Em uma análise mais fria, pode parecer estranho pensar em redução de salário enquanto o que muitos querem e buscam é o aumento salarial. De modo geral, queremos mais para cobrir nosso custo de vida e realizar sonhos. Achamos que ganhando mais estaremos mais próximos de nossos objetivos.

Mas, para muitas pessoas, chega em um ponto em que, embora o dinheiro realmente resolva algumas coisas, ele passa a não ser o único fator a ser considerado quando se aceita uma oferta de trabalho.

Para alguns, ter vencimentos menores do que tinham no passado é algo que traz mais satisfação. Então, em tempos em que muitos querem ganhar mais, quando saber se a redução de salário vale a pena?

5 situações nas quais a redução de salário pode ocorrer

O dinheiro é uma parte importante de nossas vidas. Quando procuramos um emprego, logicamente analisamos o quanto receberemos no final do mês. Para isso, devemos sempre conhecer nosso valor, negociar o máximo que conseguirmos e irmos embora se não estivermos satisfeitos.

No entanto, há algumas situações em que assumir um emprego que pague menos pode ser benéfico a longo prazo. A seguir, elencamos aquelas que consideramos mais importantes:

1. Mais qualidade de vida

Altos salários são atrelados à alta responsabilidade. Muitas vezes, o preço que se paga para ter um bom contracheque é uma infinidade de horas extras, noites mal dormidas e preocupações redobradas.

A pessoa pode até ganhar mais, mas com o dinheiro que recebe não consegue aproveitar os prazeres da vida, pois seu tempo é todo dedicado ao trabalho. Por isso, para muitas pessoas que buscam a redução de salário, a qualidade de vida é o primeiro item da lista de motivos.

2. Menor custo de vida

Uma coisa é certa: quanto mais ganhamos, mais gastamos. Se você analisar, encontrará pessoas que ganham um bom salário, mas que estão sempre endividadas, enquanto outras, ganhando menos, conseguem viver melhor.

Ao ter uma redução de salário você terá que mudar hábitos de consumo e reduzir o padrão de vida. Para algumas pessoas, justamente por padrões de consumo exagerados a vida acaba reduzindo-se a esperar o salário entrar para pagar contas.

Existem casos em que o indivíduo percebe que pode viver com menos e quer um equilíbrio entre vida pessoal e profissional. Quando isso acontece, ela tende a não se importar com a redução de salário.

Aqui fazemos uma ressalva. Quando falamos da relação salário x custo de vida, é importante que você encontre o equilíbrio, ou seja, suas decisões financeiras devem ser condizentes com o quanto você ganha todo mês.

Para algumas pessoas, a redução de salário trará um menor custo de vida porque elas terão que mudar a maneira como vivem, incluindo os ambientes que frequentam. Essa é uma escolha pessoal e cada um sabe de si. Contudo, não esqueça que quando as finanças estão organizadas é possível ter o equilíbrio entre salário e a maneira que se leva a vida.

Dica: aprenda a calcular o seu custo de vida

3. Mudança de carreira e/ou realização de um sonho

Se você sempre se imaginou em uma determinada função, ou trabalhando para uma empresa em particular, aceitar o emprego pode valer a pena, mesmo que precise haver uma redução salarial.

O fato igualmente se aplica a quem resolve dar um outro rumo para a vida profissional. Você pode ser expert em uma posição ou indústria, mas pode ser que você queira trabalhar com algo totalmente diferente.

Nesse caso, você terá que estudar, a fim de conseguir ter o conhecimento necessário para mudar de carreira. Apesar de quaisquer conhecimentos que você possa adquirir, você pode não ter a experiência desejada e, nesse caso, terá que começar aos poucos e aceitar ganhar menos no início.

4. Dificuldade em achar emprego

Às vezes, os candidatos a emprego podem estar dispostos a aceitar uma redução de salário porque não conseguem encontrar um emprego que pague o que costumavam ganhar. Muitos desempregados que veem suas economias acabando e os benefícios do desemprego chegando ao fim, optam por trabalhar por menos dinheiro.

Enquanto uma longa e difícil procura de emprego é uma razão perfeitamente válida para aceitar um salário mais baixo, é importante evitar compartilhar essa questão com os entrevistadores. De todas as razões para aceitar a redução salarial, esta é o que acenderá um alerta vermelho na entrevista, pois os entrevistadores poderão concluir que você só estará no cargo por um breve período de tempo.

5. Mais benefícios

Muitas vezes, o vencimento é menor, mas os benefícios compensam a redução de salário. Especialmente para quem tem dependentes, pode ser importante ter benefícios como plano de saúde, plano dentário, auxílio educação, creche no local de trabalho, entre outros.

Seus benefícios no local de trabalho podem não parecer capazes de substituir o dinheiro vivo, mas imagine se você tivesse que desembolsar uma quantia para pagar por itens como os citados. Seu salário, mesmo que reduzido, pode permitir que você acabe empatando, ou até mesmo ganhando mais do que se você tivesse que pagar do próprio bolso por esses itens.

Por isso, ao receber uma proposta de emprego cujo salário é menor do que o esperado, coloque na ponta do lápis os benefícios oferecidos.

Mas, atenção na redução de salário

Digamos que você queira aceitar uma redução salarial porque trabalhará na empresa dos sonhos. Antes de pegar o emprego, certifique-se de que está financeiramente confortável com a decisão e que poderá viver tranquilamente com a renda mais baixa.

De nada adianta você aceitar um salário menor porque precisa de mais tempo com a família, se seu estilo de vida não mudar e você se afundar em dívidas para manter o padrão.

A educação financeira ajuda a encontrar o equilíbrio. Se você quiser saber mais sobre o tema, recomendamos a leitura do artigo: Educação financeira: entenda o que é e sua importância.

Gostou desse conteúdo? Quer acompanhar de perto todas as novidades do blog? Então não perca tempo e assine gratuitamente a nossa newsletter e siga-nos em nossas redes sociais.

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *