Em 1906, o economista italiano Vilfredo Pareto fez uma descoberta: 80% das terras na Itália eram de propriedade de 20% da população. Apesar de existir uma controvérsia – alguns dizem que tudo isso se passou na Inglaterra – foi a partir de então que ele começou a analisar outras coisas em sua vida.

Dentre várias descobertas, Vilfredo percebeu que algo semelhante acontecia em seu jardim, pois 80% das ervilhas vinham de 20% das ervilheiras.

Foi aí que o italiano concluiu que 80% de todos os resultados (sejam em negócios, economia ou jardinagem), derivam de apenas 20% dos esforços. Em sua própria homenagem, essa teoria recebeu o nome de Princípio de Pareto.

A técnica é bem difundida no ambiente de trabalho, sendo aplicada para aumento de produtividade e até para a gestão dos negócios. Para saber mais sobre ela, acompanhe este artigo.

O que é o Princípio de Pareto?

Com a teoria de que 80% dos resultados são provenientes de 20% dos esforços, o Princípio de Pareto também é amplamente conhecido como regra 80/20. A definição geral é que 80% dos efeitos vêm de 20% das causas.

Pensando nisso, podemos ter as mais diversas interpretações:

  • 80% das reclamações dos clientes derivam de 20% dos clientes;
  • 80% da lucratividade vem de 20% dos clientes;
  • 80% dos resultados vêm de 20% dos esforços;
  • 20% das roupas de um guarda-roupa são usadas 80% das vezes;
  • E assim por diante.

Antes de continuar, tenha em mente que o Princípio de Pareto não trabalha com uma relação (80/20) incontestável. A porcentagem não precisa ser exata, mas com toda certeza serve de balizador.

Como utilizar o Princípio de Pareto para produtividade?

Com o Princípio de Pareto é possível identificar quais atividades devem merecer mais sua atenção, a fim de alcançar a máxima eficiência. Por exemplo, se você é autônomo ou funcionário de alguma empresa, pode enxergar suas tarefas da seguinte maneira: 80% dos resultados derivam de 20% dos esforços.

A questão é que a regra 80/20 permite uma maximização das atividades, garantindo que tudo o que você faça gere o mais alto nível de resultados. Isso significa passar mais tempo na execução de tarefas que realmente importam.

Essa relação ajuda trabalhadores a não dedicarem mais tempo do que deveriam em tarefas mais triviais e que não contribuirão para os objetivos de longo prazo. Em suma, trata-se de trazer mais resultados com menos esforços.

Da mesma forma, o princípio pode ser usado para identificar as causas da improdutividade no local de trabalho. Nesse sentido, utilizando a regra 80/20 é possível estabelecer que 20% das distrações resultam em 80% da improdutividade.

Tendo isso em mente, fica mais fácil avaliar os problemas que tornam um profissional improdutivo e, posteriormente, tomar as medidas apropriadas para solucioná-los (damos algumas dicas no artigo sobre como aumentar a produtividade diária).

Como utilizar o Princípio de Pareto nos negócios?

Além da sua utilização para produtividade, o Princípio de Pareto é muito útil para qualquer tipo de negócio. A regra 80/20 indica que uma pequena porcentagem do valor total de clientes produz a maior parte da receita.

Explicando melhor, pensando que 80% dos resultados vêm de 20% dos clientes, é possível determinar quais geram mais receita e focar os esforços para satisfazê-los, ouvindo suas queixas e buscando sempre por melhorias.

Ainda, existe a probabilidade de que 80% de seus novos clientes resultem de 20% de suas ofertas. Com isso em mente, para melhorarem seus resultados os vendedores podem identificar quais ofertas chamam a atenção da maioria dos novos clientes.

A análise a partir do Princípio de Pareto também permite avaliar se há necessidade de descontinuar os produtos/serviços que não geram receita. Ou, ainda, estudando os produtos/serviços que trazem mais receita, será que não está na hora de melhorá-los?

Sobre os clientes, sabemos que é prudente garantir que os mesmos estejam satisfeitos com o serviço que recebem especialmente no pós-venda.

O Princípio de Pareto indica que 80% das reclamações de clientes estão relacionadas a 20% de seus produtos/serviços. Portanto, ao analisar de perto quais produtos/ serviços causam problemas para o seu negócio, você pode reverter a situação e resolver permanentemente os problemas tanto de produto/serviço quanto de atendimento.

Na lista de usos da regra 80/20 temos que ela permite uma análise também do website da empresa. De acordo com o Princípio de Pareto, aproximadamente 80% do tráfego deriva de 20% das páginas de um site.

Isso quer dizer que as páginas que atraem mais visualizações devem ser otimizadas e os esforços de marketing devem ser concentrados, já que aproximadamente 20% das estratégias de marketing geram 80% dos resultados.

Concluindo

Como mostramos, o Princípio de Pareto diz que 20% de seus esforços produzem 80% de seus resultados. No entanto, o oposto se aplica, pois se você sente que algo ocupa 80% do seu tempo, energia ou recursos, mas percebe que está produzindo apenas 20% dos seus resultados, está na hora de tomar uma atitude.

Para ter mais produtividade e não correr um risco de Burnout, analise como seu tempo de trabalho está sendo aplicado e invista seus esforços e energia nas tarefas certas. Utiliza a regra também para identificar outros aspectos do seu negócio ou atividade.

Verifique, por exemplo, os clientes que estão trazendo mais lucratividade, os produtos/serviços que merecem mais atenção, etc.

Por fim, mais uma vez ressaltamos que os números 80% e 20% são apenas estimativas. Tudo na vida é uma questão de equilíbrio e é exatamente sobre isso que fala o Princípio de Pareto.

Agora conte para nós: o que você achou da regra 80/20? Já adotou-a em suas atividades profissionais? Deixe um comentário e compartilhe sua opinião conosco. Não esqueça também de seguir-nos em nossas redes sociais para ficar por dentro de mais conteúdos como este!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

 

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *