52
0

O que é balanço patrimonial e por que todo investidor deveria conhecer?

52
0
4 minutes

Muitas pessoas desejam lidar com suas finanças de forma inteligente e identificar oportunidades de investimento para alcançar bons resultados. Para atingir esse objetivo ao investir em ações, é preciso compreender o que é balanço patrimonial e como ele participa da análise de empresas listadas na bolsa.

Apesar de ser um passo fundamental, nem sempre os investidores sabem como esse balanço funciona e de que maneira ele afeta o desempenho das companhias. Essa falta de compreensão pode levar a tomadas de decisão equivocadas. Por isso, é importante ter clareza sobre o conceito.

Para entender o que é balanço patrimonial, como ele funciona e por que ele deve ser compreendido pelos investidores, acompanhe a leitura deste texto!

O que é balanço patrimonial?

Antes de mais nada, é necessário compreender que o balanço patrimonial pode ser elaborado tanto por empresas quanto por pessoas físicas. Afinal, essa é uma prática importante para a manutenção da saúde financeira.

Esse balanço consiste em um relatório contábil que avalia a condição patrimonial e financeira de uma empresa ou pessoa ao final de um determinado período. O mais comum é que seja feito com referência a 12 meses.

A partir dessa análise, é possível ter um quadro geral da situação econômica avaliada por meio da listagem de bens, direitos e valores. Dessa forma, o balanço fornece uma visão geral das finanças, o que permite notar tanto o desempenho econômico quanto a saúde financeira no período.

Embora seja importante que pessoas físicas façam essa análise para lidar melhor com suas economias pessoais, o conceito é mais conhecido no ramo empresarial. Nesse caso de empresas, a elaboração do documento é obrigatória e deve acontecer anualmente.

O que é apresentado nesse demonstrativo?

Agora que você compreende melhor o que é balanço patrimonial, é hora de entender quais fatores são considerados em sua construção. A elaboração desse relatório contábil leva em consideração diversos conceitos.

Saiba mais sobre cada um deles a seguir!

Ativos circulantes

Os ativos circulantes podem ser entendidos como os recursos e bens que podem ser transformados em dinheiro em determinado momento. Em geral, é considerado um prazo inferior a um ano. Podemos citar estoques e contas a receber como exemplos desses ativos.

Ativos não circulantes

Por outro lado, os ativos não circulantes são recursos que apresentam uma perspectiva de prazo maior que um ano para serem transformados em dinheiro. Um exemplo comum são as cotas societárias.

Passivos circulantes

Com relação aos passivos, aqueles considerados circulantes são as obrigações que uma empresa tem durante o ano contábil. Isso inclui impostos, salários dos colaboradores, pagamento de fornecedores e demais valores que precisam ser gastos para a manutenção anual do empreendimento.

Passivos não circulantes

Já os passivos não circulantes são as obrigações contábeis da empresa cujo prazo de pagamento é superior a um ano. Podem ser incluídos nessas categorias os empréstimos tomados com instituições financeiras, por exemplo.

Patrimônio líquido

Além dos termos citados, é importante considerar o patrimônio líquido da empresa para ter um balanço patrimonial adequado. Nesse sentido, ele tem relação com os conceitos apresentados anteriormente.

O patrimônio líquido é a diferença entre os ativos e os passivos da companhia. Para identificá-lo, é necessário fazer a subtração entre os bens e direitos de um negócio e suas obrigações. Esse é um dado central para que as tomadas de decisão da empresa sejam feitas de maneira eficiente.

Dessa forma, é indispensável que a equipe contábil de uma companhia registre todas as movimentações realizadas, tanto de ativos quanto de passivos. A clareza dessas informações é fundamental na realização do demonstrativo contábil.

Qual a importância desse balanço para o investidor?

Como você viu, o balanço patrimonial é uma ferramenta de grande relevância. Contudo, a relevância desse documento não está relacionada apenas ao bom funcionamento da empresa. Ele também tem grande valor para investidores.

Quando você decide comprar as ações de determinada companhia, principalmente com objetivos de longo prazo, está se tornando um sócio dessa empresa. Nesses casos, o balanço patrimonial é uma peça fundamental para a tomada de decisão.

Afinal, por meio desse relatório, será possível analisar a situação financeira do negócio e avaliar se vale a pena investir ou não. Além disso, com base no balanço patrimonial, serão percebidos os ativos e o endividamento da empresa.

Tais informações são essenciais para saber se a alocação é adequada ou não aos objetivos do investidor. Tenha sempre em mente que, para o longo prazo, é essencial buscar empresas sólidas e com boa saúde financeira para direcionar os seus aportes.

Onde encontrar o balanço patrimonial de uma empresa?

Agora você sabe que é importante ter acesso ao balanço patrimonial de uma empresa para saber se vale ou não a pena investir nela. Esse documento será essencial na análise fundamentalista. Porém, é preciso saber onde encontrar essa demonstração financeira.

Para investidores e analistas que querem ter acesso aos relatórios contábeis de uma companhia, basta conferir os próprios sites dos empreendimentos. É comum que eles fiquem disponíveis na parte de Relação com Investidores (RI).

Nesse local, constam divulgações oficiais periódicas, bem como os resultados trimestrais, semestrais e anuais. Ao encontrar o relatório, você pode fazer o download dos documentos e analisar os números.

O que avaliar antes de investir em ações?

Ficou claro até aqui a importância do balanço patrimonial tanto para empresas quanto para os investidores? Com os dados fornecidos por esse documento, você pode analisar a situação financeira de uma empresa, podendo tomar as decisões mais adequadas.

Entretanto, o relatório conta com diversas informações. Assim, é importante definir quais dados serão relevantes para a sua análise. Ademais, vale destacar que o balanço patrimonial não deve ser o único fator avaliado antes de aportar em ações.

Para saber ao certo quais informações são interessantes para o investimento, é necessário primeiro conhecer o seu perfil do investidor. Depois, avalie seus objetivos financeiros e estratégias de alocação para entender o que deve ser considerado em sua decisão.

Como vimos, o balanço patrimonial é uma ferramenta de grande valia para o mercado econômico. Ele é fundamental para notar a saúde financeira de um empreendimento e identificar as próximas atitudes a serem tomadas com relação a ele. Por isso, aproveite esse conhecimento ao investir!

Gostou das informações? Então acesse nosso artigo sobre onde investir e aprenda como lidar de forma inteligente com seu dinheiro!

Equipe André Bona
WRITEN BY

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.