Você já ficou em dúvida se deveria investir em um Fundo Imobiliário (FII) ou comprar um imóvel? Acredite, esse dilema pode deixar muitos investidores sem saber o que fazer.

Afinal, o mercado imobiliário sempre pareceu ser atraente para o brasileiro. E investir em um imóvel físico ainda é visto como um bom negócio. Contudo, nos últimos anos surgiram inúmeras alternativas para alocar capital em imóveis a partir do mercado financeiro.

Então, entre imóvel físico ou Fundos Imobiliários, qual é a melhor para a sua carteira? Você descobrirá a resposta neste artigo.

Continue a leitura para entender mais sobre ambas as possibilidades e descobrir qual delas é a melhor alternativa para você!

Afinal, por que comprar imóveis?

Antes de avaliar se FIIs ou imóveis físicos fazem sentido para você, é importante entender os motivos pelos quais o mercado imobiliário é tão aquecido no país.

O motivo é simples: investir em imóveis físicos é cultural no Brasil. Com certeza você cresceu ouvindo que esse era o melhor investimento disponível no mercado, não é mesmo?

Graças à forte valorização do setor nas últimas décadas, a população se convenceu de que comprar imóveis é um excelente negócio. Isso porque, além de você ter a possibilidade de ser dono de uma propriedade, poderá lucrar caso deseje vendê-lo ou alugá-lo.

Ao mesmo tempo, o sonho da casa própria ainda é forte no imaginário das pessoas. E por fim, há o pensamento de que “viver de aluguel é dinheiro jogado fora”. Se você ainda pensa assim, vale a pena ler nosso post:

Tudo isso, se soma ao fato de que muitos brasileiros não têm educação financeira e desconhecem alternativas de investimentos no mercado financeiro, reforçam a possibilidade de investir em imóveis.

Entretanto, como você já sabe, hoje existem alternativas mais simples – e muito mais acessíveis – para quem deseja investir no ramo imobiliário.

O que são os fundos de investimento imobiliário?

Os fundos de investimento imobiliário são uma modalidade coletiva de investimento existente no mercado financeiro. A partir dela, diversos investidores investem visando um mesmo objetivo. No caso dos FIIs, a meta é alocar recursos no setor imobiliário.

Nos FIIs há a figura do gestor, que é o responsável por fazer os investimentos do fundo com os recursos dos investidores que compraram suas cotas na oferta pública inicial.

Muitos dos FIIs do mercado têm o objetivo de investir em imóveis físicos para gerar renda passiva proveniente de aluguéis. Há também os fundos do tipo papel, que investem em títulos pertencentes ao setor, como Letras de Crédito Imobiliário (LCI), Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), dentre outros.

Por fim, há os FIIs do tipo fundo de fundos, que visam investir em cotas de outros FIIs.

Os cotistas são remunerados sempre de forma proporcional ao número de cotas que adquiriram. Você pode entender mais sobre os FIIs abaixo:

Quais as vantagens e desvantagens dos fundos imobiliários?

Agora que você já entendeu mais sobre o mercado imobiliário brasileiro e sobre os Fundos Imobiliários, é preciso saber que os FIIs têm vantagens e desvantagens.

Confira algumas delas:

Vantagens

  • praticidade: o investidor não precisa se preocupar com a construção de portfólio do fundo, que fica a cargo do gestor;
  • isenção de IR: a distribuição dos lucros é isenta de Imposto de Renda;
  • agilidade para comprar e vender as cotas;
  • menor burocracia;
  • facilidade: a compra e venda ocorre no home broker, de forma totalmente online;
  • há possibilidade de bons retornos;
  • há possibilidade de investir em imóveis com pouco dinheiro;
  • é possível receber renda passiva;
  • é possível investir em grandes empreendimentos, como shoppings, universidades, etc.;
  • diversidade: o portfólio do FII costuma ter vários empreendimentos, diluindo o risco.

Desvantagens

  • os FIIs estão expostos aos riscos do setor imobiliário e podem ter desempenho não satisfatório quando esse mercado está enfraquecido;
  • risco de desvalorização das cotas;
  • custo de taxa de administração;
  • risco de vacância, diminuindo os lucros;
  • risco de sazonalidade, que podem acometer FIIs que investem em estabelecimentos que trabalham em temporadas, etc.
  • oscilações no preço das cotas, característico da renda variável.

Quais as vantagens e desvantagens de investir em imóveis?

Você já conheceu algumas vantagens e desvantagens do investimento em FIIs. Mas, qual os benefícios e riscos da compra direta em imóveis?

Descubra a seguir!

Vantagens

  • total controle da gestão do patrimônio;
  • possibilidade de viver de renda de aluguel;
  • chances de encontrar boas oportunidades em determinados locais com preços acessíveis;
  • possibilidade de vender o imóvel e obter lucro.

Desvantagens

  • depende de um alto valor para ser adquirido;
  • alta burocracia envolvida;
  • pouca liquidez, pois a venda pode demorar para acontecer;
  • o imóvel tende a desvalorizar ao longo do tempo e isso pode ocorrer por inúmeros motivos;
  • risco de vacância ou inadimplência;
  • gastos com manutenção do imóvel;
  • alta quantidade de impostos e taxas, como IPTU, taxa de lixo, etc.;
  • concentração do investimento, que fica alocado em apenas um único imóvel;
  • financiamentos e consórcios podem comprometer o orçamento e gerar uma dúvida por décadas.

Você pode se aprofundar no assunto acompanhando outro artigo sobre esse tema:

Afinal, devo comprar um imóvel ou investir em fundos imobiliários?

Após analisar as vantagens e desvantagens de cada uma das alternativas, você percebeu que comprar um imóvel tem diversos aspectos negativos, não é mesmo?

Por outro lado, se o seu objetivo é ter retornos financeiros com o mercado imobiliário, os FIIs se apresentam como uma alternativa mais acessível e de menor risco. No entanto, a decisão depende de você.

Analise o mercado imobiliário e avalie com calma os aspectos de cada alternativa. E principalmente, considere seus objetivos e seu perfil enquanto investidor. Desta forma será muito mais fácil tomar decisões assertivas.

Quer se aprofundar no assunto? Então veja agora como a economia pode impactar no mercado imobiliário!

 

 

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *