seleção”. Isso significa que o investidor que realiza stock picking está, na verdade, escolhendo os ativos que acredita ter boas oportunidades de retorno, de preferência acima da média do mercado.

Dessa forma, o portfólio de investimentos de um investidor que utiliza essa estratégia pode ter alterações mais frequentes, à medida que ele enxerga boas oportunidades no mercado acionário.  Vale destacar que o stock picking também costuma ser utilizado em fundos de investimento em Ações com gestão ativa.

Como essa estratégia de investimento funciona?

Ao entender o que é stock picking, você pode ter a impressão de que o funcionamento dessa estratégia é simples. Pelo contrário, ela exige muito estudo.

Para adotá-la, é essencial conhecer a fundo as companhias que deseja ter em seu portfólio. O investimento em Ações não é previsível, e as oscilações são constantes. No entanto, é possível realizar análises para fazer melhores escolhas.

O stock picking tem maiores chances de sucesso, portanto, com uma boa análise fundamentalista das companhias. Não basta que elas sejam sólidas no mercado. É preciso que elas sejam bem administradas, que suas Ações estejam sendo vendidas a um preço atrativo – de preferência abaixo do seu valor intrínseco – e que exista o potencial de valorização.

Portanto, quem faz análises de qualidade para entender o valuation das empresas tem maiores chances de obter êxito com o stock picking.

Quais os critérios do stock picking?

Essa estratégia utiliza alguns critérios para seleção dos papéis. Para definir a qualidade da empresa, devem ser observados e cumpridos três quesitos principais.

São eles:

  • margem de lucro alta;
  • percentual de retorno significativo sobre o valor patrimonial da companhia;
  • baixas taxas de endividamento.

Esses indicadores não são difíceis de serem encontrados e podem ser buscados em demonstrações financeiras da organização.

Outro critério, agora para selecionar as Ações, é o seu preço na bolsa de valores. Para definir o preço de um ativo, devem ser observados os indicadores financeiros da companhia – como vimos acima.

De maneira geral, sociedades consideradas fortes são aquelas que fazem parte de setores de destaque no mercado ou que estão ganhando força. Além disso, costumam ser bem consolidadas e possuem objetivos bem definidos.

Quais as vantagens de realizar o stock picking?

Selecionar as ações por meio dessa estratégia pode ser vantajoso por diversos motivos. Confira os principais:

Permite escolher empresas com bom potencial de retorno

A primeira delas, como você já percebeu, é a possibilidade de encontrar companhias com grande potencial de valorização. Quem investe com objetivo de ter bons resultados no futuro pode considerar investir em empresas sólidas.

Facilita a escolha de empresas com menores riscos

A partir das análises mais robustas para escolha dos ativos, as chances de investir em companhias de menor risco é maior. Assim, você consegue ampliar seu manejo de risco e pode compor um portfólio mais sólido.

Permite a adequação aos objetivos do investidor

Por fim, é possível montar uma carteira conforme o desejo do investidor. Por exemplo, você pode criar um portfólio mais agressivo ou um mais moderado.

Sendo assim, com o stock picking é possível encontrar boas oportunidades – de maior ou menor risco – na bolsa de valores. Uma estratégia, portanto, que pode fazer sentido para diferentes tipos de investidores.

Quem pode fazer o uso dessa técnica?

Todo investidor que investe no mercado de Ações e deseja encontrar melhores ativos para investir pode utilizar essa técnica. Contudo, é importante ressaltar que o stock picking é uma estratégia voltada para o longo prazo.

Lembre-se que ela se relaciona com o valor intrínseco da companhia e não funciona com movimentos de curto prazo. Ou seja, se o objetivo é especular, o stock picking pode não ser para você.

Investidores que gostam de montar suas carteiras analisando ativo por ativo ou apostam em análises como o value investing também podem se beneficiar. Ou seja, de modo geral, se você investe objetivando o longo prazo e deseja fazer boas escolhas para o portfólio, o stock picking pode ser interessante.

No entanto, antes de fazer seus aportes, não esqueça de considerar seu perfil de investidor e objetivos. Afinal, sua carteira e estratégia devem estar alinhados a ele.

Como fazer o stock picking na prática?

Se você acredita que o stock picking pode fazer sentido para o seu caso, descubra como colocá-lo em prática:

Analise o cenário macroeconômico

Analisar o cenário macroeconômico com um olhar crítico é importante para identificar o que as empresas podem enfrentar. Assim, o investidor consegue entender se há perspectivas de crescimento, mesmo em cenários menos favoráveis.

Aprenda a analisar os fundamentos de uma Ação

Vale repetir: as análises são essenciais. Você pode acompanhar diversos indicadores, como o EBIT, EBITDA, P/L, entre outros. E não se esqueça que uma boa avaliação envolve acompanhar diferentes fundamentos.

Como você viu, saber o que é stock picking e como funciona essa estratégia pode ajudar você a selecionar Ações para o seu portfólio. No entanto, antes de colocar a técnica em prática, não deixe de avaliar se o seu perfil e objetivos estão alinhados a ela.

Agora que você aprendeu o que é stock picking, aproveite para entender o que são empresas ESG e o que as tornam atraentes para os investidores!   

 

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *