O acesso à internet e a digitalização dos sistemas de negociação faz com que seja possível investir sem sair de casa. As operações da bolsa de valores, por exemplo, podem ser feitas de um computador ou celular a partir do home broker.

Mas você sabe o que é um home broker? A plataforma é essencial para realização de diversos investimentos. Contudo, sem conhecimento você pode ter dúvidas de como operar — ou acabar cometendo erros e tendo prejuízos.

Pensando em ajudá-lo a ter uma experiência adequada no sistema, preparamos esse artigo. Continue a leitura para entender o que é home broker, como ele funciona, suas vantagens e como utilizá-lo.

Confira!

Home broker: o que é?

Home broker é uma ferramenta que permite aos investidores negociarem na bolsa de valores pela internet. Por meio desse sistema, o investidor se conecta aos bancos de investimentos e ao ambiente da B3, a bolsa brasileira, podendo operar de forma autônoma e simples.

Antes da digitalização do sistema, os pregões da bolsa aconteciam presencialmente. Assim, quem desejava comprar ou vender ativos financeiros precisava ligar para um operador que faria a negociação. Com o home broker, tudo ficou mais simples.

Ainda é possível contar com a mesa de operações de um banco de investimentos, caso você tenha dúvidas operacionais. Mas também é fácil realizar o processo sozinho, com um aplicativo ou site.

Nesse sentido, o home broker é semelhante aos sistemas de internet banking que são disponibilizados pelos bancos. Os primeiros sistemas foram desenvolvidos em 1999 — e, em 2021, a maior parte das instituições de investimentos já ofereciam acesso ao home broker.

Como ele funciona?

Para entender como funciona um home broker, um dos primeiros passos é saber que por trás dessas plataformas estão as instituições financeiras. Elas são responsáveis pela conexão entre o mercado de investimentos e o investidor.

Nesse sentido, podemos dizer que o home broker é uma ferramenta utilizada para comunicação entre cliente, banco de investimentos e bolsa brasileira. Ele é o mecanismo que você pode utilizar para operar na bolsa de valores, sem depender de ninguém.

As informações das negociações são transmitidas em tempo real, o que torna a emissão de ordens de compra e venda uma tarefa fácil. Uma vez que você envie as ordens, quem fará a execução é a instituição financeira utilizada.

Com todo o trabalho sendo feito digitalmente e de forma automatizada, pode levar somente alguns segundos para serem executadas. E qualquer dúvida pode ser esclarecida com a equipe do banco de investimentos que você usa.

Quanto custa o home broker?

A utilização do home broker costuma ser gratuita. Algumas instituições podem cobrar taxas de corretagem sobre as operações de compra e venda realizadas, mas você não paga para utilizar a plataforma.

Assim, é possível ter acesso à bolsa, pesquisar ativos e acompanhar seus investimentos sem custos. As taxas podem precisar ser pagas na negociação, mas geralmente são preços acessíveis — e podem variar entre as instituições.

Quais suas vantagens?

Certamente uma das principais vantagens do home broker é ter liberdade para investir em tempo real, através de qualquer dispositivo com acesso à internet. Os sistemas funcionam em diversos aparelhos móveis e computadores.

Além disso, existe a vantagem de praticidade. As instituições financeiras oferecem aplicativos que dão acesso de forma ágil à bolsa. Logo, você não precisa fazer ligações e nem despender muito tempo ou esforço para investir.

Ademais, o registro digital das movimentações aumenta a segurança dos investimentos. A bolsa registra o histórico das negociações em tempo real, trazendo mais transparência para o mercado financeiro.

Outro benefício interessante é a diminuição dos custos de corretagem. As taxas cobradas nas operações feitas via home broker normalmente são mais baratas do que aquelas que envolvem a mesa de operações. Assim, podem fazer a diferença para quem tem um capital menor para investir.

Além disso, os sistemas online permitiram o desenvolvimento de um maior número de instituições financeiras. A dinâmica aumenta a competição entre esses prestadores de serviços e pode trazer melhorias para os investidores.

Como escolher o melhor home broker?

A escolha do home broker ideal depende de alguns fatores. Para começar, você precisa entender que cada instituição de investimentos tem o seu próprio sistema. Logo, escolher um home broker é escolher o banco de investimentos que você pretende utilizar.

Assim, vale a pena conferir as plataformas digitais das instituições financeiras que você tem conhecimento ou mantém relacionamento. Após isso, é interessante verificar se as opções oferecidas condizem com o que você precisa para realizar suas negociações.

Outro ponto importante é comparar os valores dos diferentes home brokers e estimar as operações que devem ser feitas mensalmente. Assim, você pode verificar as tabelas de taxas de corretagem e buscar o melhor custo-benefício.

No processo de escolha, tenha clareza dos seus objetivos como investidor. É preciso ficar atento para esses elementos, a fim de escolher um banco robusto que ofereça o melhor suporte e um home broker estável e acessível — como o BTG Pactual digital.

Como acessá-lo?

Para operar na bolsa, o primeiro passo é abrir uma conta em uma instituição financeira. Como vimos, não é possível investir sem ter um cadastro no banco de investimentos. É ele quem dará a você o acesso ao home broker.

A instituição é a responsável por executar as suas ordens de compra e venda, mesmo quando você realiza a negociação pelos sistemas digitais. Para isso, basta abrir a sua conta e, depois de aprovada, o acesso ao home broker será liberado.

Após fazer o seu cadastro em um banco de investimentos, é essencial entender as funcionalidades disponíveis, já que isso muda de uma instituição para outra. Existem funções básicas em todas, mas as ferramentas podem variar.

Depois de completar seu cadastro, estudar como o home broker funciona e se familiarizar com o sistema, você estará apto para utilizá-lo. Mas lembre-se que antes de comprar e vender suas ações e outros ativos financeiros é fundamental pesquisar o mercado para tomar boas decisões.

O home broker está relacionado aos investimentos de renda variável feitos na bolsa de valores. Logo, é preciso avaliar o seu perfil e objetivos para escolher os investimentos — sem deixar de considerar os riscos das operações.

Entendeu o que é e como funciona o home broker? Agora você pode abrir a sua conta e utilizá-lo para realizar seus investimentos na bolsa de valores. Caso tenha dúvidas, pode contar com o suporte do banco de investimentos ou de uma assessoria.

Quer começar a operar na bolsa? Abra sua conta no BTG Pactual digital e utilize a estrutura do maior banco de investimentos da América Latina!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Comentários

  1. Alcino Carlos de souza Neto    

    bom dia SRS.me Chamo Alcino carlos. preciso de uma ajuda.meu pai Faleceu em 1993 . ele tinha alguma acoes . não sei qual banco e. . e ja foi feito o inventario. tem como descobrir.. sei que que elas existem sei ..on e pn e tem uma empresa querendo comprar elas .so que o valor não e justo..e nem falam qual e instituiçõa financeira..alguem poderia me indicar .o que fazer ou alguem . ?? para me orientar.obrigado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *