6 minutes

O que você lerá neste artigo pode ir totalmente contra o que você julgou correto a sua vida inteira. Mas acredite, há diversos motivos para você não fazer faculdade. E não, você não está lendo um absurdo.

Ter um diploma de nível superior é visto por muitos como uma solução para mudar de vida. Contudo, a faculdade não lhe garante um futuro promissor e você não precisa dela para ser bem sucedido. Inclusive, grandes empresários bem conceituados e financeiramente realizados, como Bill Gates e Steve Jobs, não chegaram a se formar.

No artigo “10 motivos para fazer faculdade” você conheceu algum dos principais benefícios de cursar o ensino superior. Neste artigo, você verá 8 motivos para não cursar uma faculdade.

Está em dúvida se deve ou não começar uma graduação? Então confira o artigo e surpreenda-se com o que você aprenderá! Acompanhe!

1. Você escolhe o curso baseado no dinheiro

Todo mundo gosta de uma determinada área, mas quase ninguém escolhe o curso baseado na paixão, mas sim no mercado de trabalho e nas possibilidades de ganhar dinheiro.

Quem não conhece aquela pessoa que queria, por exemplo, fazer artes mas tinha medo de “morrer de fome sendo professor/artista” e escolheu fazer engenharia porque é um curso que “dá dinheiro”?

Eu sei que você conhece alguém que fez uma escolha assim. Inclusive, aposto que você também já pensou em um determinado curso e o descartou por medo de não ganhar dinheiro suficiente na profissão.

A verdade é que nenhum curso “dá ou não dinheiro”. Isso depende da condição econômica do país, das opções no mercado de trabalho e das necessidades das pessoas. Mas principalmente, cabe a você ter criatividade e uma visão empreendedora para utilizar bem os conhecimentos da área em que gostaria de se formar.

Um curso de artes nas mãos de uma pessoa talentosa pode render mais do que um curso de engenharia nas mãos de alguém que não consegue um bom emprego na área ou não possui competências suficientes.

2. Você quer fazer faculdade porque lhe impuseram essa condição

Fale a verdade: você cresceu ouvindo das pessoas que deve fazer faculdade para ser alguém e ter um bom emprego. Todos nós já ouvimos isso, salvo raras exceções.

As pessoas pensam em fazer faculdade porque são condicionadas a pensar que é somente por meio dela que podemos trabalhar, ter uma boa renda e estabilidade financeira. Isso não tem fundamento, pois há grandes empresários que estão aí para provar que isso não é uma verdade absoluta.

Fazer faculdade somente porque os outros lhe induziram e escolher um curso que lhe dê dinheiro e boas oportunidades de emprego são as maiores mentiras que já lhe disseram.

Infelizmente, muitos ainda acreditam nisso, principalmente os mais velhos. Na época deles era mais difícil ver pessoas com ensino superior e, assim, esses profissionais se destacavam. Hoje em dia o acesso ao estudo se tornou mais fácil e muitas vezes o diploma não salva o profissional de ficar sem oportunidades no mercado.

3. Faculdade custa caro e o retorno pode ser baixo

Ensino superior é caro. O ensino público é excelente, mas muitas pessoas precisam se deslocar para a capital ou grandes cidades para poder estudar em uma universidade federal ou estadual.

Dependendo da cidade, o custo do aluguel e moradia podem ser mais altos que uma mensalidade, e ainda há o risco do curso ser ministrado em tempo integral.

As faculdades particulares podem apresentar mensalidades muito altas. Quem estudou em escola pública pode ter a chance de conseguir um Prouni ou uma outra bolsa de estudos. Mas aqueles que não tem essa opção podem acabar tendo que recorrer a financiamentos estudantis.

Por mais que as parcelas sejam baixas, há incidência de juros e você correrá o risco de ficar décadas pagando pelos estudos. Em épocas de crise as chances de ficar desempregado ou com problemas financeiros são grandes e, em razão disso, muitos alunos acabam não quitar esses financiamentos.

Para exemplificar, o FIES, programa de financiamento de estudos do governo, bateu recorde de inadimplência em 2019. A cada 5 estudantes, 3 não conseguem pagar o financiamento!

Um dos motivos é a crise, que gerou uma falta de oferta de empregos. Muitos estudantes ficaram ou estão desempregados há muito tempo.

Outro motivo é o salário baixo. Mesmo possuindo ensino superior, o profissional corre o risco de ganhar menos do que outro que detém apenas o ensino médio. Ou seja, o risco de trabalhar e receber pouco mesmo depois de formado é grande, e você poderá ter que trabalhar anos para que o custo da faculdade seja compensado.

4. Você escolhe uma faculdade para arrumar emprego

Como dito, as pessoas escutam que precisam fazer uma faculdade para arrumar um bom emprego. Por isso, as pessoas escolhem um curso pensando em ter um bom emprego e não empreender ou se tornar um grande empresário.

A faculdade prende as pessoas naquele pensamento de que é preciso trabalhar para alguém, e raramente incentivam a empreender ou ensinam o aluno a trabalhar para si.

Pergunte a você mesmo e aos outros que desejam entrar na faculdade se eles querem estudar algo porque gostam ou porque querem empreender, criando algo inovador. As chances de ninguém responder que pretende aprender para empreender são grandes.

Escolher fazer uma faculdade para ficar nessa sistema de dependência de uma oportunidade de emprego para subsistência não é rentável. Você pode muito bem ganhar dinheiro analisando sozinho as deficiências do mercado e usar o que você sabe para criar uma solução.

5. Ninguém precisa trabalhar somente em uma única área

Muitas pessoas, inclusive as mais velhas, acreditam que todos devem fazer somente uma coisa na trajetória profissional. Tanto que a maioria das pessoas mais velhas se aposentaram tendo trabalhado em uma única área. Às vezes, na mesma empresa, no mesmo setor e no mesmo cargo!

Ficar preso somente a uma área não é bom, um profissional completo deve ter conhecimentos sobre vários assuntos, mesmo que tenha uma especialidade. Saber desempenhar poucas atribuições não é aconselhável, principalmente em um mercado competitivo.

Você já ouviu falar da Modernidade Líquida, do sociólogo Zygmunt Bauman? Em sua obra, ele explica que nos dias atuais tudo muda rapidamente, inclusive no trabalho.

Se antigamente uma pessoa começava a trabalhar e se aposentava em uma mesma empresa, hoje em dia quem começa em um cargo dificilmente permanece nele por muito tempo.

Ou seja, não tenha medo de aprender sobre outros assuntos! Até porque trabalhar em áreas diferentes pode ser uma necessidade no momento atual.

6. A faculdade não prepara para o mercado de trabalho

As universidades se preocupam em passar o conteúdo, mas não preparam para o mercado de trabalho. Por isso, é normal ver profissionais recém-formados tendo dificuldade com a prática e, muitas vezes, sem saber o que fazer.

Ainda, por mais que a sala de aula seja um ambiente interessante para fazer amigos, é na prática que se aprende. Você pode conseguir trabalhar em diversas áreas sem começar o curso superior e aprender melhor como se dá o dia a dia de uma profissão.

Por exemplo, um designer pode aprender a usar melhor os programas de edição em uma agência do que na própria faculdade. O mesmo pode acontecer com outras profissões.

Outro fator a ser considerado é o fato de que a faculdade poder passar informações obsoletas. Diversas instituições demoram para atualizar a grade curricular, fazendo com que os alunos aprendam assuntos que sequer são aplicados atualmente, não servem quando se trabalha na área.

O mesmo se aplica aos livros disponibilizados nas bibliotecas das instituições de ensino.

7. Você pode aprender muito sobre o que precisa de graça

Quer ser um empreendedor, trabalhar com algo que goste e que não exija diploma? Você pode obter conhecimento de forma gratuita na internet ou por um baixo custo. Ninguém precisa entrar em uma universidade para ter acesso ao conhecimento.

Hoje em dia o conhecimento pode ser encontrado em todo lugar, seja na internet, em bibliotecas, nos cursos de baixo custo ou em materiais gratuitos. Basta procurar que com certeza você encontrará. Organize-se, tenha persistência e saiba que aprender sozinho é possível.

8. Ter diploma pode não ser bom

A crise está aí para provar que ter formação superior não garante emprego. Isso não ocorre somente no Brasil. Às vezes, ter muita qualificação atrapalha e o empregador não está disposto a contratar alguém com muito conhecimento, seja por não querer pagar mais ou por puro preconceito.

É muito comum ver jovens recém-formados desempregados porque não encontram vagas na área de formação e os empregadores não querem contratar uma pessoa desse nível de estudo para uma vaga de nível médio. Tanto que os que mais possuem dificuldade para encontrar emprego são os jovens entre 18 e 24 anos, a maior parte deles cursando uma graduação ou recém-formados.

Outra pesquisa mostra que quase metade dos jovens do mercado de trabalho estão trabalhando em um cargo de nível inferior. A situação ficou menos otimista ainda quando o IPEA comprovou que a maioria dos cargos criados no país em 2019 pagam somente até 2 salários mínimos. Ou seja, até quem tem nível superior está ganhando abaixo do que deveria.

Conclusão

Os 8 motivos para não fazer faculdade listados estão baseados em uma realidade bastante preocupante. O ensino superior ainda é visto como uma salvação da pobreza pelo imaginário dos brasileiros, mas devemos aceitar que atualmente a realidade é distinta.

Atualmente, o mercado preza mais pelo conhecimento prático e outras competências do que por um diploma. Por isso, pense muito nas suas motivações e, se você achar que não vale a pena, não tenha medo de dizer não e seguir seus instintos!

Quer aprender a ganhar dinheiro de forma eficiente? Então assine a newsletter e aprenda a enriquecer de maneira inteligente!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Share.

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

21 Comentários

  1. Conheço profissionais de sucesso com cursos de graduação e profissionais de sucesso que não se formaram. Isso é fato! Afinal, o sucesso profissional não depende apenas de um curso universitário.

    Entretanto, dizer que podemos encontrar todo o conhecimento na internet não me parece adequado. Conteúdo está na internet, conteúdo está nos livros, mas conhecimento e conteúdo são coisas diferentes. Você só cresce quando se apropria de um conteúdo, entende o que leu, avalia a informação, compara, experimenta, e, por fim, transforma o conteúdo em conhecimento seu, não do outro. Quem tem só conteúdo, vira um papagaio.

    Podemos ter acesso a muito conteúdo na internet e continuamos sem a capacidade de ver e avaliar o que vemos. Acho que o papel da escola é fundamental para transformar conteúdo em conhecimento, para transformar pessoas em seres pensantes. Se ela cumpre o seu papel, isso é outra história…

  2. Se for pra fazer algo tem que fazer com amor,dedicaçào,não so por dinheito,vejo muitos formados ai ,sem um emprego…cinco anos fazenfo faculdade pra depois procura

  3. Só verdades!
    O Brasileiro infelizmente não conhece oque significa ser Autodidata, acham que a única forma de aprender é gastando uma fortuna em uma faculdade e depois ficam bravinhos quando descobrem que as pessoas mais bem sucedidas de todas as áreas são autodidatas e não gastaram uma fortuna assim como eles. Em outros países ser Autodidata é sinônimo de genialidade, mas aqui no Brasil é sinônimo de vagabundagem, é triste isso, afinal, o conhecimento autodidata quase sempre é extremamente maior que de qualquer graduado por ai, os graduados nunca sabem nada e acham que sabem só porque tem um diploma, e porque a sociedade enfiou na cabeça deles que escola e conhecimento estão relacionados, mas isso está longe de ser verdade.
    Como eu digo, conhecimento é a base de tudo, e a escola é a pior forma de adquirir conhecimento, os poucos universitários bem-sucedidos, só são bem-sucedidos pois se dedicaram muito fora da escola.
    Ótimo post!

  4. Foi a época em que a faculdade era conceito de status, bom salários e mesmo oportunidades de emprego…
    Em muitos casos pode até atrapalhar um vaga de emprego…
    Senti isso na pele, ao menos umas 3 vezes…
    Precisava trabalhar para pagar as minhas contas, e quem estava contratando olhava com ar de repúdio. No caso, porque acha que minha formação não agregava valor a função ofertada ou porque achava que eu iria ficar pouco tempo no cargo disponibilizado…
    Enfim, travava de várias formas…!
    Admiro os profissionais que conseguem atuar nas áreas que formação/Vocação e conseguem sobreviver em suas respectivas. Eu não consegui até o presente momento. Não foi por falta de dedicação
    Sou formado em Engenharia Ambiental

  5. Muita decepção com faculdades. Exigi de meus filhos que estudassem muito, acreditando que seria a garantia do futuro deles. Foram ótimos alunos, só obtendo notas máxima. Mas de nada adiantou. Um está desempregado há anos e os outros ganham menos que minha ajudante diarista que tem só o primário. Se tivesse comprado um imóvel para cada um deles com o dinheiro que investi 5 anos nas faculdades particulares e os demais gastos, hoje eles teriam mais lucros.

  6. Entao, o que seria de nos sem os estudiosos da medicina, da biologia, das engenharias, ou seja, os cientistas em geral que nos salvaram dessa pandemia???????

  7. NOSSA!!! TANTOS COMENTÁRIOS PERTINENTES E OUTROS IMPERTINENTES!
    BEM, FORMEI-ME EM MATEMÁTICA PARA PROSSESSOR, OBVIAMENTE. NÃO ESTOU FELIZ PORQUE SER PROFESSOR, AQUI NO BRASIL, É ALGO QUE VOCÊ TEM QUE NÃO APENAS GOSTAR, MAS TER SANGUE NO OLHO, UMA REALIDADE EXTREMAMENTE DIFÍCIL DE SE ENCARAR COMO TRABALHO DIGNO: VIOLÊNCIA, ABUSOS DE ALUNOS, SALÁRIO BAIXO, ETC.
    NÃO SEI O QUE FAZER DA MINHA VIDA! PASSAR EM CONCURSOS PÚBLICOS É SURREAL HOJE EM DIA, NÃO TEM VAGA SUFICIENTES PARA TODOS. FIZ VÁRIOS, MAS NÃO PASSEI; DUAS VAGAS , TRÊS VAGAS,10 VAGAS, ETC. , PARA MAIS DE 10 MIL PESSOAS. PENSE NISSO!!!!

  8. Mais um pergunta.
    Você quer ser um médico, será esse seu conceito se aplica a essas profissões complexas, será mesmo, eu pleo menos quero ser médico por paixão e não pelo dinheiro que isso vai me dar.

  9. Comigo foi exatamente o contrário. Enquanto diziam que eu não devia fazer uma faculdade, decidi fazê-la e hoje posso dizer que foi a decisão mais acertada! Sempre haverá trabalho para quem gosta do que faz e corre atrás… o resto é discurso de fracassado…

  10. Fernando Souza on

    Meus parabéns e até que enfim alguém teve coragem de falar a verdade, eu não tenho nível superior e todos os gerentes da empresa que eu trabalho que chegaram com formatura de administração de empresa eu colocava ele no meu bolso e enganava eles direitinho, faculdade não serve pra nada e sim é fazer o que vc gosta

    • Vc tem coragem de ir a um hospital fazer uma cirurgia com um médico que aprendeu tudo no YouTube?
      Não diga que faculdade não vale pra nada, pois vale sim.
      Devemos perceber que existem profissões novas e mts delas não precisam realmente porém as profissões de base precisam sim.

  11. André, acho bacana sua publicação. Te acompanho há algum tempo (antes do BTG), mas COM ESSA publicação discordo dos argumentos, embora concorde com a ideia DADA AS DEVIDAS CAUTELAS. Digo isto porque a Universidade é fundamental no processo de desenvolvimento do raciocínio. Entender como o conhecimento teórico agrega à prática é algo fundamental também. Este ponto de vista serve exclusivamente para o empreendedorismo. Quem está começando uma carreira profissional, porém, precisa de recursos e muitas vezes esses recursos vem de um trabalho assalariado. Ora, nenhuma empresa contrata sem boas qualificações. Se para quem tem diploma é difícil, imagine para quem não tem?! Eu faço faculdade, mas discordo 100% do sistema de ensino aplicado na minha instituição (pública e de renome), porém, ao meu ver, está errado. Um curso de tecnologia em que a maioria dos professores são pesquisadores e nunca trabalharam em uma empresa de tecnologia. Fazem o que querem, cada um cobra o que quer na aula e na prova. Dois alunos, da mesma instituição podem ter formações completamente diferentes – no mesmo curso. Enfim, acho a faculdade importante porém deveria ser por certificações a cobrança do diploma ou dos pré-requisitos para ser escolhido, não um diploma.

  12. Concordo com tudo. Eu mesma tenho 3 diplomas de graduação, um curso técnico e um certificado de professora de inglês e não consigo ganhar experiência em nada porque simplesmente quando você procura um emrpego já te exigem experiência e não te dão uma oportunidade de se desenvolver, de ser treinado e de ganhar a tal experiência. Hoje eu tenho 41 anos e me sinto um lixo que não serve para nada e nem me lembro de mais nada do que estudei na vida. É frustrante.

  13. É tudo verdade e este papo de cursar algo só pelo prazer, cara ei fiz faculdade de História pois, todos falam que não tem mais professor porém quem mais te discrimina é o estado que diz que você não tem experiencia o suficiente…como assim me formei e tenho que ter 3 anos de experiencia, as particulares então nem se fala. Puro absurdo não vale mais pena ter faculdade…triste.

    • Gostei muito…
      E não é só no Brasil que têm esse pensamento de que se você não fazer universidade não vais ter um emprego bom ou uma vida estável,aqui em Angola também pensamos assim…e os que fazem se sentem superiores aos que não fazem,são arrogantes…
      E o pior de tudo é não tem emprego no país mas tem trabalho…
      Mas as pessoas infelizmente não querem trabalho,querem emprego…

    • Meu pai amado!
      Faculdade, antes de tudo é evolução.
      Se não fosse faculdades, não existiria profissionais de saúde, professores e tudo mais.
      Faculdade lhe ensina, mas caso vc não queira e vai nessa de ter conhecimento sem ela, vá. Em casos de certas profissões, aprendizado vindo da faculdade será necessário.

    • HISTÓRIA?
      kkkkkk.
      Você espera o que?

      História, filosofia…é HOBBY…tem que cursar quando já tiver outra profissão.
      A não ser que esteja preparado e tenha vontade de seguir carreira de escritor, pesquisador da área.

      Ser professor de História é pedir para ser fracassado.

Leave A Reply