O árduo caminho da trajetória profissional é cercado de dúvidas. Uma delas é se você pretende ser dono do próprio negócio ou trabalhar como empregado CLT em um emprego formal. As decisões, no entanto, devem ser baseadas no tipo de perfil. Você, por exemplo, tem o perfil de empresário ou empregador?

Em ambas as situações, o sucesso depende de ações assertivas tomadas ao longo da jornada. Sendo assim, quem possui personalidade empreendedora dificilmente se encaixa em uma posição de empregado – que é subordinada, segue padrões pré-definidos e não possui liberdade para decisões. E vice-versa.

Em nosso artigo de hoje você conhecerá algumas das principais características do perfil de empresário e do perfil de empregado. Assim, poderá saber qual caminho trilhar ao longo de sua jornada.

Boa leitura!

É melhor ser empregado ou empregador?

É difícil responder essa pergunta, pois tanto uma carreira como empregado, quanto uma carreira como empregador, são louváveis e capazes de satisfazer os seus objetivos profissionais. Além disso, assim como é possível fracassar como empregador, é possível fracassar como empregado.

Para evitar tais cenários, é preciso conhecer bem as competências e habilidades exigidas em cada um dos casos. E é exatamente sobre estes dois perfis que discutiremos a seguir.

Quais as competências de um empresário?

Ao refletir sobre como ser um empresário de sucesso, é preciso considerar as competências inerentes a quem é dono do próprio negócio. O perfil de empresário exige algumas habilidades que vão desde a postura de assumir riscos, a liderança e foco em resultados.

Você, enquanto empresário, precisa dominar o seu mercado. Ao se tornar uma autoridade na área de atuação, deve ter o poder de persuasão aflorado, como ferramenta de negociação.

Imagine-se em uma disputa sobre qual empresa fornecerá insumos para uma grande fábrica. Para se destacar do concorrente, é necessário convencer o contratante de que seus produtos são melhores do que os da concorrência, certo? Por isso é tão importante que o empresário seja persuasivo.

Outra habilidade importante no perfil do empresário é a liderança. E é interessante diferenciais líder de chefe. Um bom líder é aquele que se envolve com os desafios da empresa, motiva sua equipe e tenta, em conjunto, encontrar as respostas para todas as dúvidas.

Quem não possui a liderança como fator construtivo de sua personalidade dificilmente compreenderá como ser um empresário de sucesso.

O perfil de empresário também abrange a orientação pelo cumprimento de metas e resultados. Para que as atividades da empresa sejam realizadas de forma positiva e conquistem objetivos, o empresário deve ser capaz de traçar metas tangíveis e criar estratégias capazes de suprir tais metas.

Bom relacionamento interpessoal e responsabilidade na tomada de decisões também são essenciais ao perfil de empresário.

Você nasceu para ser empresário?

Existem alguns sinais simples que podem detectar se você realmente nasceu para ser patrão ou a melhor escolha é a rotina CLT.

Talvez ser empresário seja uma excelente ideia se você:

  • está desmotivado na empresa atual e a rotina de trabalho já não lhe satisfaz tanto;
  • não consegue aplicar as suas ideias nas ações da empresa e deseja explorar novas oportunidades;
  • não tem medo de adquirir riscos e está pronto para novas ações;
  • não está satisfeito em realizar apenas uma tarefa pré-determinada;
  • você investe tempo e dinheiro em cursos de atualização, capacitação e formação em novos negócios, principalmente em tópicos que são alheios a sua posição CLT

Agora que você já sabe quais as competências de um empresário, reflita e tente visualizar a sua jornada como dono de empresa. Será que este caminho é para você?

Quais as características de um perfil de empregado

Já no caso do perfil de empregado, é esperada uma posição mais passiva – o que não deve ser confundido com falta de proatividade. No entanto, empregado tende a aguardar ordens de seus superiores, para executá-las como o planejado.

E engana-se quem pensa que tempo de casa em uma mesma empresa pode significar total preparo para se tornar dono de uma. Os desafios propostos ao dia a dia de um empregado são completamente diferentes daqueles vivenciados pelos empregadores.

Se você é do tipo de pessoa que fica feliz com uma promoção somente pelo aumento de salário, definitivamente não está pronto para ser um empresário. É preciso ter discernimento sobre o processo de ser escolhido para um novo cargo.

O enfoque não deve ser o financeiro, mas sim a responsabilidade e confiança depositadas em você pelo seu chefe. Assumir um novo cargo exige reflexão, com decisão tomada somente quando você realmente se sentir preparado para tal.

Empregados geralmente visam promoções como foco em melhores salários – o que não é errado.

Outro ponto relevante que difere o perfil de empresário do empregado é o relacionamento humanizado. Se você não é do tipo que se aproxima dos demais colaboradores, não sabe o nome do funcionário da copa e, muito menos, da secretária, talvez ser um líder não seja o ideal.

Sobre responsabilidade, vale uma reflexão. Funcionários recebem tarefas e precisam cumpri-las. Geralmente, suas responsabilidades são menos intensas, já que são subordinados a outros superiores. Assumir grandes riscos e responsabilidades fica a cargo do empresário. Quanto maior o cargo, maior a responsabilidade.

Se você não gosta de assumir grandes responsabilidades, você tem o perfil de empregado.

Como saber se você tem o perfil de empregado?

Se você compartilha algum dos pensamentos a seguir, provavelmente você não tem perfil de empresário e seu lugar é como funcionário CLT:

Como frisamos ao longo do artigo, não existe uma reflexão pertinente sobre o que é melhor, ser empregado ou empregador. Tudo depende da personalidade de cada um e de suas habilidades.

Você pode achar que ser dono de negócio é muito complexo, mas o seu colega pode achar incrível e considerar a abertura de uma empresa como meta de vida. O que vale é atentar-se às reflexões compartilhadas e traçar seus objetivos profissionais.

Gostou do artigo? Após ler este texto, você acha que tem um perfil de empresário ou de empregado? Diga nos comentários!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *