O Brasil é um país extenso e, para muitos, uma viagem que tenha como destino final um país vizinho, seja por carro, ônibus ou até mesmo trem, pode se tornar uma opção bastante complicada. Na Europa, no entanto, viajar de um país para outro é bastante simples, especialmente se a locomoção for feita de trem.

A mais nova rota do momento no Velho Continente – que começou a transportar passageiros em abril de 2018, é realizada por um trem que liga as cidades de Londres, na Inglaterra, e Amsterdã, na Holanda. Se você está programando uma viagem pela Europa ou tem o sonho de conhecer as cidades europeias em algum momento, é hora de conhecer a rota Londres-Amsterdã.

Uma viagem pela Europa de trem

O trecho que une a ilha ao continente faz um percurso que dura 3 horas e 41 minutos, e passa pelas cidades de Bruxelas e Roterdã. O trem, que também passa pelo Eurotunel e anda a 300km/h, é operado pela Eurostar – a mesma companhia de trens que já atua entre Londres, Paris e Bruxelas. As passagens custam a partir de 35 libras o trecho (cerca de R$ 170).

As opções de horários são duas: às 8h31 e 17h31, lembrando que lá os trens têm pontualidade britânica, claro. As viagens ocorrem diariamente, e a imigração para estrangeiras é realizada na parada da cidade de Bruxelas.

Mais de 4 milhões de passageiros que realizam viagem pela Europa fazem o trecho de Londres e Amsterdã todos os anos. Antes, a rota era realizada via avião; agora, há opção de escolher também as viagens de trem.

A viagem de trem pela Europa é bastante interessante – principalmente para o turista, pois os trechos são curtos, os preços acessíveis e é possível ir contemplando as belíssimas paisagens pela janela. Além disso, a viagem de trem na Europa oferece aos viajantes um certo “ar vintage”, que pode agradar aqueles que gostam de experiências mais nostálgicas.

A viagem pela Europa com o novo trem da Eurostar, no entanto, é apenas uma das inúmeras atrações que as cidades de Londres e Amsterdã oferecem aos viajantes. Se você está planejando ou pretende fazer uma viagem para Londres e Amsterdã algum dia, confira a seguir algumas atividades que você pode encontrar nestes dois belíssimos destinos europeus:

O que fazer em Londres

A capital da Inglaterra é destino de viagem de muitos turistas, incluindo brasileiros. Atrações turísticas e coisas a fazer por lá faz qualquer viajante perder a conta.

Há passeio para todos os tipos de gostos e bolsos: vida noturna, cultural, atividades bem urbanas e até parques com um bocado de natureza. Só não se esqueça do seu guarda-chuva, pois existem épocas bastante chuvosas por lá.

Em Londres, a malha de metrô se estende por boa parte da cidade, o que facilita a locomoção. Na hora de planejar sua viagem pela Europa, no entanto, vale verificar o preço da libra e do euro em relação à moeda brasileira, a fim de evitar surpresas desagradáveis com a cotação das moedas.

London Eye

Destino tradicional dos turistas, a exuberante roda-gigante fica bem no centro da cidade: próxima à estação Waterloo, bem à beira do Rio Tâmisa. Lá de cima é possível ver a cidade toda, uma vista que vale a pena conferir. A visita no período noturno é imperdível!

O passeio é calmo e tranquilo – lembrando que, se você tem vertigem, não dá para se arrepender no meio do caminho e mudar de ideia. A volta toda da London Eye dura cerca de uma hora.

Madame Tussauds

Um outro local imperdível em Londres é o museu de bonecos de cera da Madame Tussauds, um local de vários andares, nos quais são exibidos todos os tipos de modelos de cera de personalidades atuais e passadas.

As réplicas são tão idênticas que chegam a impressionar e, às vezes, até a dar medo. Todo turista que passa por ali costuma tirar fotos com seus ídolos preferidos – seja a família real, Brad Pitt, os Beatles ou David Beckham. A parte subterrânea conta histórias do calabouço e promete mais emoções.

Fique atento: outra versão do museu existe também em Amsterdã.

Hyde Park

Este é o parque mais famoso da cidade, o local onde os metropolitanos se reúnem para apreciar e curtir um pouco de natureza. Lá você encontra árvores e gramado bem cuidado, lago, e alguns dos 7 milhões de turistas que visitam a cidade anualmente.

Abbey Road

A rua mais famosa da história da música popular, Abbey Road é a rua na qual os Beatles atravessaram na faixa de pedestres, fazendo a icônica foto do álbum de mesmo nome.

A foto foi tirada em frente a um estúdio, também chamado Abbey Road, o qual tornou-se um marco do turismo: toda a semana, turistas do mundo todo visitam o local onde os Beatles gravavam e tentam reproduzir a foto na faixa da rua.

The Globe

Local histórico, o  teatro Globe era onde o dramaturgo William Shakespeare costumava atuar em suas peças. Hoje, o lugar é um museu dedicado ao bardo, com itens raros e interessantes, lojas e também teatro, onde ainda são encenadas diversas peças.

O museu fica em London Bridge, também ótimo bairro para visitação. Da frente ao teatro é possível ver o rio Tâmisa e ter uma vista do outro lado da cidade, além da ponte.

PicadillyCircus

Uma das partes mais populares e movimentadas da cidade, neste centro você pode ter uma típica fotografia do que é a cidade Londres: a arquitetura antiga, os ônibus vermelhos de dois andares e os taxis pretos. As icônicas cabines telefônicas, infelizmente, foram retiradas de cidade há algum tempo.

O lugar também é um ótimo ponto para visitar lojas, fazer compras, passar na imensa livraria Waterstones e, de lá, seguir para diversos outros pontos de turismo, como a Oxford Street ou a Regent Streeet.

A cidade de Londres possui muitos outros atrativos. Marque também em sua agenda uma visita à Abadia de Westminster, à Baker Street do Sherlock Holmes, um passeio pela Oxford Street, compras na loja Harrods e um pouco de arte na NationalGallery.

O que fazer em Amsterdã?

A Holanda é um país peculiar: tudo se mescla de forma não convencional, como a arquitetura antiga, as tulipas, a contemporaneidade, a forma livre de se viver, as bicicletas. Amsterdã é um ótimo lugar para visitação de qualquer turista, especialmente se você procura uma viagem pela Europa com estilo despojado, urbano, cultural e moderno.

Confira algumas dicas do que fazer por lá:

Red Light District

A parte mais famosa da cidade é também o bairro mais despojado. No Red Light você encontra os famosos prostíbulos com vitrines humanas – uma vez que, por lá, a prostituição é legal. Tudo, no entanto, é muito organizado e bastante interessante.

Na hora de visitar a região, vale se despir de qualquer preconceito, já que o Red Light é um bairro muito diferente e curioso, com pessoas de todo tipo. Apesar da peculiaridade, o lugar é seguro para turistas.

Museu Van Gogh

O artista moderno mais celebrado da Holanda possui um museu só para si. Vale a pena conferir a obra de Van Gogh de perto, ver seu estilo inigualável de pinceladas. Um ótimo passeio para fazer sozinho ou com a família.

Rembrandt van Rijn

Em Amsterdã você pode também saber mais sobre o mais célebre pintor clássico da Holanda: Rembrandt van Rijn, visitando a casa onde ele morou e que hoje abriga o museu Rembrandt.

Lá você pode conferir itens da vida pessoal do artista, ver seus antigos móveis e conhecer de perto o Ronda Noturna, o quadro mais famoso do pintor.

Museus Alternativos

Cansado de ver artes e quadros? Arrisque ir ao Museu da Prostituição. Lá você pode conferir a história desta profissão na cidade, com depoimentos de profissionais e instalações que simulam os quartos onde as mulheres trabalham no Red Light.

Outra opção também é ver o Museu da Maconha, já que a Holanda ainda é um dos poucos países no mundo onde a maconha é liberada.

Casa da Anne Frank

Quem gosta de história pode conhecer o Museu sobre Anne Frank – a autora do diário que conta as agruras do Nazismo e sua vida antes de ir para o campo de concentração, quando escondeu-se com sua família e outros judeus dentro do anexo de uma casa, por dois anos sem sair.

Na Casa de Anne Frank o visitante conhece um pouco desta impressionante e emocionante história da Segunda Guerra.

Canais

Os canais de Amsterdã são uma pintura natural e, por isso, vale a pena passear por ali. Se você gosta de água, pode arriscar um passeio de barco pelos canais.

Se não for este seu caso, andar por ali e ver o cenário, as casas de arquitetura mais antiga, as árvores e o rio já vale a pena, pois tudo ali se junta para compor um cenário impressionante, difícil de ser esquecido!

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o trem que liga Londres e Amsterdã e alguns dos principais pontos turísticos que não podem faltar no seu roteiro de viagem pela Europa, não se esqueça de verificar as vacinas obrigatórias que, eventualmente, precise tomar antes de fazer as malas!

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *