A bolsa de valores tem atraído cada vez mais investidores de diferentes perfis — moderados ou arrojados, iniciantes ou mais experientes. As ações, de fato, podem ser uma oportunidade para lucrar, mas você sabe qual é o momento certo para investir?

Embora a lucratividade seja um assunto que desperta a atenção de muitas pessoas, é preciso considerar os riscos. Ao entender como a bolsa de valores funciona você pode evitar contratempos. Afinal, um cenário repleto de variações exige as estratégias certas para alcançar os objetivos.

Nesse sentido, é interessante que todo investidor aprenda pontos relevantes para atuar no mercado acionário. Pensando nisso, descubra neste artigo quando investir em ações e acompanhe informações valiosas para acertar nas suas decisões no mercado financeiro!

O que é preciso considerar antes de investir em ações?

Para ter sucesso no mercado financeiro o investidor deve desenvolver habilidades específicas, conhecer o funcionamento da bolsa de valores e o próprio perfil. Esses cuidados ajudam a se planejar e dominar as estratégias para acertar nas decisões.

No entanto, esse processo é gradativo e pessoal, principalmente considerando que existem formas diferentes de lidar com ações. Isso significa que, além de entender sobre o mercado e o perfil, é imprescindível saber analisar o seu momento ideal para investir.

Veja o que considerar para saber quando investir em ações!

Conhecer o seu perfil de investidor

Um dos passos mais importantes para saber quando investir em ações é, como você viu, conhecer o seu perfil de investidor. Essa é uma informação essencial para direcionar o seu comportamento e a tolerância aos riscos.

O processo ainda ajuda a identificar os tipos de investimentos que mais combinam com seus objetivos. Os principais perfis de investidores são:

  • perfil conservador: é um investidor que não tolera riscos e, por isso, faz aplicações da maior parte do capital na renda fixa;
  • perfil moderado: é um perfil que preza pela segurança e evita riscos, no entanto, tem uma carteira diversificada e se arrisca um pouco mais;
  • perfil arrojado: é um perfil que está disposto a correr riscos, pois aceita a possibilidade de perda para buscar uma lucratividade expressiva.

Considerando que as ações têm maior riscos e que os resultados não são previsíveis, elas costumam ser mais adequadas para pessoas moderadas e arrojadas. Os conservadores normalmente não lidam bem com a volatilidade e a chance de perda.

Entender os seus objetivos

Além do perfil, todo investidor deve ter em mente os seus objetivos no mercado, de maneira clara e bem planejada. Isso facilita a busca por oportunidades. Afinal, cada investimento pode ser mais ou menos interessante para determinado plano.

Ações não são adequadas para reserva de emergência, por exemplo. Esse dinheiro precisa estar em segurança e em alta liquidez. Por isso, é essencial mapear seus objetivos, tanto a curto, médio e longo prazo, para tomar as melhores decisões.

Ao definir seus planos, você terá mais clareza para saber quais ativos são ideais para contribuir com suas pretensões. De modo geral, as ações são mais utilizadas para objetivos de longo prazo, porque nesse período é possível se expor a riscos mais controlados.

Ter um manejo de risco

Você já sabe que a bolsa de valores é conhecida por sua volatilidade. Sendo assim, ter formas de controlar o risco é essencial. Uma delas é justamente focar nos investimentos a longo prazo. Afinal, essa atitude deixa sua carteira menos exposta às oscilações pontuais.

Além disso, é importante saber avaliar as ações e escolher os papéis que, de fato, farão sentido para o seu portfólio. Assim, entender o que é e como funciona a análise de fundamentos é essencial.

Montar uma reserva de emergência

Se você se pergunta quando começar a investir em ações, saiba que não é aconselhável fazer isso antes de ter uma reserva de emergência. Esse é um montante em dinheiro que fica disponível para casos de emergência ou imprevistos.

Trata-se de um recurso imprescindível em momentos de dificuldade, que proporciona tranquilidade para lidar com cenários mais instáveis.  Para o investidor, a reserva emergencial é ainda mais importante.

Afinal, ter dinheiro disponível para imprevistos evita o resgate antecipado dos seus investimentos na renda variável. Além disso, ela permite ao investidor manter seus aportes frequentes. Isso porque, se você consegue se organizar sem impactar o orçamento, pode seguir investindo.

Conhecer o mercado financeiro

Por fim, um dos principais fatores que o investidor deve priorizar é o conhecimento sobre o mercado financeiro. Assim, estudar sobre os termos, estratégias e a dinâmica da bolsa é indispensável para desenvolver habilidades importantes e decisivas para o sucesso.

Tenha em mente, em especial, que tomar decisões adequadas às suas necessidades envolve entender os riscos das ações. Ao conhecer o mercado, você pode evitar se desesperar com as oscilações de curto prazo, por exemplo. Essas são situações normais no mercado — e é preciso focar na sua estratégia para lidar com elas.

Além disso, como você viu, vale a pena aprender a fazer uma análise fundamentalista antes de adquirir uma ação. O conhecimento é imprescindível para que você consiga, de fato, tomar decisões promissoras para sua carteira, otimizando os lucros.

Como você percebeu, investir em ações pode ser uma forma para buscar maior lucratividade, enfrentando maiores riscos. Mas, para ter êxito, é essencial agir de forma planejada, conhecer suas necessidades, objetivos e o mercado em si. Desse modo, será mais fácil aproveitar oportunidades e fazer escolhas inteligentes.

Gostou do artigo? Se você deseja ler conteúdos relevantes sobre finanças e investimentos, siga nossos conteúdos no Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter e YouTube!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *