Os gastos com gás costumam pesar no bolso das famílias brasileiras, tanto para aquelas que têm gás encanado como para as que utilizam um botijão na cozinha. O cenário fica ainda mais complicado quando consideramos os constantes aumentos de preço nesse setor.

Então, uma dúvida comum é: como economizar na conta de gás? Felizmente, existem várias dicas simples que podem ser colocadas em prática para diminuir seus custos. Muitas pessoas não conhecem ainda a relevância dessas orientações.

Então, confira este post e saiba o que fazer!

1. Certifique-se da qualidade do seu fogão

Um dos primeiros cuidados que você pode ter para diminuir os gastos com gás é verificar se o seu fogão está regulado. Equipamentos desregulados costumam consumir mais gás para funcionar. Além de apresentar perigos para você e sua família.

Então, uma boa prática é chamar um técnico para avaliar o estado do fogão e, se necessário, realizar a manutenção do eletrodoméstico. Caso se trate de um modelo mais antigo ou problemático, considere realizar a troca por um novo.

Outra orientação é manter sempre as bocas do fogão limpas. Se essas partes estiverem sujas o gás pode sair de maneira irregular e não realizar bem sua função — o que significa que o cozimento demorará mais e os custos serão maiores.

Uma das formas de perceber a existência de problemas é observar a cor da chama no seu fogão. O ideal é que ela seja azulada. Se a coloração for amarela é indicativo de que está saindo mais gás do que seria preciso.

2. Fique atento ao uso das panelas

Você sabia que o modo como usa as panelas também pode lhe ajudar a economizar na conta de gás? Isso porque a qualidade dos seus utensílios, assim como a atenção a alguns cuidados, otimiza o tempo de cozimento e permite que se utilize menos combustível.

Nesse sentido, procure garantir que a panela esteja sempre posicionada no centro da chama. Assim, a comida esquentará por igual e tudo será mais rápido. Se você tiver panelas que estejam tortas embaixo, vale a pena considerar a troca, pois isso prejudica a distribuição de calor.

Também é importante ficar atento ao tamanho da panela: coloque as menores nas bocas também menores. Embora pareça vantajoso usar sempre as bocas de maior potência, isso não é positivo. Afinal, a chama maior não fará todo o seu efeito em utensílios pequenos.

3. Otimize o gás ao cozinhar

A mudança de alguns hábitos na sua cozinha faz com que o uso do gás diminua. Fechar as panelas durante o cozimento, por exemplo, reduz muito o tempo e o seu orçamento doméstico. Contar com a ajuda da panela de pressão é outra dica.

Algumas pessoas têm medo desse item, mas é fato que ela diminui bastante o tempo que os alimentos levam para ficarem prontos. Com isso, é possível utilizar menos gás nas suas preparações.

Mais uma sugestão é colocar feijão e outras leguminosas de molho no dia anterior. Essa prática faz com que eles demorem bem menos para cozinhar. Se for utilizar o forno, evite abrir muito a porta, pois isso exige mais gás para manter a temperatura interna.

Além disso, vale a pena sincronizar as refeições da família. Assim, quando alguém for cozinhar algo para o lanche já pode fazer em maior quantidade e evitar que os outros usem o fogão novamente para fazer a mesma coisa.

4. Utilize cortes menores

Quando você corta os legumes e carnes em tamanhos menores se torna mais rápido cozinhá-los. Isso também possibilita utilizar menos água na fervura. Lembre-se de medir bem a quantidade de água para cozimento: colocar apenas o necessário reduz tempo e dinheiro.

Um segredo para economizar ainda mais na conta de gás ao cozinhar é diminuir a potência da chama depois que a água tiver fervido. Isso é vantajoso porque, na verdade, o fogo alto não agiliza o cozimento. Pelo contrário, ele faz com que o líquido evapore, o que pode atrapalhar.

5. Organize-se na cozinha

A organização da rotina na cozinha é outro fator que contribuiu para folga no planejamento financeiro. Veja se essa situação já aconteceu na sua casa: só depois de ligar o fogo e posicionar a panela no fogão é que você percebe que se esqueceu de cortar um legume ou temperar a carne.

Mesmo que seja uma atividade rápida, deixar a chama acesa enquanto realiza isso causa desperdício. E, ainda que ela seja fechada para que você possa cortar o que ficou faltando, um pouco de gás foi gasto sem necessidade.

Viu como a organização é fundamental? Mais uma dica nesse sentido é sempre descongelar todos os alimentos que serão utilizados. Afinal, é mais demorado e custoso cozinhar itens que não passaram por esse processo.

Além disso, não deixe de reparar no vento que pode entrar na sua cozinha e desregular a chama. Esse é outro aspecto que faz com que se gaste mais gás ao usar o fogão.

6. Considere o uso de outros eletrodomésticos

O fogão e o forno não são os únicos eletrodomésticos para preparação de alimentos. Hoje em dia, há diversos produtos que prometem agilizar seu dia a dia na cozinha — como o microondas, a fritadeira elétrica e as panelas elétricas.

Embora utilizem energia, esses aparelhos agregam rapidez à cozinha e, quando bem utilizados, promovem economia. O microondas, por exemplo, é a opção ideal para esquentar comidas rapidamente e reduzir o uso do gás.

A fritadeira elétrica é outro exemplo que pode ser muito útil na sua cozinha, principalmente porque possibilita utilizar menos o forno. Os alimentos são assados com muito mais agilidade nesse aparelho.

7. Fique atento aos vazamentos

Por fim, observar a qualidade do sistema de gás é um cuidado indispensável não só para a economia, mas para sua segurança também. Vazamentos podem causar muito prejuízo e graves acidentes.

Itens do gás de botijão, como a mangueira, devem ser trocados periodicamente. Além disso, é importante observar frequentemente se ela está bem encaixada e em bom estado de uso. Verifique também o regulador da pressão.

Quem usa sistema de gás encanado precisa acompanhar de perto para perceber qualquer dificuldade ou problema na estrutura. Isso, junto com os outros aspectos que citamos neste post, ajudará a economizar na conta de gás.

Nossas dicas foram úteis para economizar no gás? Aproveite para compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais e ajudar outras pessoas!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *