Você já se pegou pensando que queria ter uma grande ideia de um novo produto ou negócio? Já se perguntou “por que eu não pensei nisso antes?”, quando alguém aparece com alguma ideia?

Na verdade, se muitos de nós queríamos ter o sinal da lâmpada acesa sobre a cabeça (e aquela sensação de Eureka!), gerar novas ideias não é o problema maior. O difícil está em executá-las. Pelo menos é isso o que escreve Scott Belsky, fundador do Behance, no livro Making Ideias Happen.

Na obra, o autor narra o processo por trás das equipes da Disney, IDEO e Google – assim como indivíduos como John Maeda, Seth Godin e Chris Anderson – para compartilhar métodos comprovados que superam o obstáculo entre visão e realidade.

O objetivo do livro é mostrar como fazer as ideias escritas em um bloco de notas serem executadas. Pegando o gancho, neste artigo queremos lhe ajudar a tirar ideias do papel, especialmente se você pensa em abrir um negócio e está um pouco perdido. Então, se este for o seu caso, mantenha-se aqui e confira nossas dicas.

1 – Converse com pessoas que você confia

Você tem uma ideia de negócio e enxerga um real potencial nele. Muito provavelmente sua visão precisa de refinamento. Sabe aquela história de que os pais só veem qualidades em seus filhos?

Sua ideia de negócio é como um filho, e por mais que você enxergue apenas sucesso, é importante conversar com parceiros confiáveis, principalmente pessoas do seu mercado, clientes em potencial, mentores e outros empreendedores.

Para tirar ideias do papel, você precisará ter as respostas para as seguintes perguntas:

  • Você acha que essa ideia de negócio tem potencial?
  • Como posso realizá-lo?
  • Você compraria este produto ou pagaria por esse serviço? Se sim, a que preço?

Às vezes esse primeiro feedback pode ser doloroso, mas lembre-se que quanto mais honesto ele for maiores serão as chances de transformar seu sonho em realidade. E caso você tenha receio de pedir um conselho porque corre o risco de que alguém roube sua ideia, tenha em mente que uma ideia, sozinha, não vale nada; é como você a implementa que realmente importa.

2 – Pesquise o mercado

É muito difícil tirar ideias do papel se você não pegar um tempo para pesquisar o mercado. Verifique, por exemplo, quem são seus concorrentes, como sua empresa se destacaria, que ofertas você poderia oferecer e de onde virão seus clientes.

Durante a pesquisa, estude também negócios semelhantes ao seu mas que não deram certo, e questione-se o que você faria diferente. Além disso, nesta mesma etapa identifique potenciais parceiros.

Por exemplo, você quer abrir algo na área de serviços? Que tipos de empresa podem precisar do seu trabalho? Você tem uma ideia na área de eventos? Quem poderá ser seu parceiro para, por exemplo, fornecer decoração?

É possível que nesta etapa você reformule ou reconsidere seu conceito original, o que é natural. Lembre-se que o que importa é conseguir tirar ideias do papel de modo a obter sucesso no seu negócio.

3 – Determine o “porquê” e o “quem”

Você ouviu opiniões de pessoas confiáveis e fez uma pesquisa de mercado. Agora, já sabe o que quer e seu negócio começa a tomar forma.

O próximo passo para tirar ideias do papel é concentrar-se no “porquê” e no “quem”. A razão disso é simples: mesmo que sua ideia seja ótima e tenha um mercado esperando por ela, sua empresa somente será bem-sucedida se souber os verdadeiros motivos de existir e para quem ela é importante.

Para tal, pense sobre o problema que sua ideia de negócio resolve. Depois de analisar o motivo pelo qual sua empresa é necessária, determine quem será o público-alvo. Esta é a hora de pensar mais detalhadamente na demografia do seu público, o que é importante para ele e como você o alcançará.

Seja bem cuidadoso nesta etapa. Afinal, se você quer tirar ideias do papel precisará de pessoas que a valorizem, certo?

4 – Determine o “como”

Este item é importantíssimo, pois tirar ideias do papel, especialmente pensando em um negócio, custa dinheiro.

Determine tudo o que você precisa para colocar sua ideia em funcionamento. Por exemplo, se você oferecerá um produto, como o desenvolverá e quanto custará? Este talvez seja o passo mais importante para tirar seu negócio da cabeça e entrar no mundo real.

Por isso, atente-se ao orçamento empresarial e seja cuidadoso na hora de desenvolvê-lo. Desde o início da criação do seu negócio comece um controle financeiro e o tenha como seu melhor amigo.

5 – Recarregue as baterias

Em um mundo em que pessoas gostam de usar a mesma narrativa de que “quanto mais trabalhar, mais sucesso alguém terá”, pode parecer contra-intuitivo fazer uma pausa de vez em quando.

Na verdade, para tirar ideias do papel você precisará desligar seu cérebro uma ou outra vez e relaxar. Isso vale não apenas na fase inicial, quando seu negócio ainda nem nasceu, mas também depois que a empresa estiver consolidada.

Essa pausa é importante para criar conexões que nos permitem trabalhar a criatividade. Muitas vezes uma ideia que não se desenvolve ou um problema que não sai do lugar é porque o cérebro não está recebendo o estímulo certo.

Para isso, alimente-o com estimulação através de experiências. Leituras, filmes, conversas, viagens e meditação, por exemplo, são ótimas maneiras de fornecer ao seu cérebro novas formas de informação e, com isso, abri-lo para novas ideias e soluções.

Com essas cinco dicas, esperamos que você consiga não apenas tirar ideias do papel, mas vá sempre aprimorando-as para que tenha mais e mais sucesso. E se você precisa de alguns insights sobre novos negócios, conheça as tendências para o empreendedorismo em 2020.

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *