Fazer um empréstimo pessoal não é uma ida ao parque, não é mesmo? Afinal, tomar um dinheiro emprestado é sempre uma situação delicada para qualquer pessoa – e que geralmente ocorre em momentos de aperto financeiro.

Por isso, antes de pegar algum dinheiro emprestado, é preciso que o consumidor tome alguns cuidados para não entrar em um mau negócio e se endividar ainda mais. Se você já fez ou pensa em fazer um empréstimo pessoal ou se conhece alguém que está passando por uma situação financeira delicada, vale a pena acompanhar o artigo de hoje.

Continue a leitura e confira 7 cuidados que qualquer pessoa deve ter antes de fazer um empréstimo pessoal e descubra o que considerar para tomar as melhores decisões em relação às suas finanças.

Acompanhe!

1. Pesquise as opções

Antes de contratar um empréstimo, avalie as suas opções e pesquise as ofertas disponíveis no mercado – além das opções mais baratas – com menores juros. Fale com o gerente do seu banco para ver o que eles podem lhe oferecer, mas faça também uma pesquisa outros bancos.

Atualmente existem também diversas ferramentas que auxiliam o consumidor a encontrar boas opções de empréstimos, com taxas mais baixas.  Se você tiver um bom score de crédito, é possível que você encontre opções ainda melhores.

Quer descobrir se você tem score de crédito baixo? Então aproveite para clicar aqui e ler um artigo sobre o tema.

2. Cuidado com os golpes

Na hora de fazer um empréstimo pessoal ou outro tipo de empréstimo, é fundamental conhecer preços e o funcionamento do mercado de empréstimos para não cair em ciladas. Não se desespere e não caia na tentação de qualquer oferta milagrosa que, eventualmente, possa ser oferecida a você.

Cuidado com os golpes de empresas de fachada – em especial, com sites e aplicativos de empréstimo online. Em alguns casos, pessoas mal intencionadas criam empresas fantasmas para receber dinheiro de terceiros sem lhe oferecer o serviço adquirido.

Portanto, pesquise sobre a instituição financeira na qual você tem interesse para fazer um empréstimo pessoal e desconfie de qualquer empresa que pedir adiantamento em dinheiro para cobrir taxas ou outro tipo de cobrança – pois essa prática não é usual.

3. Compare o Custo Efetivo Total

Para contratar um empréstimo, faça antes as suas contas. Verifique valores e prazos para pagamento da nova dívida e cheque se as propostas oferecidas fazem sentido para você – identificando e comparando, principalmente, o Custo Efetivo Total.

Comparar o Custo Efetivo Total da operação inclui identificar e conferir os encargos cobrados pelo banco – como os impostos, taxas, seguro, abertura de cadastro. Leve tudo isso em conta – e não só os juros – na hora de calcular o Custo Efetivo do negócio, a fim de descobrir o que é mais proveitoso para você.

4. Leia atentamente o contrato

É importante ter acesso às informações contidas no contrato e lê-las com muita atenção antes de fazer um empréstimo pessoal – a fim de não encontrar surpresas no meio do caminho. Assim, você fica a par de todas as informações relacionadas ao empréstimo em si, reajustes, cancelamentos, entre outros, e reduz as chances de ser pego de surpresa no futuro com alguma alteração prevista no contrato o empréstimo.

5. Planeje o pagamento

Planejar a forma como você vai pagar o empréstimo é essencial. Você precisa ter controle total as suas finanças e das suas obrigações financeiras para que o empréstimo não se torne um fardo e nem uma dívida adicional no seu orçamento.

Busque parcelas que não ultrapassem 15% de sua renda mensal. Além disso, procure fazer a um planejamento, para que você ter controle de suas finanças e conseguir manter seu compromisso de pagar o empréstimo pessoal.

6. Cuide das finanças

Ter controle sobre a sua vida financeira é imprescindível – principalmente para quem não deseja fazer um empréstimo pessoal ou qualquer outro tipo de dívida. Ao cuidar das suas finanças e ter um bom planejamento financeiro você acaba tendo maior fluxo de dinheiro todos os meses e consegue fazer melhores escolhas a respeito de seu dinheiro.

Além disso, planejar-se financeiramente e montar uma reserva de emergência é um passo decisivo para fugir das dívidas e dificuldades financeiras, evitar fazer um empréstimo pessoal e seguir em direção à sua liberdade e independência financeira.

Um passo fácil para começar a cuidar das suas finanças e evitar fazer um empréstimo é utilizando a planilha de gastos mensais. Não sabe fazer a sua ainda? Não se desespere: clique aqui e aprenda a fazer boas planilhas de controle financeiro.

Aplicando estas dicas no seu dia a dia você conseguirá fazer um empréstimo pessoal de forma mais tranquila sempre que necessário e também aprenderá a cuidar melhor do seu dinheiro ao longo do tempo para evitar passar por apertos financeiros no futuro.

E você, tem outras sugestões de cuidados que se deve ter ao fazer um empréstimo pessoal? Então compartilhe-as conosco!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Redação Blog de Valor

O Blog de Valor é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *