Empreender é sempre um desafio, e é necessário ter cuidado para não desperdiçar tempo e dinheiro. Apesar dos riscos, entretanto, é cada vez maior o número de brasileiros interessados em ter o próprio negócio.

Neste aspecto, é importante dizer que existem diferentes motivos pelos quais uma pessoa ou um grupo de pessoas decide empreender. Mas, basicamente, podemos dividir o empreendedor em 2 perfis: o empreendedor por oportunidade e o empreendedor por necessidade.

Neste artigo, você conhecerá as principais características do empreendedor por oportunidade, assim como as do empreendedor por necessidade e terá acesso a algumas dicas para começar seu negócio.

Então, vem com a gente saber mais sobre empreender por oportunidade e empreender por necessidade, e tentar descobrir em qual perfil você melhor se encaixa? Continue lendo e vamos juntos nessa!

Empreendedor por oportunidade x empreendedor por necessidade

Empreender por oportunidade envolve começar um negócio ainda que se possua outras alternativas na área profissional. Não são pessoas que precisam de forma imprescindível de um novo rumo na carreira e, muitas vezes, contam com nível de escolaridade e especialização em certas áreas acima da média.

Empreender por oportunidade, portanto, significa a possibilidade de alcançar a independência no trabalho ou aumentar a renda mensal.

Por outro lado, empreender por necessidade é para aquelas pessoas que aceitaram o desafio de um negócio autônomo devido à falta de melhores alternativas profissionais. Elas precisam produzir renda o quanto antes para si mesmas e suas famílias.

Empreender por necessidade depende mais da situação econômica de um país. O número de empreendedores por necessidade, por exemplo, cresce quando o desemprego aumenta.

Em teoria, o empreendedorismo por oportunidade permite maiores chances de sucesso, pois pode ser planejado com mais calma e dispondo-se de mais recursos. Além disso, empreender por oportunidade geralmente afeta de forma significativa o crescimento econômico de um país, uma vez que gera empregos e “sacode” a estagnação da nação.

Através do empreendedorismo, novas ideias surgem para desenvolver o país. Um empreendedor pode inspirar outro e, assim, cada vez mais pessoas podem trabalhar por conta própria para seu próprio crescimento e o do lugar onde moram.

Empreendedorismo no Brasil

Nosso país, apesar de não ser de Primeiro Mundo, apresenta em sua maioria empreendedores por oportunidade. Porém, o número de empreendedores por necessidade tem crescido, devido à crise econômica e à alta do desemprego.

O índice de empreendedores por necessidade no Brasil é próximo ao dos Estados Unidos, segundo pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2010). E, de acordo com esses dados, em nosso país as pessoas empreendem principalmente pelas seguintes razões:

  • 43% buscam de maior independência e liberdade no trabalho;
  • cerca de 35% procuram aumento de renda pessoal;
  • aproximadamente 18% desejam a manutenção da renda pessoal;
  • 3% têm outros motivos

Seja como for, todos os países dependem da atividade dos empreendedores e de sua capacitação. Empreendedores podem gerar empresas mais produtivas e eficientes, acelerando a economia do país e se tornando alguns dos maiores aliados contra a crise econômica.

Na crise, a palavra-chave é “reinventar-se”, e empreender exige certa criatividade – e pés no chão, é claro. Empreendedores criam possibilidades para si mesmos e para seu país.

Onde eu me encaixo?

Talvez você esteja pensando em começar um negócio, em realizar um empreendimento. 

Pode ser que sua principal motivação seja a oportunidade, baseada em um grande sonho ou em uma atividade que vá lhe dar satisfação e uma boa renda.

Por outro lado, quem sabe você sinta que precisa empreender por necessidade: está desempregado, o emprego não corresponde às suas expectativas, tanto financeiras quanto em termos de realização pessoal, e de sua família, por exemplo.

Como você já sabe, existem 2 perfis básicos para empreender: por oportunidade ou necessidade. E cada um deles conta com características específicas.

Vamos conhecer melhor cada um destes perfis? Quem sabe você poderá ver com mais clareza onde se encaixa, e, a partir disso, traçar seu planejamento e escolher seu negócio?

Empreendedor por necessidade

Empreender por necessidade é sinônimo de resolver problemas. Quer dizer, encontrar uma saída para os problemas.

Perda de emprego, falta de renda, dificuldade para se recolocar no mercado… os motivos podem ser vários, mas a razão para empreender é a mesma: necessidade.

Em geral, os empreendedores por necessidade contam com pouca ou até nenhuma experiência no ramo empresarial, o que pode trazer maiores dificuldades, principalmente no início do negócio.

Mas isso não é nenhum grande empecilho!

Não se preocupe, os fatores diferenciais são foco, dedicação e disposição em aprender. Se você tiver paciência e objetivos claros, vai ter todas as probabilidades de criar um negócio de sucesso.

Procure algo com que você se identifique, ou do qual tenha algum conhecimento prévio, se for possível. Caso não, mais uma vez: estude, faça cursos, informe-se. Nunca é tarde para uma reviravolta na carreira.

Empreendedor por oportunidade

O empreendedor por oportunidade é mais ou menos como uma águia, sempre atenta ao seu redor para agarrar as melhores possibilidades. Ele observa o mercado e os consumidores, busca lacunas, respostas, ideias em relação a produtos e serviços.

Essas ideias podem ser planejadas inicialmente para uma região ou terem uma abrangência global. Comece devagar, mas não deixe de sonhar alto.

O empreendedor que “caça” oportunidades é uma pessoa que geralmente conta com algum conhecimento, mesmo que mínimo, sobre o mercado. Sua característica principal, além do fato de ser atento e ligado em novidades, é a ousadia.

 Há aqueles que largam tudo para começar um novo negócio, ao passo que outros guardam reservas financeiras por um período para as investirem em uma oportunidade.

Como empreendedores por oportunidade e necessidade afetam o mercado?

Já dissemos que ambos os empreendedores, por oportunidade ou necessidade, podem ajudar a economia de um país a se movimentar e impactar fortemente o mercado.

No Brasil, é comum, inclusive, ouvir falar que o povo é bem criativo, “se vira nos trinta”, ainda mais com a grande crise. E isso forma bons empreendedores, seja por necessidade ou oportunidade. Histórias de sucesso é o que não falta.

Quem nunca ouviu falar, por exemplo, de Flávio Augusto, que começou com uma escola de inglês, Wise Up (mesmo sem falar inglês!) e hoje é um bilionário dono do clube de futebol Orlando City? Ele veio da periferia carioca, pegando ônibus às 5 da manhã, para se tornar uma das pessoas mais bem-sucedidas do mundo dos negócios. 

Além disso, tem se dedicado a incentivar as pessoas a empreenderem e fazerem sua renda e a economia do país crescer.

O fato é que, mais do que nunca, os brasileiros estão empreendendo, criando negócios inéditos ou remodelados no mercado. Sabemos que as dificuldades podem ser imensas, em um cenário como o do nosso país, e as incertezas são inúmeras. Mas nossos empreendedores têm a cara do nosso povo: “não desistimos nunca”.

Por isso, tantos negócios vem surgindo, e tantas pessoas têm se destacado, seja por necessidade ou oportunidade, no empreendedorismo.

Características de um empreendedor

Apesar das diferentes motivações, empreendedores por necessidade e por oportunidade apresentam certas características em comum.

Ambos precisam suplantar adversidades e desafios. Nunca vai ser fácil, mas nunca vai ser impossível se o empreendedor realmente se comprometer, aprender e souber esperar para colher seus resultados.

Seja em qual perfil você se encaixar, sugerimos que você procure desenvolver as seguintes habilidades profissionais ao empreender:

  • paciência;
  • persistência;
  • abertura para aprender;
  • observação para identificar e manter talentos;
  • capacidade de liderança;
  • foco;
  • criatividade;
  • dedicação.

Sejam quais forem as razões pelas quais você esteja empreendendo, ou sonhe empreender, é sempre um caminho que exige planejamento, foco e dedicação

Além disso, por mais que você já tenha uma ideia de negócio na cabeça, sugerimos que você pesquise e se informe ao máximo sobre negócios promissores. Busque um negócio lucrativo e que tenha lugar no acirrado mercado de trabalho.

E o principal: nunca deixe de aprender, pois isso o fará ficar atrás da concorrência. Estamos falando em marketing, em mídias digitais, em gestão, contabilidade e outros temas que um empreendedor de sucesso deve dominar.

Lembre-se: no fim, o principal responsável pelo sucesso do seu negócio e por sua realização pessoal vai ser você. Então, invista em si mesmo e no que for necessário para se desenvolver profissionalmente.

Então, o que achou do nosso conteúdo sobre perfis de empreendedor? Deixe um comentário com suas dúvidas ou opinião!

 

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

Nosso site é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *