“Pai Rico Pai Pobre”, do autor Robert Kiyosaki e coautora Sharon L. Lechter é um best seller do qual muito provavelmente você já ouvir falar. O livro traz lições fantásticas sobre finanças e dinheiro, e é de leitura obrigatória não só para quem quer mudar de vida, mas principalmente, para quem precisa aprender a questionar seus atos.

A obra de Kiyosaki, um empresário estadunidense nascido no Havaí,  aborda as lições que aprendeu sobre dinheiro e finanças. Ele conta que teve dois pais: um rico e um pobre. Cada um lhe ensinou diferentes lições e tinham visões bem distintas sobre enriquecimento.

Você quer aprender a lidar com o dinheiro e enriquecer? Quer melhorar sua vida? Então leia o artigo e descubra 8 fantásticas lições que o livro ensina e comece sua jornada rumo à prosperidade financeira!

1. Saia da corrida dos ratos

A primeira lição de Pai Rico Pai Pobre já é um “tapa na cara” de quem vive sem questionar suas ações. Muito provavelmente você conhece pessoas que estão no que o autor chama de “corrida dos ratos”. Essa tal corrida acontece porque somos impulsionados a gastar mais e mais com coisas que nem sequer precisamos.

As pessoas trabalham, recebem seu salário e o gastam. Mesmo recebendo uma promoção ou encontrando um emprego melhor, essa situação não melhora, porque quanto mais as pessoas ganham, mais elas tendem a gastar. Isso é uma triste realidade.

Sair desse ciclo, parar de gastar seu salário com o que não importa e não tentar ter um padrão de vida mais caro são os primeiros passos rumo a abundância financeira.

2. Entenda a diferença de “ser pobre” e “estar quebrado”

Há duas formas que podemos nos enxergar quando não temos dinheiro: uma que afirma que a pobreza está ali porque se é pobre e outra que diz que se está quebrado em um determinado momento.

Os que dizem que são pobres pensam que não há jeito e continuam com pensamentos negativos em momentos de crise, afirmando que “não há o que fazer”. Os que falam que estão quebrados sabem que aquela situação é momentânea, que perder dinheiro era uma possibilidade e encontram meios para sair dessa situação e melhorar. Pense nisso antes de afirmar algo sobre seu estado financeiro.

3. Não pare de estudar

Muitos pensam que após a faculdade ou pós graduação, os estudos acabam. Para o autor de Pai Rico Pai Pobre, não se deve parar de estudar nunca, pois o conhecimento é o que nos ajuda a crescer.

Por isso, não deixe de ler e aprender, seja sobre sua área, sobre o mercado, assuntos que lhe interessam e muitos outros. Diversificar o conteúdo é bom e assim, podemos tirar lições que podem nos ajudar a melhorar cada vez mais, seja como pessoa ou em qualquer área da vida.

Lembre-se do que Leonardo da Vinci disse: “O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice”.

4. Entenda o que são ativos e o que são passivos

Talvez essa seja uma das mais importantes lições do livro Pai Rico Pai Pobre. Ativo é tudo que coloca dinheiro no seu bolso, como seu salário. Passivo é tudo que tira dinheiro de você, como financiamentos e contas, por exemplo.

É normal muitos confundirem esses conceitos. É aqui que ricos e pobres são separados. O pobre gasta seu dinheiro (e também o dinheiro que não tem) em passivos e geralmente confia em um único ativo no final do mês, o salário. O rico diversifica seus ativos, aumentando suas fontes de renda e somente depois gasta com passivos.

Por isso, não viva somente com uma fonte de renda! Aprenda a dizer não para o consumo compulsivo e pare de comprar tantos passivos. Descubra formas de aumentar seus ativos, tendo mais fontes de renda.

Outra forma de ter mais dinheiro é apostando em rendas passivas, que é uma maneira de receber dinheiro enquanto você não trabalha. Lógico que no início, planejar algo que lhe dará esse tipo de renda exigirá tempo e esforço. Criar um curso online, investir no longo prazo e escrever um livro são opções que podem gerar renda passiva no futuro, por exemplo.

5. Não acredite em crenças limitantes

Aquelas famosas crenças como “o dinheiro é a raiz de todo mal” e “estude muito para conseguir um bom emprego” são repetidas quase que para todo mundo. Mas a verdade é que são maléficas.

Pessoas que pensam assim não sabem lidar com o dinheiro e geralmente se encontram em situações diferentes das dos ricos. Ao invés de ouvi-las, prefira acreditar que “a falta de dinheiro que é a raiz de todo mal” ou “sempre estude muito para montar ou comprar uma empresa”.

Consegue perceber a diferença nesses pensamentos? Mudar a mentalidade é essencial para melhorar de vida, pois tudo começa pela nossa mente.

6. Não trabalhe pelo dinheiro

A maioria trabalha para receber dinheiro. Não seja como essa grande maioria.

Em vez de fazer isso, receba o dinheiro e faça-o trabalhar para você. Você não pode ser escravo do capital, é o capital que deve colaborar com você.

7. Seja um empreendedor e um investidor

O autor aconselha muito a estudar sobre empreendedorismo em Pai Rico Pai Pobre. Além disso, ele comenta que há quatro perfis de pessoas: os empregados e os autônomos de um lado e os empreendedores e investidores de outro.

Pode parecer óbvio, mas sim, a maioria das pessoas se encontram do lado dos empregados e autônomos e poucos se arriscam a entrar para o lado dos empreendedores e investidores.

Essas quatro classificações não são definitivas, ou seja, uma pessoa não precisa ficar em um perfil para sempre. O importante é não ter medo e, conforme for aprendendo mais sobre o assunto, tente mudar para o lado mais benéfico financeiramente, o lado dos que empreendem e investem.

8. Eduque-se financeiramente

Por último, mas não menos importante, se educar financeiramente é fundamental. Por isso, esteja sempre informado sobre o mercado e leia sobre finanças, formas de investir dinheiro e de viver bem sem ter muitos gastos. Há muitos livros, blogs, canais e cursos sobre o assunto que podem lhe guiar nessa nova fase de aprendizado!

Não aprendemos sobre educação financeira nas escolas e muitos também não aprendem em casa, mas cabe a cada um estudar sobre o assunto e se aprimorar sempre que puder.

O livro “Pai Rico Pai Pobre” é excelente para nos fazer acordar e questionar a vida que levamos. Deve ser leitura fundamental para aqueles que querem ter um futuro com estabilidade financeira e não quer cometer os mesmos erros que grande parcela da sociedade comete. Por isso, não deixe de aplicar essas lições e tenha um futuro abundante!

Gostou das lições? Então assine nossa newsletter e comece a aprender já sobre finanças e investimentos!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

Nosso site é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *