Olá!

Volta e meia estamos diante de uma crise econômica. Nesses tempos, a inflação alta, o desemprego cada vez maior, juros em níveis elevados, a queda no PIB e nas vendas e o fato de cada vez mais e mais empresas fecharem as portas afeta toda a economia, impactando cada vez a vida de mais pessoas.

Mas isso não significa que tudo está perdido. A situação pode não ser animadora, mas lembre-se que é na hora da dificuldade que surgem as melhores oportunidades. Um momento como este é excelente para encontrar novos caminhos, se reinventar e tomar decisões que podem influenciar positivamente seu futuro.

Para um investidor do mercado financeiro, as crises normalmente revela m oportunidades de investimentos com taxas de juros bem mais elevadas.

Já para um empreendedor, a crise pode ser um estímulo para tirá-lo da zona de conforto, fazendo com que ele tome medidas para melhorar seu negócio e permitindo que sua empresa largue na frente da concorrência quando o mercado voltar a crescer.

Pensando nisso, no post de hoje, listamos algumas dicas para mostrar que nem tudo é pessimismo durante esse período. Existe muita oportunidade na crise, pronta para ser aproveitada. Quer saber mais? Continue a leitura!

Atitudes para superar o momento de crise

Fique atento às novas oportunidades

A economia pode estar em retração, mas as pessoas e as empresas continuam existindo. Esta é uma fase de adaptação, onde novas necessidades vão surgir e que podem, até mesmo, se transformar em ótimas oportunidades para quem souber aproveitar.

Muitos negócios lucrativos são desenvolvidos para superar as dificuldades de uma crise. Por isso, é importante se manter atento, principalmente ao comportamento de seus clientes e aos novos tipos de demanda que eles possam ter.

Não deixe o ambiente te contaminar

A predominância de um cenário econômico ruim leva ao corte de investimentos, à paralisação de projetos e a um clima de pessimismo em todas as pessoas. Logo, se você contrariar o senso comum e se recusar a agir dessa forma, já terá um diferencial imenso sobre seus concorrentes.

Um dos maiores erros que se pode cometer neste momento é “andar com a manada”. Mais do que nunca, é preciso ter capacidade analítica, atenção redobrada e um espírito otimista que te deixe imune ao mau humor que toma conta do ambiente.

Pense fora da caixa para inovar e ser mais eficiente

Em períodos de bonança, é natural que as pessoas se dispersem e deixem de se esforçar pelo que realmente importa. O senso de urgência é menor, e a sensação de tranquilidade faz com que muitos se acomodem e percam a eficiência.

Mas, com a crise, as deficiências de um negócio se tornam bem mais visíveis e mais difíceis de ignorar, como um atendimento ruim e um custo de produção alto. Por isso, este é um bom momento para retomar o controle, corrigir aquilo que não está funcionando bem e aproveitar para colocar seu negócio à frente da concorrência. Pense fora da caixa e tente ver as coisas pelo modo não convencional para enxergar uma nova forma de se posicionar.

Oportunidades para crescer durante a crise

A crise pode se mostrar um período muito propício para começar novos negócios e ganhar dinheiro. Enquanto todo mundo está preocupado e se deixando levar pelo mau momento do mercado, alguns empreendedores sabem que uma crise não dura para sempre e, assim, conseguem identificar boas oportunidades, seja para empreender, trabalhar ou investir. Listamos abaixo algumas alternativas que podem ser interessantes neste momento. Não perca!

Para empreender: Food Trucks

A onda dos Food Trucks começou nos EUA justamente por causa da crise de 2008 e, recentemente, chegou ao Brasil. Embora ainda seja novidade por aqui, esse tipo de serviço já está se espalhando por todo o país e é uma ótima alternativa de negócio, com um bom potencial para crescer mesmo em tempos de crise.

Como a proposta é justamente vender comida de qualidade a um preço baixo, muitas pessoas vão preferir comer em um Food Truck como forma de economizar. Com o custo inicial muito mais baixo do que em um restaurante comum, dispensando despesas como aluguel e pela possibilidade de variar o ponto de venda quando quiser (já que é um negócio sobre rodas), os Food Trucks têm sido a aposta de diversos empreendedores para driblar a crise e continuar faturando.

Para trabalhar: Uber

Em meio à onda de desemprego durante a crise, diversas pessoas com carreiras em outras áreas estão buscando sistemas como o Uber como uma alternativa para trabalhar ou complementar a renda. A plataforma, que é a principal em sua área de atuação, estima que o crescimento dos motoristas cadastrados no aplicativo cresce acima dos dois dígitos semanalmente.

Dirigir para o Uber rende até 4 mil reais por mês, mas dependendo da intensidade do trabalho, esse valor pode chegar a 7 mil mensais! Além disso, a ocupação permite que a pessoa consiga fazer seus próprios horários e ter mais independência para trabalhar.

A burocracia para tornar-se motorista da plataforma é menor do que se tornar taxista, por exemplo: é necessário ter pelo menos 21 anos, ter ficha sem antecedentes criminais e possuir um carro produzido de 2008 para cima.

Para Investir: renda fixa

Com as taxas básicas de juros elevadas em momentos de crise, os investimentos atrelados à Selic e ao CDI oferecem uma ótima rentabilidade, acompanhada de liquidez e ausência de risco. Com isso, este é um dos melhores momentos para investir em renda fixa.

Entretanto, para isso, é muito importante conhecer bem o mercado e os investimentos que serão feitos. A renda fixa pode estar em alta, mas a poupança, por exemplo, continua não sendo um investimento muito inteligente, pois a inflação frequentemente corrói toda a rentabilidade. Ou seja, a poupança faz o investidor perder dinheiro.

Por isso, o melhor é analisar com critério o tipo de ativo a ser investido, buscando sempre investimentos em renda fixa que tenham ganhos reais acima da inflação, aliado a custos baixos de administração e manutenção. É bom evitar também os fundos de renda fixa mais conservadores, títulos de capitalização e outras opções com taxas de administração acima de 1%. As melhores oportunidades estão nos títulos do governo (Tesouro Direto), Letras de Crédito (LCI/LCA) e no CDB, além dos bons fundos DI e fundos de renda fixa que pode ser encontrados no mercado.

Crescer sem se abalar com o momento atual

Não é porque estamos enfrentando um cenário adverso que você deve desanimar. Crise não é tempo de se encolher e deixar de trabalhar, mas sim de buscar e aproveitar as oportunidades que o momento oferece. Lembre-se que muita riqueza é construída a partir de decisões inteligentes tomadas em meio a períodos difíceis! O importante é estar preparado sempre, independentemente da situação econômica.

E então, pronto para colocar a mão na massa e investir em nossas sugestões para aproveitar a oportunidade na crise? Tem outras dicas ou sugestões sobre o assunto? Deixe seu comentário e entre para a conversa!

Grande abraço!

André Bona

Autor

André Bona

André Bona possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, tendo auxiliado milhares de investidores a investir melhor seus recursos e é o criador do Blog de Valor - site de educação financeira independente.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *