Para os investidores mais antenados no assunto análise técnica ou gráfica, o termo PullBack não é novidade. Mas, quem está conhecendo os termos agora pode confundir este indicador, que está extremamente ligado aos movimentos que podem acontecer dentro do mercado de ações.

Algumas pessoas podem achar o conceito um pouco complicado de entender em uma primeira explicação, mas o PullBack é mais fácil que parece e ajuda, principalmente, o investidor a saber qual a hora certa de comprar ou vender suas ações em operações de curto prazo.

Continue acompanhando o artigo para entender como funciona o PullBack e conferir algumas considerações sobre sua presença dentro do mercado financeiro.

O que é e como funciona o indicador PullBack?

O PullBack pode ser descrito como um movimento identificado pela análise gráfica na Bolsa de Valores em relação a uma ação.  Um PullBack acontece quando há uma reversão em um período curto de tempo e que faz o ativo se retrair e depois voltar à sua tendência principal.

Assim, ele funciona como um indicador da correção contrária à tendência de mercado. Isto é, do retorno do ativo após o rompimento de um suporte ou resistência.

Outra forma de explicar o PullBack, mais simplificada, é dizendo que ele está relacionado a uma mudança na tendência de curto prazo nos preços de uma ação. Essa mudança pode ser tanto para uma tendência de queda quanto para uma tendência de alta.

Esse movimento acontece devido ao fato de mercado de renda variável ser muito volátil, possuindo um dinamismo que faz o preço de um ativo subir ou cair a qualquer momento. Dentro desse cenário imprevisível de sobe e desce, os movimentos de retração ou rompimento da tendência atual nos preços de uma ação são os PullBacks.

Analisando o PullBack

Para ter certeza de se tratar de um PullBack, entretanto, também vale conferir outras características desse movimento.

Ele é sempre natural, ou seja, não acontece porque foi provocado por um agente externo, e nem indica um erro do mercado. Pelo contrário, esses movimentos são normais dentro de uma estrutura de mercado, já que ajudam a delimitar um ponto em que vários negociadores podem conseguir lucros ou, ainda, zerar suas posições.

Quando o movimento PullBack termina, o gráfico volta a seguir a tendência anterior, até que outro ponto aconteça.

Pode-se dizer, então, que o PullBack pode acontecer sempre que há um movimento brusco de queda ou de alta de um ativo, contrariando, assim, a evolução que seria natural do valor daquele ativo. Por isso mesmo ele é visto como um movimento de correção repentino, que contraria a tendência do mercado.

Para identificar um PullBack trader, é importante lembrar-se também que ele pode acontecer em qualquer direção, sendo possível haver dois tipos de movimento:

  • Pullback de alta em uma tendência de queda – Quando o mercado compra um ativo que estava caindo;
  • Pullback de baixa em uma tendência de alta – Quando o mercado vende um ativo que estava subindo.

PullBack e o movimento de reversão

Embora sejam parecidos, PullBack e movimento de reversão não são a mesma coisa. É chamado de movimento de reversão quando o preço reverte uma tendência maior, a qual vinha seguindo.

Os dois podem ser observados com análises gráficas. Assim, para diferenciá-los, vale verificar:

  • Pullback: trata-se de PullBack quando o preço do ativo fica muito “esticado”, ou seja, sobe ou desce sem sofrer nenhuma correção. Esse valor, portanto, subiu ou desceu de forma repentina, sem passar por nenhuma correção, e está começando a se consolidar.
  • Reversão: diferente do PullBack, a reversão acontece quando o valor se aproxima de um nível importante de certos quesitos, sendo eles resistência, suporte, últimas ondas de Elliott ou “ex-consolidação”

Sendo assim, ocorre um PullBack no gráfico quando há uma reversão em um curto período de tempo, que faz com que a ação sofra uma retração, retornando em seguida à sua própria tendência principal.

Como são as estratégias PullBack?

O indicador PullBack é fundamental dentro do mercado de ações, especialmente para operações de menor prazo. Afinal, ele auxilia o investidor a definir qual é o melhor momento para comprar ou vender ações, facilitando a análise das ondas que movimentam o mercado.

A forma como o investidor analisa essas movimentações é que definirá suas estratégias de compra ou venda de ações.

Para definir as melhores estratégias PullBack, vale sempre lembrar da regra de ouro do mercado de ações: compre barato, venda mais caro. O recuo também é importante para saber qual é o momento mais oportuno para se desfazer de um ativo e vendê-lo, se o seu objetivo é especular.

A melhor maneira de acertar no PullBack é observando, com atenção, os gráficos do ativo. Você também pode acompanhar análises de especialistas, a fim de conseguir identificar estas oportunidades de operações.

Vale destacar, contudo, que as oportunidades de compra e venda de ações podem ser surgir a partir de diferentes critérios. Por isso é fundamental analisar o cenário de um ativo como um todo e não se ater a apenas um indicador. Se você não fizer uma análise mais ampla, poderá acabar projetando de maneira equivocada um movimento e fazer uma operação ruim.

Gostou deste conteúdo? Então compartilhe! Aproveite para se inscrever em nossa newsletter para receber, em seu e-mail, outros materiais sobre finanças e investimentos, sempre com exclusividade.

Como utilizar o PullBack?

Para utilizar o PullBack em suas análises e operações especulativas no mercado financeiro é importante que você, em primeiro lugar, aprenda mais sobre este mercado. Leia mais sobre o assunto e prepare-se para analisar graficamente um ativo.

Somente com preparo e estudo você conseguirá utilizar este movimento e outros indicadores em favor das suas operações de maneira satisfatória no mercado de ações.

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *