Viajar quase sempre é uma aventura: estamos saindo do nosso lar, nosso lugar de conforto, para conhecer novas coisas, pessoas e enfrentar desafios. Geralmente, as expectativas são as melhores possíveis, ao menos nas viagem de férias. Mas, infelizmente, imprevistos podem acontecer.

Já pensou se você cair em uma rua qualquer em Nova York e quebrar o pé? Pegar uma virose em Paris? Ser roubado em Berlim, ou ter sua bagagem extraviada em Portugal?

E tem mais: se você for gestante, possuir alguma doença preexistente ou se pretende viajar para praticar esportes radicais, a possibilidade de situações indesejáveis relacionadas à saúde aumenta.

É com o objetivo de evitar dores de cabeça ainda maiores do viajante em uma viagem que existe o seguro viagem. Muita gente, entretanto, ainda têm dúvidas se vale ou não a pena contratar um seguro viagem.

No artigo de hoje você descobrirá como funciona e se vale a pena contratar um seguro viagem para todo tipo de viagem. Acompanhe e descubra!

O que é seguro viagem?

O seguro viagem tem o objetivo de proporcionar ao viajante a garantia de proteção contra imprevistos, dentro do território nacional ou no Exterior. Conforme o plano que você escolher, estará amparado diante de situações emergenciais, recebendo toda a assistência necessária.

Algumas das coberturas envolvem consultas médicas, assistência jurídica, problemas com bagagem e com voos.

Porém, a maioria das seguradoras cobre as seguintes urgências:

  • assistência farmacêutica;
  • acompanhamento de menores;
  • assistência médica para doença ou acidente;
  • transmissão urgente de mensagens;
  • traslado/repatriamento médico;
  • traslado/repatriamento do corpo;
  • remoção inter hospitalar;
  • assistência odontológica;
  • retorno de familiares se houver falecimento

São muitas coberturas, como você pôde observar. Mas… Será que isso custa caro? Veja a seguir!

Quanto custa um seguro de viagem?

O valor de um seguro de viagem depende de vários fatores. Mas, em geral, um seguro de viagem não é muito caro, mesmo para viagens internacionais. Assim, não vai interferir de maneira gritante no orçamento da sua viagem. O seguro pode, muitas vezes, custar a partir de R$ 15.

Na maioria das vezes, o seguro viagem é voltado especialmente para problemas de saúde. Porém, existem vários tipos que abarcam diferentes imprevistos em viagens, com preços distintos, como:

  • perdas de voo;
  • perdas de bagagem (extravio);
  • perdas de documentos;
  • perdas de cartão de crédito.

Fique atento, pois certas viagens internacionais exigem o seguro viagem aos visitantes. No caso de não o possuir, ao chegar ao local será obrigado a voltar ao seu país de origem.

O preço, obviamente, varia conforme a empresa que você vai contratar, além das garantias e benefícios pelos quais você optar. A duração da viagem também conta nesse cálculo.

O seguro saúde, por exemplo, tem seu preço influenciado por fatores como:

  • tempo da viagem;
  • objetivo da viagem (aventura, negócios, locais selvagens ou remotos, área urbana);
  • destino final;
  • idade (se o viajante contar com mais de 70 anos, aumenta a possibilidade de fatalidades)

Existe um preço médio do seguro viagem. Veja alguns exemplos para ter uma ideia:

  • seguro de viagem nacional: por volta de R$ 20;
  • seguro de viagem para a América do Sul: aproximadamente R$ 80;
  • seguro de viagem para outros países que não da América do Sul: R$ 90 ou mais

Agora que você já sabe quanto pode custar o seguro viagem, veja o que deve fazer para contratá-lo.

Como contratar um seguro viagem?

Geralmente, você pode contratar um seguro viagem nos sites das seguradoras, ou, é claro, entrando em contato com elas por telefone. Por outro lado, quando você compra uma passagem aérea ou um pacote de viagem, o seguro viagem, muitas vezes, é oferecido como serviço adicional.

Portanto, a escolha é sua. Se quiser contratar o seguro, escolha a maneira mais válida para você e para o seu momento. Mas sempre pense no custo-benefício, ok? 

Enfim, vamos ao que mais interessa: o seguro viagem realmente vale a pena? Descubra a seguir!

Afinal, vale a pena contratar um seguro viagem?

Para começarmos a responder esta questão, iremos discorrer sobre um modelo de seguro viagem para destinos internacionais: o seguro saúde.

Seguro saúde para viagens internacionais

Um dos tipos de seguro mais utilizados, e úteis, é o seguro saúde em viagens internacionais. Você vai estar bem longe de casa, e é inevitável considerar que problemas graves podem ocorrer.

O seguro saúde para viagens pode envolver assistência odontológica e, inclusive, cobrir a viagem de um familiar em uma situação urgente. Você escolherá o local a ser coberto pelo seguro viagem, seja de que tipo for.

Se você for fazer uma viagem para a Europa por 10 dias, por exemplo, pagará um seguro saúde de R$ 100 reais em média. Um valor bem satisfatório tendo em vista todos os imprevistos possíveis.

Digamos que você queira fazer um mochilão dando a volta ao mundo e conhecendo vários países. Nesse caso, obviamente, vale a pena contratar seguro viagem.

Após a contratação, é enviada a você uma apólice por e-mail com todos os dados relativos ao seguro, além dos contatos para emergência e respostas referentes a médicos e hospitais.

Se você vier a necessitar do seguro, basta ligar para os números presentes na apólice.

Vale a pena mesmo?

Esta pergunta você deve, necessariamente, responder para si mesmo.

Em primeiro lugar, a resposta não é tão simples, ela depende de cada caso. Por exemplo, se você pretende viajar para fora do país sozinho, é recomendável que faça um seguro viagem, principalmente o seguro saúde citado acima. Ainda mais pelo fato de que o preço do seguro é bem em conta, o que não vai encarecer muito a sua viagem.

E, ainda que vá acompanhado, um seguro de viagem confere maior segurança e tranquilidade à sua jornada no Exterior.

O seguro viagem oferece inúmeros tipos de coberturas, como você viu. No caso de viagens nacionais, geralmente não é tão necessário, dependendo do lugar para onde você vai.

Se você está acompanhado e vai para uma cidade vizinha, por exemplo, contratar um seguro viagem poderá ser um gasto trivial. Porém, se você é uma pessoa super precavida, contrate um seguro que valha a pena para a determinada viagem que irá fazer, e que cubra aquilo que, realmente, você possa precisar.

Afinal, não adianta comprar um seguro que irá lhe cobrir de acidentes ao praticar esportes radicais se você só vai curtir alguns dias numa pousada no Rio Grande do Sul.

Conclusão

Resumindo tudo isso: devido ao baixo custo e aos benefícios disponibilizados, consideramos que o seguro viagem vale a pena sim, especialmente para viagens longas e/ou em locais distantes, principalmente para viagens internacionais.

Agora, a decisão é sua! Existem várias empresas que prestam diferentes serviços de seguro viagem. Portanto, pesquise e descubra o que elas oferecem, e analise os preços.

E então, o que achou do nosso artigo sobre seguro viagem, suas características, preços e benefícios? Já utilizou este seguro alguma vez? Se sim, conte-nos sua experiência!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *