Corte de gastos, na maioria dos casos, resultam em uma maior sobra de dinheiro. Apesar disso, não devemos trocar prazeres por dinheiro – o que nos causa um estresse muito maior do que imaginamos, já que entramos em guerra com nosso cérebro – um órgão que tende a exigir prazer de curto prazo – daí a dificuldade em pensar no longo prazo.

No artigo “A maneira incorreta de poupar dinheiro” abordamos algumas destas situações do nosso dia a dia, nas quais cortar determinados  gastos podem fazer mais mal do que bem.  Mas, afinal, como cortar gastos sem esforço e sem estresse?

Será que conseguimos, de fato, poupar uma quantia razoável de dinheiro com reduções de custos que não exijam tanto esforço? Continue a leitura do artigo de hoje e conheça a maneira correta de poupar dinheiro. Acompanhe!

Redução da conta de energia elétrica

Você sabia que é possível reduzir nossa conta de energia elétrica sem diminuir nosso ritmo de consumo? Fiquei tranqüilo: está tudo dentro lei.

Quando você vai dormir, os eletroeletrônicos da sua casa continuam ligados, certo? Eles ficam no modo de “stand-by” – ou se preferirem, aquele luz vermelha da televisão. O fato é que isso consome energia e muitas pessoas subestimam isso.

Faça o teste: 5 minutos de antes de ir dormir, desligue todos os aparelhos da tomada – vale lembrar que geladeira não é um deles. Desligue televisão, aparelhos de internet, micro-ondas, forno etc. Atenção: Não desliguei diretamente a caixa de força, porque isso pode ocasionar queima dos aparelhos.

Essa sugestão – que não tira sua qualidade de vida, já que não implica em uma redução do uso dos aparelhos – é simples de ser realizada e pode lhe economizar um bom dinheiro. Já presenciei reduções que variaram de R$ 50 a R$ 100 na conta de energia por conta deste simples hábito!

Economia no mercado

Fazer as compras no mercado é algo que nos toma tempo – e dinheiro. Uma maneira de economizar tanto tempo quanto dinheiro é comprar alguns itens no atacado, principalmente, itens de higiene. Esses produtos tendem a ter longos vencimentos – como cotonetes, pastas de dentes, sabonete etc, são artigos que ocupam pouco espaço e são convidativos para adquirirmos de grande quantidade.

Portanto, se você possui espaço em sua casa para armazenamento, faça essas compras no atacado. É importante apenas atentar-se para a quantidade comprada, já que nos atacados, os descontos só começam a ser concedidos a partir de uma certa quantidade de produtos – variando, normalmente, entre 6 a 12 unidades.

Pagamento à vista

Os maiores descontos que conseguimos no nosso cotidiano e que não exigem nenhum esforço adicional estão relacionados aos pagamentos à vista. No geral, quanto mais caro o produto, maior será o desconto á vista e mais caros serão os juros da parcela do valor da compra.

Encontramos descontos à vista com mais frequência na compra de produtos online. Por exemplo: recentemente adquiri um smartphone que custava R$ 1 mil; porém, pagando à vista no boleto, ganhei um desconto de 15%, resultando em R$ 150 de desconto e em um valor final pago de R$ 850,00.

Essa sim é uma maneira correta de poupar dinheiro sem esforço e sem privações, não é mesmo?

Lojas online X Lojas físicas

Quando consideramos comprar eletroeletrônicos – celular, geladeira, fogão, micro-ondas – pela loja online é comum que tenhamos uma vantagem em termos de preço. Qualquer dia compare o preço do mesmo produto nos dois lugares. Com uma frequência bem alta, você confirmará que o preço online é mais em conta.

Não se deixe enganar: muitos vendedores prometem um grande desconto para o consumidor na loja física para seduzi-lo a realizar a compra, porém, na prática, mesmo com o desconto você, estará pagando, muitas vezes, muito mais caro pelo mesmo produto que é vendido mais barato na internet.

Mas, por que isso ocorre? Isso tem relação com os custos para se manter uma loja física; existem os vendedores, o espaço alugado, segurança, seguro para cobrir possíveis roubos, entre outros.

Por isso, quando o assunto é maneira correta de poupar dinheiro, adquirir produtos em lojas online pode fazer você economizar uma importante quantia de dinheiro.

Tecnologia ao seu favor

Podemos utilizar a tecnologia para economizar tempo e também dinheiro. Nesse caso, vou utilizar um exemplo baseado em livros.

Atualmente, podemos tanto comprar livros físicos como os livros digitas – os chamados e-books. Para conseguirmos ler os e-books, precisamos de leitor de e-books – no Brasil, os mais famosos são: Kindle, Lev e Kobo.

Existem algumas diferenças entre o livro físico e esses leitores. Na compra de e-books, nós recebemos o produto na hora, o que significa que não existe o custo do frete e nem o “custo” do tempo de espera.

Além disso, muitos e-books têm um preço menor do que seu semelhante físico. Ainda que você tenha que pagar pelo E-reader – Kindle, Lev, Kobo, etc.,  no médio prazo, se você é um ávido leitor, a diferença de frete mais custo reduzido não só pagará o aparelho, como também lhe fará economizar um bom dinheiro na aquisição de livros.

Datas promocionais

Existem épocas do ano em que as empresas fazem promoções interessantes de forma recorrente. São elas: Natal, Ano Novo, Black Friday (ocorre no final de Novembro), e outras.

Cada época é mais propícia para aquisição de determinados artigos. Por exemplo, no começo do ano, as lojas de varejo costumam realizar queimas de estoques – o que torna esse período muito propício para aquisição de eletrodomésticos. A Black Friday, por sua vez, nos traz muitas promoções boas relacionadas à tecnologia – smartphones, televisores, monitores, peças de hardware, etc.

Tendo isso em mente, podemos utilizar o planejamento aliado ao desconto á vista e data promocionais como uma maneira correta de poupar dinheiro – e bastante prática também. Basta pensarmos em um produto que gostaríamos de adquirir e a melhor data para compra, enquanto vamos juntando dinheiro para pagarmos à vista e obtermos um bom desconto.

Dessa forma, adequamos nosso orçamento e pagamos um valor bem menor do que o original sem precisar abrir mão do produto.

Conclusão

Economizar tempo e dinheiro sem muito esforço – sem precisar abrir mãos de prazeres diários – é possível e plenamente tangível. Não é necessário deixar de pagar a mensalidade da Netflix ou até mesmo comprar um item de menor qualidade para economizar uma boa quantia do seu dinheiro e destiná-la a outras finalidades – como os investimentos e a realização dos seus sonhos.

Com planejamento e hábitos saudáveis – utilizando a maneira correta de poupar dinheiro no seu dia a dia – você conseguirá aumentar sua capacidade de poupança de forma orgânica e aumentar seus aportes de forma natural.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre finanças pessoais e investimentos no seu e-mail? Então assine agora mesmo nossa newsletter!

Autor

Yuri Bertoncini

Aluno do curso O Investimento Perfeito, possui experiência como analista de crédito PJ no mercado financeiro. Acredita que a educação financeira é um conhecimento primordial na vida das pessoas e busca espalhar essa filosofia para aumentar a qualidade de vida de todos ao seu redor.

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *