O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) é uma reserva de dinheiro feita para os trabalhadores brasileiros pelos seus empregadores. O saldo do FGTS, no entanto, não fica sempre disponível para saques — isso acontece apenas em algumas situações específicas.

A perda de um emprego é uma das principais razões que justificam o saque dessa reserva. Entretanto, há outras condições que também autorizam essa retirada.

Por isso, é importante que o trabalhador  acompanhe sempre seu saldo. Mas você sabe como consultar o saldo do FGTS? É sobre isso que falaremos no artigo de hoje

Continue a leitura e cnfira como verificar as informações sobre o FGTS e consultar seu saldo!

O que é FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é um direito estabelecido desde o ano de 1966. Ele foi criado com a finalidade de oferecer uma espécie de poupança para ajudar os trabalhadores quando eles perdessem seu emprego ou passassem por algumas dificuldades particulares.

Na prática, o FGTS é uma quantia que pode ser sacada quando um funcionário é demitido sem justa causa ou enfrenta questões específicas relacionadas à sua saúde. Dessa forma, ele pode contar com a reserva para ajudá-lo nesses momentos desafiadores.

Os depósitos e saques desse serviço são realizados pela Caixa Econômica Federal. Antes de serem liberados para saque, os recursos referentes ao FGTS são usados pelo governo para financiar políticas públicas, principalmente relacionadas à habitação e saneamento básico. Enquanto isso, o valor depositado nessas contas rende a uma taxa de juros de cerca de 3% ao ano.

Além das pessoas que trabalham no regime CLT, atletas profissionais, trabalhadores rurais e empregados temporários ou avulsos também tem direito ao FGTS. O valor é depositado pelo empregador e corresponde a 8% do salário do profissional.

Ele deve ser depositado na conta todos os meses até o dia 7 e você pode conferir seu saldo do FGTS para confirmar que esses depósitos estão sendo realizados.

Como consultar o saldo do FGTS?

Apesar de ser uma tarefa simples, muitas pessoas não sabem como como consultar o saldo do FGTS.

Existem algumas formas de acompanhar esse saldo e elas são bem simples de realizar. Em geral, você vai precisar do seu Número de Identificação Social (NIS) ou PIS/PASEP.

Ele é encontrado no seu cartão cidadão e na sua carteira de trabalho. Esse número é sua identidade no sistema social em que o FGTS está integrado.

Quem não sabe seu PIS/PASEP pode descobri-lo no site do Cadastro Nacional de informações sociais (Cnis). Com isso em mãos, é possível consultar o saldo do FGTS nas agências bancárias da Caixa, no site da instituição e também no aplicativo do próprio FGTS.

Veja como funciona cada opção!

Presencial

Quem deseja ser atendido pessoalmente basta se dirigir a uma agência bancária da Caixa Econômica levando o cartão cidadão. Então, o atendente do banco pode lhe apresentar o seu extrato do Fundo de Garantia.

Site da Caixa

Você não precisa sair de casa e enfrentar filas para encontrar a informação que procura. Na página da Caixa Econômica é possível conferir o saldo do FGTS informando o seu número do PIS PASEP e a senha para acesso ao sistema.

Se for o seu primeiro contato com o login da página, basta clicar em “cadastrar senha” e preencher as informações pedidas. Depois disso, você terá seus dados de acesso e poderá ver as informações dos últimos lançamentos feitos no seu nome.

E-mail e celular

Não é possível conferir o saldo do FGTS por telefone, mas no site da Caixa você pode se cadastrar para receber mensalmente as informações referentes aos depósitos no seu e-mail ou celular.

Geralmente, o banco envia a cada dois meses um extrato da conta para sua casa. Quem optar por receber as informações por meio eletrônico vai deixar de recebê-las dessa forma. Entretanto, ainda chegará um extrato anual na sua residência. Se você não está recebendo essas correspondências, pode contatar a Caixa para resolver essa pendência.

Aplicativo do FGTS

O Fundo de Garantia tem seu próprio site e aplicativo para facilitar que você acompanhe seu saldo. Nesse caso, basta fazer o download do aplicativo e oferecer os dados solicitados para que seu acesso às informações seja liberado.

Quando o FGTS pode ser sacado?

Agora que você já aprendeu a consultar o saldo do FGTS, vamos falar um pouco sobre as condições em que ele pode ser sacado. Afinal, é difícil acompanhar esse dinheiro sem usufruir dele, não é mesmo?

Descubra quais são as justificativas para liberação desse valor!

Situações trabalhistas

Como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é um direito relacionado à condição de trabalho, muitas das razões para autorização do saque estão ligadas a situações trabalhistas. Talvez a mais conhecida delas seja o caso de demissão sem justa causa.

Ou seja, quando a empresa decide demitir o trabalhador e isso não acontece por justa causa, ele tem o direito de sacar a reserva depositada no FGTS. Mas atenção: nesse caso, você só pode ter acesso aos depósitos feitos por essa empresa.

Se houver saldo relacionado a locais anteriores em que você pediu demissão ou saiu por justa causa, ele não será sacado.

Outra razão para liberar o dinheiro do FGTS é um término de contrato que tinha prazo determinado ou a rescisão da relação de trabalho por problemas vividos pela empresa (como falência, fechamento de alguma filial ou falecimento do empregador).

Quando um trabalhador atua de maneira avulsa ele pode sacar o FGTS caso seu trabalho seja suspenso por prazo igual ou superior a 90 dias. Além disso, brasileiros que não tiverem depósitos por três anos (sem interrupção) podem solicitar o saque depois desse período. E, claro, quem estiver se aposentando também tem direito de receber esse valor.

Situações pessoais

Além das situações de trabalho, existem algumas condições de vida pessoal que autorizam o saque do saldo do FGTS. Em geral, elas estão relacionadas a realidades que colocam a pessoa ou sua família diante de necessidades financeiras.

Uma delas é quando o titular da conta falece. O acesso ao dinheiro também pode acontecer quando o trabalhador ou um dependente é portador do vírus HIV ou de uma doença grave que esteja em estágio terminal. O mesmo ocorre caso seja descoberto um câncer.

Mas também há razões positivas para sacar o FGTS. É o que acontece quando ele é utilizado para adquirir o imóvel próprio. O saldo pode ser usado para realizar a compra, quitar um saldo devedor ou pagar parte das prestações de consórcios e financiamentos imobiliários.

Existe, ainda, a liberação do saque por parte do Governo Federal. Isso acontece, geralmente, quando é interesse do executivo aquecer a economia e incentivar o consumo.  Assim, ele anuncia a autorização para recebimento do saldo do FGTS e o trabalhador pode ter acesso a esse dinheiro mesmo sem se enquadrar nos requisitos que citamos.

E não se esqueça: ao sacar o FGTS, não deixe de dar um bom destino a este dinheiro e fazê-lo trabalhar para você.

Quer conhecer algumas opções de destino para o seu FGTS? Conheça 5 opções de investimentos de baixo risco para multiplicar esse dinheiro!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *