Saber como investir para alcançar os objetivos desejados é uma das principais dúvidas dos investidores. Nesse cenário, é bastante comum procurar o investimento perfeito — aquele que se alinhará da melhor forma às suas necessidades.

Mas será que ele realmente existe? Na prática, as decisões de investimentos exigem que você se baseie em diversas informações para tomar decisões acertadas. Logo, é preciso entender o que avaliar para fazer as suas escolhas.

Neste artigo, você aprenderá as principais dicas para encontrar o investimento perfeito para as suas necessidades. Continue a leitura!

Entenda bem o seu perfil como investidor

O autoconhecimento é um dos primeiros passos para entender o investimento ideal. Isso porque é por meio dele que você saberá identificar os seus desejos em relação ao mercado. Afinal, as melhores escolhas serão aquelas que atenderão às suas necessidades.

Assim, ter conhecimentos sobre o seu perfil de investidor é indispensável para montar uma carteira alinhada. É assim que você saberá sua tolerância a riscos e, por consequência, guiará suas escolhas entre os diversos investimentos de renda fixa e de renda variável.

Os perfis podem ser divididos entre conservador, moderado e arrojado. Eles apresentam, do conservador ao arrojado, níveis crescentes de abertura a riscos em busca de maior rentabilidade.

Isso quer dizer que os conservadores buscam segurança acima de rendimentos. Já os moderados buscam equilibrar os dois aspectos, tendo uma abertura maior em relação aos riscos. Por fim, os arrojados abrem mão de segurança para potenciar seus rendimentos.

Essa relação inversa se torna presente porque, no mercado financeiro, existe a relação entre risco e retorno. Assim, em regra, investimentos de maior risco trazem oportunidade de retornos maiores, enquanto os mais seguros trazem uma rentabilidade limitada.

Alinhe seu perfil aos objetivos pessoais e melhores prazos

Depois de identificar o seu perfil de investidor e entender qual seria a sua abertura a riscos, também é necessário definir os seus objetivos com os aportes. Como o mercado financeiro é muito dinâmico, existem opções que podem se alinhar a diversos planos.

Assim, é importante pesquisar sobre as aplicações e ativos disponíveis, a fim de identificar quais se alinham aos seus objetivos. Nesse ponto, é essencial considerar também os prazos de cada um.

Por exemplo, uma reserva de emergência não tem um prazo certo para ser utilizada, então deve estar disponível a qualquer momento. Por outro lado, a aposentadoria é um objetivo para longo prazo, então permite o uso de alternativas com horizontes maiores.

Percebeu como cada objetivo pode gerar especificações que influenciarão as escolhas dos tipos de investimentos? Ao mesmo tempo, é preciso considerar o seu perfil de investidor, para garantir que o nível de risco de cada opção se alinha ao que você está disposto a assumir.

Elabore um planejamento financeiro e faça controle de finanças pessoais

Ter um bom planejamento financeiro, com objetivos de curto, médio e longo prazo é também uma boa maneira de entender quais seriam as melhores opções de investimento. Ao fazer isso, também é interessante manter um controle das suas finanças pessoais.

Isso significa criar o hábito de organizar o orçamento de cada período, considerando sua receita e os seus gastos. Dessa forma, você conhecerá melhor o seu padrão de consumo e poderá melhorar a gestão das suas finanças.

Com o planejamento e controle, você consegue identificar se é necessário encontrar meios de economizar e criar estratégias para diversos objetivos. Por exemplo, quitar dívidas, começar a investir e acumular capital.

Tenha uma reserva de emergência

Para encontrar o melhor investimento para você também é interessante manter uma reserva de emergência. Ela representa uma quantia financeira que será utilizada em situações de urgência, como doenças e danos patrimoniais que exigem intervenção, ou diante de perda de renda.

Por exemplo, imagine que você é motorista por aplicativo e depende do seu carro para trabalhar. Porém, se envolve em um acidente, gerando custos que você não contava e impedindo você de trabalhar pelo período de conserto do veículo.

Sem uma reserva de emergência, recorrer a empréstimos, que contam com altas taxas de juros e podem levar ao endividamento. Outra alternativa seria se desfazer de outros investimentos para cobrir os valores.

Contudo, o resgate antecipado ou a venda dos ativos antes do prazo programado pode levar a perdas financeiras. Ademais, ela prejudica a conquista dos objetivos atrelados aos aportes. Por outro lado, com a reserva de emergência, você estará preparado para lidar com os imprevistos do cotidiano.

Isso porque será possível contornar o problema enfrentado sem que isso afete negativamente o seu orçamento. Para tanto, o ideal é que a reserva tenha, no mínimo, o equivalente a 6 meses das suas despesas mensais e seja alocada em um investimento seguro e de liquidez diária.

Conheça as alternativas do mercado financeiro

Por fim, entender qual é o melhor investimento para você requer um estudo e experiência. Portanto, vale cultivar o interesse por conhecer mais sobre as alternativas do mercado financeiro. Nesse cenário, pesquise as oportunidades e também os riscos envolvidos em cada uma.

Questões como rentabilidade, funcionamento, riscos e prazos se tornam essenciais para conseguir avaliar um investimento com mais segurança. Além disso, vale aprender também sobre como o mercado funciona e como realizar os aportes e resgates, a fim de evitar imprevistos.

Outro ponto importante é entender que o mercado se expõe à volatilidade, podendo trazer movimentos que contrariam o que você espera. Então é preciso considerar esse fator para construir uma carteira equilibrada.

Nesse caso, a principal estratégia é a diversificação de investimentos. Na prática, isso ajudará a equilibrar riscos e a potencializar o retorno, sempre mantendo um portfólio alinhado ao seu perfil e objetivos financeiros.

Como você pôde ver ao longo do conteúdo, o investimento perfeito, no fim, não existe. O que existe, na verdade, é a carteira perfeita. Ela é formulada de acordo com cada investidor, se adequando ao seu perfil, à sua realidade e aos seus objetivos, individualmente.

Gostaria de aprender mais sobre o tema? Então conheça o livro “O Investimento Perfeito: Como investir em qualquer cenário econômico com segurança”!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *