O banco é uma instituição presente na vida de praticamente todos os brasileiros. Afinal, é por ele que as pessoas recebem seus salários ou benefícios sociais, além de solicitar empréstimos, realizar transferências para terceiros e vários outros serviços.

Mas você sabe como funciona um banco de investimentos? Ele não apresenta as mesmas características do tipo de instituição que acabamos de descrever. Por meio dele é possível acessar outros serviços — relacionados à negociação de produtos financeiros.

Quer entender mais? Leia as informações deste post e saiba o que é e como funciona um banco de investimento!

O que é um banco de investimento?

Assim como outros modelos bancários, ele é uma instituição financeira regulada pelo Bacen (Banco Central do Brasil). Mas, diferente de outros bancos, um banco de investimento precisa, necessariamente, ser uma instituição privada.

Ou seja, não há bancos públicos desse tipo. Além de se tratar de uma instituição privada, o banco de investimento também deve ser uma sociedade anônima — ou seja, oferecer seu capital social em ações na bolsa de valores.

O principal objetivo desses bancos é exatamente fomentar investimentos. Em relação às empresas, o banco de investimento atende, ainda, às necessidades relacionadas às atividades produtivas, mudanças na estrutura societária, operações de crédito, etc.

O conceito de banco de investimento surgiu nos Estados Unidos no contexto da grande crise econômica de 1929. Naquela época, a criação dessas instituições teve a função de proteger correntistas de bancos comerciais.

Sua existência só foi regulamentada no Brasil décadas depois, nos anos de 1960. Atualmente, o país abriga o maior banco de investimentos da América Latina: o BTG Pactual.

Como um banco de investimento funciona?

Agora que você já sabe o que é, chegou a hora de entender também como um banco de investimento funciona. Como falamos, o foco dessas instituições está no mercado financeiro — assim, elas são muito utilizadas por empreendedores e investidores.

Confira os principais serviços desse tipo de banco para entender como ele funciona.

Emissão de títulos

Os bancos de investimentos oferecem plataformas para realização de aplicações financeiras da renda fixa ou compra de títulos da renda variável. Muitos desses títulos são emitidos pelo próprio banco — como CDBs e RDBs.

Essa é uma das principais maneiras pelas quais essas instituições levantam recursos. Mas elas também podem oferecer títulos de outros emissores, além daqueles títulos de emissão própria.

Assessoria de investimentos

Outra função realizada pelos bancos de investimentos é a assessoria para investidores. Essas instituições podem ter equipes especializadas, por exemplo, em analisar as melhores alternativas para que seus clientes aloquem capital.

Dessa maneira, elas ajudam os investidores a tomar suas decisões acerca de como investem seu dinheiro. Em geral, os bancos oferecem esse serviço para empresas de maior movimentação financeira.

Financiamentos

Bancos de investimentos também realizam o serviço de financiamento — mas, diferente de bancos comerciais, essa função é voltada para financiar atividades produtivas de empresas.

Desse modo, os empréstimos auxiliam no capital de giro dos negócios, preferencialmente visando o médio e longo prazo.

Operações de participação societária

Mais uma tarefa que pode ser oferecida por bancos de investimentos é o suporte às operações empresariais. É o caso, por exemplo, de transformações na estrutura societária das empresas.

Ou seja, o banco oferece sua assessoria em casos de fusão, aquisição, ou reestruturação das sociedades, assim como na abertura de capital. Ele pode ser solicitado também para emissão de debêntures.

Quais são as diferenças entre os tipos de bancos?

Já falamos sobre o que é um banco de investimento e como ele funciona. Entretanto, há uma maneira de deixar o assunto ainda mais claro: apresentando as principais diferenças entre esse tipo de banco e as instituições comerciais, que fazem parte do dia a dia do brasileiro.

A maior diferença nós citamos anteriormente: é o foco que o banco de investimentos tem nesse universo de aplicações e produtos financeiros. Mas talvez você ainda tenha dúvida sobre as particularidades de cada tipo de banco na prática. Veja quais são elas.

Bancos comerciais

Os bancos comerciais são as instituições mais conhecidas no Brasil. Isto é, aquelas que atuam mais amplamente no segmento de pessoa física e oferecem serviços como conta-corrente, poupança, empréstimos, financiamentos, etc.

Uma das características desse tipo de banco é que eles podem ser instituições públicas — a exemplo do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. Sua captação de recursos se dá por meio de depósitos.

Os bancos também podem emitir alguns títulos de investimentos. Nesse caso, eles são chamados de bancos múltiplos, pois apresentam não somente as funções comerciais. Ainda assim, o portfólio de investimentos oferecido costuma ser limitado, já que seu foco não é esse.

Bancos de investimentos

Os bancos de investimentos funcionam de maneira um pouco diferente. Um exemplo é que eles não oferecem os serviços de bancos comerciais — como conta-corrente, caderneta de poupança e depósitos.

O foco dessas instituições não é a realização de movimentações cotidianas entre pessoas físicas. Na verdade, o objetivo é proporcionar a realização de investimentos, assim como prestar assessoria na administração do capital e nas operações societárias de empresas.

Para quem busca investimentos, esses bancos oferecem um portfólio mais amplo do que bancos comerciais. Isso porque eles também podem apresentar aplicações de outras instituições, além dos títulos de emissão própria.

Corretoras de valores

Quem realiza investimentos costuma conhecer o conceito de corretora de valores e pode estar confuso sobre as diferenças entre elas, os bancos comerciais e os bancos de investimentos. Em primeiro lugar, é preciso saber que corretoras não são bancos.

Logo, elas não oferecem serviços próprios às instituições bancárias — como conta-corrente, depósitos, empréstimos ou financiamentos. Essas funções podem ser encontradas quando as corretoras pertencem a algum banco, mas as plataformas costumam ser independentes.

Em comparação com os outros tipos que apresentamos aqui, as corretoras normalmente apresentam mais alternativas de investimentos. Porque congregam diversas instituições em seu portfólio.

Agora você sabe o que é banco de investimento e quais são os principais serviços oferecidos por eles. Além disso, conhece as diferenças entre eles, os bancos comerciais e as corretoras de valores. Com todas essas informações, fica mais fácil compreender os conceitos relacionados ao mercado financeiro e escolher as instituições que mais atendem suas necessidades.

Quer se manter atualizado sobre esse e outros assuntos ligados a investimentos? Assine a nossa newsletter!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *