Para aumentarmos nossos aportes mensais e incrementar nossos investimentos podemos cortar gastos ou aumentar nossa renda. No artigo “A maneira correta de poupar dinheiro” citei algumas das principais maneiras de cortar gastos sem esforço e sem perda na qualidade de vida. Agora, abordarei o outro lado da moeda – o aumento da renda.

Existem uma série de ações que você pode realizar no dia a dia que ajudarão você a aumentar a renda mensal de forma consistente, incrementar seus investimentos e dar um upgrade na sua vida financeira. Se você deseja saber o que fazer para aumentar sua renda mensal, continue a leitura do texto de hoje!

Aumento da renda x cenário de instabilidade

Quando se fala em aumentar a renda mensal é quase certo que se pense em trabalho e atividades remuneradas. Com 13 milhões de desempregados e o país vivendo incertezas políticas e tentando se recuperar de uma de suas piores crises, no entanto, o mercado de trabalho tende a ficar muito concorrido – principalmente devido à grande oferta de trabalhadores para poucas vagas existentes.

Mas, ainda assim, saiba que é possível conseguir se destacar retornado ao mercado de trabalho ou até mesmo conseguindo aquela tão almejada promoção. Para isso, basta manter o esforço e a dedicação diária, buscando também encontrar maneiras de se atualizar e tornar-se um profissional cada vez mais completo.

Confira a seguir algumas dicas práticas e simples que podem ajudar você a aumentar a renda mensal:

Proficiência em Línguas Estrangeiras

Um assunto já discorrido exaustivamente na mídia, entre consultorias e especialistas do ramo, a proficiência em Línguas Estrangeiras é um trunfo de qualquer profissional. O Inglês, principalmente, é algo considerado quase como obrigação entre as maiores empresas do Brasil; devido ao fato de muitas delas possuírem operações no exterior, é comum que o requisito básico de muitas vagas seja possuir fluência em Inglês.

Porém, conforme uma matéria de 2017 veiculada na Exame, menos de 3% dos brasileiros possuem fluência na língua, sendo esta uma das nossas principais deficiências como profissionais. Isso equivale a apenas a população da cidade do Rio de Janeiro – ou seja, existe muito espaço para aprendizado e evolução neste quesito.

Formas de aprendizado não faltam. Existem diversos cursos no YouTube, em plataformas de compartilhamento de conteúdo, no Udemy, entre outros. Estas formas de aprendizado, inclusive, acabam sendo mais baratas do que os cursos tradicionais – com o bônus de não precisar ser presencial, facilitando para o estudante aprender durante o trajeto para o trabalho, por exemplo.

Caso o problema seja a prática em falar a língua, existem algumas escolas que disponibilizam um professor via Skype para conversar em particular com o aluno. Portanto, se você busca aumentar sua renda mensal de forma consistente e ainda não tem o domínio de uma segunda língua, mãos à obra!

A importância da tecnologia

Considerada por muitos uma das principais habilidades do futuro, a Tecnologia da Informação (T.I) está cada vez mais presente em nosso cotidiano, evoluindo extremamente rápido e começando a ser considerado um diferencial – mesmo para profissionais que não atuam diretamente no ramo.

Para se ter uma ideia, a maior parte das nossas startups de sucesso pautam seu modelo de negócio na tecnologia, sendo que a maior parte do seu corpo de profissionais é composto por pessoas que atuam direta ou indiretamente no setor de tecnologia.

No mundo dos infinitos aplicativos, tende-se a cada vez mais exigir dos profissionais um modelo de “self service”, no qual as pessoas precisam de um mínimo de conhecimento em bancos de dados, e linguagens de programação para conseguir obter as próprias informações – necessárias para conduzir seu trabalho.

O modelo de “pedir para o pessoal da TI” informações ou dados para tomada de decisão vem cada vez mais sendo reduzido pelas empresas e, eventualmente, pode acabar deixando de existir.

Por exemplo, atualmente, trabalho em um área voltada para finanças. Porém, quando preciso de informações para gerar relatórios, preciso usar SQL para adquirir esses dados e depois utilizo o Excel para gerar os relatórios.

A boa notícia é que, por mais difícil que isso pareça, os cursos são muito baratos e de fácil aprendizado. Facilmente, podemos encontrar bons cursos de bancos de dados custando R$ 30 – R$ 50, com menos de 10 horas de duração.

Por conta da importância da tecnologia em nosso dia a dia e pela necessidade cada vez maior este segmento no cotidiano de todo profissional, ter conhecimento em Tecnologia da Informação pode ajudar você a aumentar a renda mensal e conseguir melhores oportunidades de trabalho.

Renda Extra

Muitas pessoas subestimam o poder da renda extra, mas ele é um poderoso aliado financeiro. Faça uma reflexão: o que eu sei fazer de melhor que outras pessoas não sabem?

No começo pode ser difícil, porém, com insistência, você pode acabar descobrindo uma ou mais habilidades interessantes. A partir disso, você precisa pensar em uma forma de rentabilizar seu conhecimento.

Por exemplo, se você possui facilidade em ler diversos livros e escreve bem, talvez um bom caminho para rentabilizar isso seria escrever artigos na internet ou para algum blog. Já pensou nisso?

Você é muito bom em inglês? Procure dar aulas particulares. Você é bom em dormir? Por incrível que pareça, até isso é passível de ser rentabilizado nos dias atuais. Afinal, por que não criar um conteúdo voltado a boas práticas de sono em algum canal no YouTube ou por meio de um site na internet?

No começo vai ser difícil encontrar algo ou alguém que queria adquirir os serviços prestados por você. Por isso, no primeiro instante, uma boa estratégia seria oferecê-los de graça ou com bons descontos.

As vantagens desse tipo de renda é que elas não precisam de um investimento financeiro alto; na verdade, muitas delas são facilmente executadas apenas com o seu conhecimento sobre o assunto.

Além disso, caso consiga engrenar um curso que as pessoas comprem de forma recorrente, por exemplo, você praticamente estará gerando renda de forma passiva – considerando que boa parte do esforço foi feito ao produzir e estruturar o curso em si. No restante do tempo, você aplicará esforço em tirar dúvidas e focar em atualizações/correções do conteúdo.

Educação Informal

Com milhares de pessoas se formando diariamente em graduações e pós-graduações, muitos empregadores deixaram de ver como diferencial a formação do ensino superior. Claro, não adianta pararmos de estudar ou não realizar esses cursos. Na verdade a solução está em um meio termo.

Faça graduação, pós, mestrado, MBA, doutorado, etc, mas também foque no estudo ativo e conhecimentos que fogem desse mundo formal. Não acreditem que um diploma de qualquer nível garantirá um bom salário ou emprego. Uma formação garante uma profissão, nada mais.

Como já falamos sobre a proficiência em Inglês, existem diversas plataformas e conteúdos para nos qualificarmos de forma diferenciada. As próprias empresas começaram a fazer um movimento de não limitar seus processos seletivos ao currículo do candidato – ou seja, a sua formação formal.

No ano de 2018, tive conhecimento de alguns processos seletivos de multinacionais brasileiras que foram feitas às cegas, significando que não foi exigido nenhum curso específico, apenas uma formação superior. O processo foi pautado por testes e casos práticos.

A Natura, por exemplo, conforme matéria da Exame, realizou um processo seletivo sem necessidade de currículo recentemente. O sucesso de aprovação será pautado pelas propostas e ideias que o candidato apresentar para a empresa.

Portanto, estude muito e sempre sobre diversos assuntos e desenvolva de forma ativa o pensamento crítico e raciocínio lógico. Se isso for requisitado no futuro, excelente: estaremos preparados; caso não aconteça, não há perdas, pois conhecimento sempre agrega valor às nossas vidas.

Para aumentar a renda mensal de forma consistente por meio do trabalho ou através de outras atividades remuneradas, portanto, é fundamental preparar-se e manter-se em constante aprendizado. Encontrar maneiras de gerar renda também pode ajudar você a incrementar seus ganhos mensais – e os seus investimentos.

Espero que essas dicas possam ajudá-lo a se desenvolver e se diferenciar dos demais. Jamais se esqueça que, quando investimos em nós mesmos e entregamos resultado, a recompensa financeira – com freqüência –acompanha esse movimento!

 

Quer aprender mais sobre investimentos e finanças? Então conheça o treinamento online “O Investimento Perfeito”. Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

Autor

Yuri Bertoncini

Aluno do curso O Investimento Perfeito, possui experiência como analista de crédito PJ no mercado financeiro. Acredita que a educação financeira é um conhecimento primordial na vida das pessoas e busca espalhar essa filosofia para aumentar a qualidade de vida de todos ao seu redor.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *