Abrir o próprio negócio é o desejo de muitas pessoas, mas a transição de carreira não costuma ser fácil. Nesse sentido, é comum ficar em dúvida se vale a pena deixar um emprego para empreender.

Esse contexto pode ser vivido por profissionais que apenas sonham em trabalhar por conta própria e também por aqueles que já fazem isso — mas ainda conciliam a rotina de empreendedor com um emprego fixo.

Você quer saber como identificar a hora de perder o medo e assumir sua empresa? Confira neste artigo informações que lhe ajudarão nisso!

Vale a pena empreender?

É importante começarmos falando sobre a vontade de se tornar um empreendedor. Será que vale mesmo a pena ser dono de um negócio? A resposta para essa pergunta depende de muitas coisas. Entre elas, do seu perfil profissional.

Provavelmente você já ouviu falar do termo “perfil empreendedor”. De fato, há uma série de características que devem ser desenvolvidas por quem quer obter sucesso administrando um empreendimento. A boa notícia é que esse perfil pode ser aprendido.

Então, quem tem o desejo de empreender, mas não sente que está preparado para isso, não precisa abrir mão desse sonho. O empreendedorismo continua sendo uma possibilidade válida quando se busca mudanças na carreira.

Quais são as principais vantagens dele? Sem dúvida, a liberdade é uma delas. Ao empreender você tem mais autonomia para trabalhar com o que lhe interessa. Além disso, tem liberdade para montar sua rotina e para ganhar mais dinheiro do que recebe como funcionário.

Entretanto, é fundamental entender também que existem desafios. Afinal, começar uma empresa sem ter isso em mente pode trazer muita frustração e prejuízo. Por isso, avalie todos os pontos positivos e negativos antes de escolher entre empreendedorismo ou emprego formal.

Como decidir a hora de deixar um emprego?

As escolhas difíceis não acabam quando você decide que quer começar um empreendimento. Na verdade, muitas delas começam a aparecer depois dessa decisão. E talvez a principal seja esta: quando vale deixar um emprego para empreender?

Veja alguns pontos que ajudam na análise!

Pense no que você deseja

Não tem para onde correr. Por mais que muitas decisões possam ser racionais, boa parte da escolha por empreender parte dos seus desejos e interesses. E não poderia ser diferente, já que é preciso motivação para colocar esse plano em prática.

Por isso, os primeiros fatores que precisam ser analisados são os seus objetivos para o futuro. Pense, principalmente, nas razões que lhe fazem querer se tornar um empreendedor.

Se elas estiverem relacionadas apenas à insatisfação com seu trabalho atual, nossa orientação é parar e refletir um pouco mais. Esse problema pode ser resolvido de outras formas — como mudando de emprego.

Se há outros motivos que despertaram sua vontade de ter a própria empresa, tire um tempo para pensar sobre eles e ver como o empreendedorismo atende a essas necessidades. Alguns exemplos são: interesse por outra área profissional, boa ideia para um novo negócio, etc.

Planeje-se

Quem já tem um emprego e pretende entrar no empreendedorismo com calma pode se beneficiar muito da oportunidade de planejar essa mudança de carreira. Isso não é viável para todas as pessoas — muitas começam o próprio negócio por necessidade.

Se você conta com essa facilidade, utilize a seu favor. Montar um planejamento antes de iniciar as atividades da sua empresa pode fazer muita diferença no sucesso dela. Além disso, planejar-se também ajuda a encarar a nova realidade com menos ansiedade e insegurança.

Logo, a dica é segurar um pouco a vontade de pedir demissão. Utilize esse tempo para organizar suas ideias e pensar em como seu negócio será estruturado. Quem não tem ainda a definição da área em que quer trabalhar deve aproveitar o momento para fazer pesquisas e decidir isso.

Tenha organização financeira

Aliado à organização da sua empresa é preciso também se planejar financeiramente. Lembre-se que a sua renda passará por mudanças significativas depois que você sair de um emprego fixo. O salário de um empreendedor não é estável, especialmente no começo.

Pelo contrário, será necessário investir no negócio. Portanto, quanto mais dinheiro for possível juntar, melhor. Procure enxugar seu orçamento e diminuir os gastos para se preparar diante da diminuição de renda.

Junto a isso, foque em montar um colchão financeiro. Se você ainda não tem uma reserva de emergência, coloque isso como seu principal objetivo. Contar com essa folga é essencial para passar com tranquilidade pelos desafios do empreendedorismo.

Avalie o tempo que precisar dedicar ao negócio

Algumas pessoas conciliam o trabalho fixo e o empreendedorismo por um tempo. Isso costuma ser muito útil no começo, quando o negócio pode ser iniciado aos poucos até ganhar um volume maior de demanda.

Nesse caso, um bom indicador de que é hora de deixar o emprego para focar no empreendimento é quando o tempo não está mais sendo favorável à conciliação das atividades. Pode acontecer do empreendedor sentir que precisa de maior carga horária para dedicar à sua empresa.

Em alguns casos, ele tem até mesmo a necessidade de abrir mão de bons negócios por causa do trabalho fixo. Esses são sinais de que já vale a pena deixar o emprego para empreender.

Saiba que nem sempre existem condições perfeitas

Por fim, é importante que você reconheça que não precisa esperar o momento ideal para pedir demissão e assumir a sua empresa. Embora estejamos dando dicas para se preparar melhor, não quer dizer que existem condições perfeitas para isso.

Uma lição importante é que nem sempre é possível esperar o medo ir embora antes de fazer essa mudança na carreira. Na maioria dos casos, um empreendedor começa seu negócio ainda com insegurança. Isso é normal diante de grandes acontecimentos.

Então, não deixe esse sentimento lhe parar. Se você realmente deseja ser dono da própria empresa e está se preparando para isso, faça! Não espere ter 100% de certeza antes de dar esse passo. Os medos — assim como os erros — fazem parte da caminhada de qualquer pessoa.

Geralmente, abrir um negócio é se lançar para o desconhecido. Mas existem diversas formas de ficar mais seguro e saber se vale a pena deixar um emprego para empreender. Estudar o assunto e ter um bom planejamento são algumas das principais. Coloque isso em prática e confie nas suas ideias!

Quer conhecer opções de empreendimentos? Confira 4 modelos de negócios digitais!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *