A reserva de emergência, conforme o nome sugere, é uma quantia de dinheiro que fica disponível para suprir demandas urgentes relacionados às suas finanças. Funciona como um colchão financeiro, que aumenta a segurança em momentos difíceis, como perda de emprego ou gastos com saúde.

O objetivo da reserva emergencial é, portanto, lhe oferecer mais tranquilidade no futuro. Afinal, imprevistos sempre podem acontecer. O ideal é que o fundo emergencial contemple o valor necessário para cobrir de três a seis meses de despesas pessoais.

Neste artigo, você verá 8 motivos para montar a reserva de emergência. Confira!

1. Suporte em momentos cruciais da vida

Imagine um jovem que está planejando sair da casa dos pais ou duas pessoas recém-casadas que estão começando uma vida juntas. Ou, ainda, um casal que planeja a chegada de um bebê. O que as situações têm em comum?

Todas elas indicam momentos cruciais da vida e certamente demandam maior organização em relação ao dinheiro. Afinal, são períodos em que será preciso disponibilizar mais recursos para conseguir realizar os planos.

Nesse sentido, a reserva de emergência ajuda a ter um controle financeiro mais efetivo. Ela promove independência, pois o orçamento pode ser organizado sem recorrer a empréstimos de parentes ou de instituições, por exemplo.

Além disso, as pessoas se sentirão mais seguras ao saber que, em caso de imprevistos na nova fase da vida, poderão contar com o dinheiro que pouparam até o momento.

2. Proteção do patrimônio

Outro motivo para ter uma reserva de emergência é conseguir proteger as coisas que são importantes para você. Alguns bens, como imóveis e veículos, sofrem com a depreciação e demandam manutenções eventuais.

Por isso, se você tem qualquer propriedade, é importante ter uma quantia de dinheiro guardada para arcar com despesas extras. Afinal, a construção do patrimônio envolve esforço e ninguém deseja perdê-lo por conta de imprevistos.

Sendo assim, é preciso pensar no seu custo de vida e na quantidade de bens que você tem. O ideal é que a reserva de emergência tenha potencial para proteger tanto o seu orçamento do mês quanto suas propriedades em momentos difíceis.

3. Estabilidade diante do cenário econômico

O que você faz em situações inesperadas, como crises econômicas? Nesses momentos, muitas pessoas passam por dificuldades no emprego ou enfrentam gastos maiores — por causa da inflação, por exemplo.

Portanto, é mais seguro poder contar com a reserva emergencial. Ela oferece um auxílio, caso seja necessário lidar com consequências como desemprego, aumento dos preços dos produtos, problemas de saúde na família etc.

Em cenários de pouca previsibilidade, é a reserva financeira que garante mais tranquilidade. Com ela, é possível passar por crises sem abrir mão do seu padrão de vida ou enfrentar muitos problemas.

4. Auxílio na realização de metas

Se você trabalha para alcançar um objetivo — como ter uma casa ou abrir o próprio negócio — uma reserva de emergência pode impedir que seja necessário adiar a meta em decorrência de algum problema inesperado.

Diante de um imprevisto, não será necessário tirar dinheiro das reservas para os seus planos, pois haverá uma quantia específica para a emergência. Seu progresso pode até desacelerar um pouco, mas não será preciso deixar seus objetivos de lado para arcar com demandas eventuais.

5. Proteção a investidores

A reserva de emergência também tem um papel fundamental para quem realiza investimentos no mercado financeiro. Em períodos de crise, por exemplo, pode acontecer dos investidores sofrerem impacto na sua carteira.

Contudo, o impacto pode ser superado se não forem realizados resgates nos investimentos. Mas o que aconteceria se o investidor precisasse do dinheiro? Caso ele tenha uma reserva de emergência, não é necessário mexer no que está investido.

Então, o ideal é ter dinheiro em alta liquidez (ou seja, fácil acesso) para poder contar em momentos emergenciais. Desse modo, é possível se organizar e evitar prejuízos significativos no mercado financeiro.

6. Liberdade profissional

Quem tem uma reserva de emergência pode se sentir mais livre para fazer escolhas — inclusive, profissionais. Uma pessoa que esteja organizada financeiramente terá mais facilidade, por exemplo, para decidir sair de um emprego ou mesmo mudar de carreira.

Quem opta por trabalhar de forma autônoma, precisa dar atenção especial à reserva. Afinal, a rotina pode ter a desvantagem da insegurança ou instabilidade financeira.

Assim, ter um dinheiro reservado é importante para trazer equilíbrio e liberdade na sua profissão. É necessário pensar, por exemplo, em quais serão suas demandas financeiras se você não puder trabalhar por um tempo.

7. Prevenção do endividamento

Quando um grande imprevisto acontece e impacta suas finanças pessoais, é preciso ter mais dinheiro para resolvê-lo. Se não há uma reserva de emergência pronta para ser utilizada, o passo será pedir um empréstimo. Ou seja, endividar-se.

De maneira geral, a solicitação de crédito em bancos ou instituições financeiras envolve o pagamento de juros — que podem causar um impacto ainda pior no seu orçamento. Afinal, as parcelas e as taxas comprometerão sua renda pelos próximos meses.

Então, mais um dos principais motivos para ter uma reserva é evitar o pagamento de juros e a contração de dívidas no mercado.

8. Rendimentos em investimentos

Embora o objetivo principal da reserva de emergência não seja oferecer rendimentos, é possível rentabilizá-la. O valor pode ser investido em alternativas seguras e com alta liquidez. Assim, você ainda poderá ter acesso a qualquer momento.

A reserva não precisa ficar parada em uma conta bancária. Ela pode ser investida, por exemplo, em opções como os fundos DI, Tesouro Selic, aplicações de renda fixa com liquidez diária etc. Isso pode lhe trazer alguma rentabilidade e ajudar a compor a quantia guardada.

Como você viu, montar uma reserva de emergência é indispensável para sua tranquilidade. Em uma eventualidade, não será necessário recorrer a dívidas com juros altos — como cheque especial, cartões de crédito ou empréstimos sem garantia.

E então, este conteúdo ajudou você? Aproveite para saber mais sobre como organizar seu planejamento financeiro!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *