Conseguir organizar as finanças e separar um dinheiro para investir são realizações significativas para um brasileiro. Se este for o seu caso, saiba que essas atitudes lhe colocam em um seleto grupo de apenas 42% da população, segundo pesquisa realizada em 2019.

Os resultados do mesmo estudo, contudo, indicam que 88% de quem investe no Brasil utiliza apenas a poupança para estes aportes. Este dado, certamente, nos mostra que ainda há muito o que se discutir sobre o sistema financeiro brasileiro. Afinal, são muitas as pessoas que estão perdendo a chance de conhecer produtos mais rentáveis.

Tenha em mente que, embora haja benefícios em se manter em algo conhecido e cômodo, como a poupança ou títulos do Tesouro Direto, o ideal é sempre diversificar sua carteira de investimentos. Quer saber por quê? Então confira neste artigo 6 motivos pelos quais você deve conhecer novos produtos financeiros  e diversificar sua carteira de ivnestimentos agora mesmo!

1. Aumentar seus rendimentos

Não poderíamos começar esta lista por outro aspecto. Sem dúvida, uma das maiores vantagens de diversificar seus investimentos é receber mais dinheiro por eles.

Vamos pensar nos quase 90% de brasileiros que deixam seu dinheiro parado na poupança. Enquanto a rentabilidade deste investimento é uma das menores do mercado, há outras inúmeras alternativas no mercado que podem trazer um retorno maior para o investidor – muitas vezes, com o mesmo nível de risco.

Ou seja, deixar sua carteira de investimentos estagnada é prejudicial. Algumas pessoas fazem isso por medo de correr riscos, mas precisamos nos lembrar de uma verdade inconveniente: a quantia investida na poupança, em alguns períodos, rende menos do que a inflação. Como resultado, o investidor está, de fato, perdendo dinheiro.

Conhecer diversos produtos e distribuir suas reservas entre eles é a melhor maneira de maximizar seus ganhos. Porque, dessa forma, você consegue aproveitar os benefícios de cada opção e ter diferentes rendimentos.

Lembre-se que o mercado está sempre lançando alternativas com boas taxas. Assim, deixar de aproveitá-las é um grande erro.

2. Proteger seu dinheiro

Você certamente conhece aquela famosa expressão “nunca coloque todos os ovos em uma mesma cesta”? No mundo dos investimentos, não há ideia mais importante do que essa. Por mais que um produto pareça seguro e confiável, não é indicado deixar toda a sua reserva financeira nele.

Afinal, ainda que não mais aconteçam fatos sérios (como o confisco das cadernetas de poupança nos anos 90), pequenos inconvenientes podem atrapalhar seus planos. Por exemplo, um cartão de débito pode deixar de funcionar ou o sistema de um banco pode ficar congestionado por algumas horas ou dias, fazendo com que você não consiga completar suas transações.

Agora imagine que você tenha toda a sua reserva financeira na poupança e, por algum motivo, não consegue acessá-la em um momento de necessidade, simplesmente por conta destes pequenos inconvenientes. Seria bastante complicado, não é mesmo?

Este é apenas um exemplo hipotético, mas há muitas outras situações, seja para investimentos de curto, médio e longo prazo, que podem lhe trazer problemas.

Por isso, diversificar sua carteira de investimentos é um fator de segurança. Dessa forma, é mais fácil garantir que exista sempre um dinheiro protegido e disponível para suas necessidades de curto, médio e longo prazo.

Se considerarmos o fator risco dos investimentos, a importância de diversificar a carteira de investimentos é ainda maior. Embora entre os ativos renda fixa o risco de perder o valor investido seja menor, é aconselhável que o investidor sempre considere, por exemplo, o limite máximo de proteção fornecida pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Assim, em caso de eventuais problemas, você não correrá risco de perder de todas as suas economias.

O mesmo vale para a bolsa de valores.  Investir em empresas diferentes diminui as chances de perder todo o montante aplicado.

3. Aprender mais sobre investimentos

Outra vantagem com a qual você conta quando decide diversificar sua carteira de investimentos é aprender mais sobre o mercado financeiro. É comum que, no início do processo de investimento, as pessoas se sintam inseguras para fazer os primeiros aportes.

O medo, contudo, vai diminuindo quando se estuda sobre o tema e começa a aprender na prática. Então, considere realizar pequenos depósitos para começar e sentir mais confiança em seus investimentos.

Com o tempo, investir no mercado se torna algo fácil e até automático, já que você saberá como ele costuma se portar. Então, por que não entra em novos desafios?

Adquirir mais conhecimentos e aprender outros termos é sempre algo positivo. Principalmente quando isso significa estar mais bem preparado para tomar decisões financeiras.

Lembre-se que cada vez que você se abre para observar um novo produto, está amadurecendo e obtendo informações fundamentais para fazer boas escolhas e ganhar mais dinheiro. Portanto, ganhar mais experiências e acumular maiores aprendizados sobre investimentos, na teoria e na prática, é mais um motivo para considerar diversificar sua carteira de investimentos.

4. Aproveitar o fator tempo

Muitos produtos mais arrojados, tanto na renda fixa quando na renda variável, oferecem rendimentos maiores para investidores que optam por um prazo maior. Em geral, pessoas que têm resistência à diversificação não conhecem essas alternativas ou não se sentem seguras o suficiente para aportar nelas.

Qual é a consequência disso? Perder ótimas oportunidades! Afinal, os juros compostos dependem do tempo para garantir bons resultados.

Por isso, investimentos de curso prazo trazem um retorno mais limitado quando comparados às alternativas de médio e longo prazo. Ou seja, quando você começa a diversificar sua carteira, poderá entrar em com esse tipo de produto e poderá passar a ganhar muito mais por causa da ação do tempo no seu dinheiro.

5. Desenvolver seu perfil de investidor

Não é porque o seu primeiro teste apontou um perfil conservador que isso precisa se manter assim para sempre, certo? Na verdade, o que se espera é exatamente o oposto. A ideia é que você comece com investimentos de baixo custo e risco menor, até ir aprendendo mais sobre o mercado financeiro para ser capaz de aumentar os seus ganhos.

Isso quer dizer que a diversificação da carteira é um passo fundamental para que seu perfil de investidor não fique estagnado. Da mesma forma como você deseja crescer profissionalmente e ver seus rendimentos evoluírem, é preciso ir além também no campo dos investimentos. E isso só é conquistado quando você conhece oportunidades diferentes.

E, se ao final deste processo, você perceber que seu perfil de investidor ainda é conservador ou moderado, não tem problema. O importante é entender que existem inúmeras opções de produtos para diversificar sua carteira de investimentos, que podem ou não ser adequados a você e aos seus objetivos financeiros.

6. Organizar suas finanças

Por fim, um benefício sentido por quem diversifica a carteira de investimentos é a organização das finanças. Como cada investimento oferece prazos e condições diferentes, é importante dividir o dinheiro entre eles, de acordo com os seus objetivos.

Por exemplo, uma reserva de emergência, da qual você pode precisar a qualquer momento, não deve ficar em um investimento sem liquidez diária. Do contrário, há o risco de perder dinheiro caso seja preciso retirar a quantia antes do prazo.

O oposto acontece com o valor que você poupa para sua aposentadoria. Se ele ficar em um investimento com prazo menor, pode acabar se misturando com as demais quantias e sendo usado para outros objetivos — atrapalhando, assim, seu plano para o futuro.

Logo, o mais indicado é organizar o seu dinheiro em diferentes produtos, considerando as características deles e as metas que você tem para cada montante. Assim, sua carteira de investimentos se torna diversificada, seus rendimentos aumentam e, o melhor, os riscos diminuem bastante.

E então, está convencido que essa é a melhor estratégia? Que tal contar com a nossa ajuda para escolher como montar sua carteira? Confira os vídeos do nosso canal no YouTube!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

Nosso site é um site de educação financeira independente com a missão de auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e os seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *