Um universo que, apesar de determinados riscos, pode propiciar altos ganhos: assim é o mercado financeiro, especialmente as negociações na bolsa de valores. Nesse cenário, chama a atenção as histórias de grandes investidores que obtiveram sucesso na área e reconhecimento mundial.

São pessoas que aproveitaram as melhores oportunidades e souberam adotar uma conduta positiva no momento certo nas operações realizadas. Assim, acumularam fortunas. Diante disso, muitos deles também desenvolveram teorias e técnicas que são referência na hora de investir.

Quer se inspirar com os 5 grandes investidores mundiais? Acompanhe este artigo e descubra a trajetória e estratégias de investimento dessas personalidades!

1. Benjamin Graham

O primeiro dos grandes investidores que vale a pena conhecer é Benjamin Graham. Ele foi um investidor de origem judaica, que começou jovem a trabalhar em Wall Street. Graham faleceu em 1976, aos 82 anos, mas deixou grandes lições para os investidores até hoje.

Ao falar dele, é preciso fazer referência ao conceito de value investing (ou investimento de valor), de sua autoria. A estratégia é utilizada por muitas personalidades importantes, como o próximo investidor que você conhecerá neste post.

Ela visa encontrar boas companhias a um preço menor. Assim, pode aproveitar maior potencial de valorização e proporciona manejo de risco, pois diminui a possibilidade de desvalorização. Em se tratando de riscos, Graham foi defensor da diversificação como forma de reduzir as perdas na carteira.

Além da atuação na bolsa americana, esse grande nome do mercado financeiro global foi também professor universitário. E escreveu livros que são referência no mundo dos investimentos, como “Security Analysis” e “O Investidor Inteligente”.

2. Warren Buffett

Depois de conhecer Graham, é importante acompanhar a história de um de seus alunos da Universidade de Columbia. O norte-americano Warren Buffett, que nasceu em 1930.

Ele é presidente da Berkshire Hathaway, empresa de investimentos, e está entre os maiores investidores do mundo.  Um fato curioso é que o mercado financeiro faz parte da sua história desde a infância.

Buffett adquiriu três ações da Cities Services (hoje com o nome de Citgo) aos 11 anos. Além disso, começou a empreender ainda na adolescência.

O investidor se destaca por realizar uma análise criteriosa de uma companhia antes de alocar recursos em suas ações. Ele considera empresas sólidas, com boa gestão, mas cujos papéis estão com valores abaixo do mercado.

Assim, segue seu mentor Benjamin Graham aplicando o value investing. Com isso, busca aproveitar para comprar as ações quando estão em baixa e vender quando há alta demanda. Buffett acredita que é um erro se interessar por ativos quando todo mundo também está interessado.

Vale salientar que ele também é adepto do buy and hold — ou “comprar e manter”. Ou seja, além de adquirir os papéis na baixa, esse grande investidor tem como tática mexer pouco em seu portfólio.

O seu sucesso vem de pensar em investimentos de longo prazo, aproveitando o tempo e os juros compostos a seu favor. Logo, defende que a análise antes de fazer o investimento inicial deve ser minuciosa — e se limita a investir em negócios dos quais ele entenda.

3. Peter Lynch

Depois de descobrir a importância de dois grandes investidores globais, chega o momento de conhecer Peter Lynch. Ele nasceu em 1944 e se destaca por ser um dos maiores gestores de fundos que o mercado financeiro já viu.

Assim como Buffett, ele é norte-americano e iniciou ainda jovem suas operações na bolsa, obtendo um lucro relevante com ações. Fez mestrado em Administração e ingressou na carreira de investimentos em 1966 ao estagiar em um fundo de ações.

Na sequência, tornou-se gestor do fundo Fidelity por muitos anos, sendo referência na história do mercado por sua rentabilidade. Ele também utilizava o value investing, mas, além disso, aportava recursos em companhias com maiores chances de crescimento, inclusive as menores.

Além de negócios de pequeno porte, Lynch apostava ainda em empresas econômicas, que dispensassem o luxo, visando ao aumento de capital e retorno aos acionistas. Apesar de seus altos ganhos com investimentos, ele se aposentou aos 46 anos para atuar em projetos de filantropia.

4. Ray Dalio

Agora é o momento de conferir a história de um grande investidor e empreendedor: Ray Dalio. O empresário norte-americano, que nasceu em 1949, é referência no conhecimento sobre investimento e gestão de negócios.

Ainda com 12 anos ele fez sua primeira operação na bolsa, comprando ações da Northeast Airlines. O investimento triplicou de valor depois da fusão da empresa com outra companhia. Depois disso, Dalio foi estudar Finanças e fez seu MBA na Harvard Business School.

Então, ingressou no mercado financeiro, atuando na Bolsa de Valores de Nova Iorque com contratos futuros e commodities. Em 1975, fundou a Bridgewater Associates, empresa que gerencia o maior fundo de investimentos de hedge do mundo.

Dalio é também autor de diversas obras interessantes para quem investe ou gerencia negócios, como os livros: “Princípios”, “Changing World Order: Why Nations Succeed or fail” e “Big Debt Crises”.

É conhecido ainda por aplicar alguns princípios em sua vida pessoal e profissional, como:

  • tenha a mente aberta — abertura para ouvir feedbacks e aproveitar oportunidades;
  • encare a realidade — entendimento de que os cenários que você enfrentará podem não condizer com suas expectativas;
  • entenda o risco de inflação — necessidade de diversificar os investimentos, considerando os riscos da inflação para obter ganhos maiores;
  • não tenha viés ao investir — atenção com o efeito manada ao fazer investimentos.

5. Philip Arthur Fisher

Até aqui você acompanhou quatro nomes de grande relevância global. Mas a lista não poderia acabar sem Philip Arthur Fisher, que nasceu em 1907 e faleceu em 2004. Isso porque suas teorias e livros influenciaram e influenciam investidores em todo mundo.

Fisher foi economista e trabalhou por muito tempo como analista de valores mobiliários até que, em 1931, deu início a sua empresa: a Fisher & Co, voltada para análise de investimentos. Além disso, ele atuou como professor na Stanford Business School.

Depois de conhecer um resumo de sua história, você deve estar curioso para saber como ele investia, certo? Fisher tinha a postura de confiar no longo prazo e direcionar sua atenção para companhias de tecnologia. Além disso, assim como Buffett, adotava a estratégia do buy and hold.

Sem dúvida, vale a pena conhecer a trajetória e estratégias de alocação de grandes investidores, certo? É possível aprender com eles e levar algumas dessas lições para a sua própria carteira de investimentos!

Agora que você já conferiu um pouco sobre essas 5 personalidades do mercado financeiro global, pode aprofundar seus conhecimentos no conceito de value investing!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *