Ganhar dinheiro é o que todo mundo almeja, independentemente dos objetivos de cada um, não é mesmo? Mesmo quem leva uma vida simples, minimalista e que não deseja ser rico sabe que dinheiro é um meio essencial para realizar sonhos ou ter, no mínimo, uma vida confortável.

Mas você já parou para pensar na relação que as pessoas têm com o dinheiro? A grande maioria vive de uma forma que nos fora ensinado, sem questionar hábitos e costumes.

As pessoas vivem com um pensamento popularmente construído sobre uma relação entre trabalho e dinheiro que não é muito benéfica. O artigo de hoje tem o objetivo de explorar o assunto.

Depois de lê-lo, você nunca mais pensará da mesma maneira sobre como lidamos com nossos ganhos. Se interessou? Então leia o post até o final e surpreenda-se!

O Estilo de vida majoritário

Assim como quase todos desse país, você provavelmente conhece ou vive a vida que a família e a escola ensinam. Um indivíduo nasce, cresce, estuda e, quando se torna maior de idade, começa a trabalhar.

Alguns conseguem terminar o ensino superior e se especializar. E, ao invés de “prestar serviços”, passa a ter uma profissão.

Como dito, a sociedade nos ensina que isso é o certo. Trabalhar para receber um salário e estudar para termos uma boa profissão. Dessa forma, fica difícil imaginar outro modo de vida, já que somos condicionados a ter esse pensamento.

Como a educação financeira não é ensinada e poucos a procuram, esse cenário parece permanecer estático. Os brasileiros trabalham e dependem do seu único salário para sobreviver. Como a maior parte da população não tem o hábito de poupar, chegam zerados no final do mês torcendo para chegar logo o dia do próximo pagamento.

Mas aí vem uma importante pergunta: trabalha-se para ganhar dinheiro ou apenas para pagar as contas e sobreviver? Pelo visto, a maioria trabalha para pagar as contas, não é verdade?

Viver dessa forma não faz sentido, mas a realidade é essa. Endividar-se e depois se atrapalhar com as finanças, tendo que utilizar o décimo terceiro salário e outros benefícios para quitar tudo o que se deve é o que mais vemos por aí.

A primeira atitude para sair desse ciclo é identificar que o que aprendemos não é saudável. Enxergar o problema, questionar-se e não repetir os passos dos outros fará com que você comece a pensar em formas mais corretas de ganhar dinheiro e de lidar com esse dinheiro.

As quatro categorias de pessoas

De uma forma bem simples, podemos encontrar dois grupos de pessoas. O grupo um é formado pelos empregados e autônomos. O grupo dois trata dos empreendedores ou donos de empresas e os investidores.

Esses quatro perfis serão explicados individualmente.

Empregados

A classe mais comum de ser encontrada é a dos empregados. Quem são eles? Pessoas que vendem seu tempo em troca de dinheiro. Os empregados geralmente trabalham com horários definidos em um determinado número de dias por semana.

A maioria trabalha com o regime CLT e tem seus direitos assegurados, como férias, FGTS, descanso semanal, décimo terceiro salário, bonificações e outros. Nesse grupo, o dinheiro só aumenta quando tem aumentos, horas extras trabalhadas, mudanças de cargos e, principalmente, quando o salário é reajustado todos os anos.

Para ganhar mais dinheiro, esse grupo precisaria trabalhar mais horas. A quantidade de dinheiro está diretamente relacionado com a quantidade de horas trabalhadas.

Autônomos

O segundo perfil de pessoas que compõe o primeiro grupo são os profissionais autônomos ou liberais. Podem ser empreendedores individuais também.

Diferentemente dos empregados, as pessoas desse grupo têm uma certa liberdade e autonomia que os empregados não possuem.

Os profissionais liberais podem definir seus horários e escolher quando deseja ou não prestar seus serviços. Se não trabalhar, não recebe. No caso de muitos, a renda pode variar bastante de um mês para outro. Aqui, não há os benefícios que um trabalhador CLT possui.

Assim como os empregados, sua renda depende da sua presença. Ou seja, que o prestador de serviços disponha de seu tempo. Por isso, o dinheiro recebido também está atrelado ao tempo trabalhado.

Empreendedores ou donos de empresas

A primeira categoria do segundo grupo de pessoas encontradas no mercado é formada pelos empreendedores ou donos de empresas. Aqui, estão os pequenos e grandes executivos que compram o tempo de trabalho das pessoas em troca de uma remuneração.

São os criadores de negócios, que vendem produtos ou serviços para uma grande quantidade de pessoas. Aqui, não se fala em vender o tempo e mão de obra por dinheiro.

Empresários e empreendedores ganham dinheiro conforme seus negócios e o funcionamento do mercado. A quantia em dinheiro que ganham não está relacionada, necessariamente, com o tempo que trabalham.

Investidores

Por último, quem integra o segundo grupo ao lado dos empreendedores e donos de empresas são nada mais nada menos que os investidores. São os que “emprestam” seu dinheiro a grandes empresas e instituições para lucrar com isso.

Assim como os donos de empresa, sua renda não depende do número de horas trabalhadas. A quantia ganhada depende de seu estudo e condições do mercado. Investidores, assim como muitos de seus colegas empreendedores, podem viver de renda passiva.

Vale ressaltar que viver de renda passiva não é somente para grandes executivos e investidores que estão há anos no mercado. Pessoas comuns e inclusive, os empregados e autônomos, podem se beneficiar dela.

O que difere os dois grupos

Como visto, o primeiro grupo (empregados e autônomos) vendem seu tempo e mão de obra para receber dinheiro. O segundo grupo (empreendedores/donos de empresas e investidores) recebem renda e o tempo que trabalham não está relacionado com a quantia recebida.

Não é preciso dizer também que o segundo grupo tem condições de ter uma renda muito superior à renda do grupo um. Enquanto empregados e autônomos trabalham para receber dinheiro, empreendedores e empresários fazem o dinheiro trabalhar para si.

Aí está a diferença. A maioria pensa que ganhar dinheiro depende de um emprego ou da quantidade de horas trabalhadas. Porém, esse ganho não depende disso!

É possível ganhar dinheiro fazendo-o trabalhar para você. Aliás, entender o mercado financeiro pode trazer muito mais rendimentos do que trabalhar o dobro ou o triplo de horas!

Enquanto grande parcela das pessoas nem cogitam isso, as pessoas do grupo dois já educaram-se financeiramente para enriquecer.

Ganhar dinheiro: saiba se você está fazendo o certo

Para mudar seu posicionamento, era preciso conhecer os grupos e entender como cada um lida com o dinheiro. Assim, fica mais fácil enxergar a sua situação e dar os primeiros passos para enriquecer da forma correta.

Afinal, você está fazendo isso certo? Você trabalha para receber dinheiro ou faz o dinheiro trabalhar para você?

Ganhar dinheiro deve estar mais ligado ao fato de saber investir e rentabilizá-lo do que trabalhar horas e horas em troca de uma quantia que nem sequer será investida (provavelmente será gastada).

Por isso, é importante educar-se financeiramente para aprender a lidar com as finanças e modificar a mentalidade de empregado/autônomo para uma mentalidade empreendedora/investidora. Você pode ter aprendido errado, mas agora sabe que fazer o dinheiro trabalhar para você é a forma correta de ganhar dinheiro.

Podemos perceber que as crenças sobre ganhar dinheiro foram passadas para a maioria da população. Porém, de forma equivocada.

Quase todos nós aprendemos que enriquecer está ligado ao trabalho árduo. Mas, como visto, a realidade é outra e está relacionado com a forma que cada um lida com os ganhos.

Educar-se é a melhor forma de sair de um lado e migrar para o grupo que vive melhor financeiramente. Portanto, não pare nunca de estudar sobre o assunto e torne-se uma pessoa que sabe fazer seus rendimentos trabalharem para você!

Percebe a importância de questionar os costumes? Se não fizermos isso, dificilmente saímos do lugar! Por isso, aprenda já a investir e tenha um futuro próspero financeiramente!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

Nosso site é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *