Todos os anos, no final do mês de abril, encerra-se o período da entrega das declarações do Imposto de Renda. E, para a grande maioria dos clientes que atendo, o Imposto de Renda é uma das reclamações mais recorrentes.

Mas, por que as pessoas reclamam, criticam e murmuram tanto sobre o Imposto de Renda? Afinal, pagar Imposto de Renda é uma coisa ruim ou boa?

Se você tem esta dúvida, saiba que pagar Imposto de Renda é ótimo! Porém, as pessoas reclamam tanto que se criou uma crença limitante ao redor do IR. É sobre esta questão que falarei no artigo de hoje.

A crença limitante financeira e o Imposto de Renda

Crença limitante é algo que você acredita que é verdade sobre algo, sobre alguém ou sobre si mesmo, que não é, na prática, uma verdade. É algo que você internalizou, seja uma mensagem do seu passado ou algo que você carrega consigo, que lhe impede de olhar para o horizonte e enxergar outros cenários.

Muitas vezes, as pessoas não conseguem compreender o porquê de colegas de trabalho com a mesma renda, com o mesmo padrão de vida e familiar estão de vento em popa, desenvolvendo seu patrimônio enquanto essas pessoas passam a vida toda com desiquilíbrios financeiros muitos sérios.

Ainda a crenças nos leva a um certo comodismo financeiro. Um exemplo clássico ocorre quando pergunto para alguns clientes como anda sua vida financeira. Em geral, a resposta é que “está dando para pagar as contas.

Esta resposta representa duas situações:

  • Orçamento mensal muito justo, que não está oferecendo espaço para formação de poupança;
  • Uma crença limitante, originada pelo comodismo, que torna-se uma âncora para as pessoas e impedindo-as de terem ambições maiores do que só conseguir pagar suas respectivas contas.

Conseguir pagar as contas, no cenário atual do país, pode até ter um certo ponto positivo, já que hoje temos em torno de 25% da população brasileira inadimplente – cerca de 63 milhões de brasileiros, e com grandes dificuldades de honrar seus compromissos financeiros. Mas não vivemos apenas para pagar contas, não é mesmo?

O Imposto de Renda e a crença limitante

Agora que você entendeu o que é uma crença limitante, é hora de voltar a falar sobre o Imposto de Renda. É normal ouvir muitas pessoas reclamarem sobre pagar Imposto de Renda todos os anos, e a fatia que o Leão “come” do rendimento mensal do trabalhador.

Também é normal ouvir pessoas agradecendo por não pagarem Imposto de Renda, por permanecerem em uma faixa de ganhos na qual não incide tributação.

Não podemos negar que a mão do governo é pesada e assusta quando o assunto são impostos. Porém, uma das minhas metas de médio a longo prazo é pagar R$ 100 mil de Imposto de Renda! E essa também deveria ser a meta de outras pessoas!

Entenda que, se avaliarmos logicamente, se  estou pagando esse valor exorbitante de Imposto de Renda, é porque eu estarei ganhando muito, mais muito bem!

Quando a pessoa afirma que, “graças a Deus, não paga Imposto de Renda”, ela apenas segue reafirmando que deseja e vive conformada em ganhar pouco, ao invés de querer prosperar e ganhar um salário digno de pagar muitos tributos ao governo.

Vamos então ressignificar esta crença? Analisar a situação como um todo e deixar a crença limitante financeira de lado em prol do seu crescimento financeiro?

Conclusão

Tenha sempre em mente que pagar Imposto de Renda é ótimo! É compreensível que muitas pessoas se revoltam pelo fato dos mandos e desmandos políticos e casos de corrupção. Este, porém, é outro assunto (bastante complexo, inclusive).

Apesar disso, o pagamento de imposto sobre os seus ganhos não deve ser visto como algo negativo. Deseje e fique muito, mas muito feliz em pagar Imposto de Renda, pois se você está pagando muito imposto, é porque você está ganhando muito bem!

Pense nisso!

 

Marcio Araujo

Educador e coaching financeiro, profissional CEA (Certificação de Especialista em Investimentos ANBIMA) e especialista em Cooperativismo de Crédito

 

Artigo publicado originalmente em 23/10/2018. Atualizado em 07/03/2019.

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi produzido por um autor parceiro e/ou convidado do Blog e Valor, com a finalidade de compartilhar suas opiniões sobre temas diversos e contribuir com o site.

shadow

Posts relacionados

Comentários

  1. Santiago]    

    bona,

    isso aí,

    Não consegui sua palestra, mas vou batalhar pela Educação financeira nas escolas…

    outra verdade… vejo um monte de gente reclamando de pagar IR só que não enxerga o próprio salário…

    saúde, sucesso e felicidades.

    Santiago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *