O ticker é uma das primeiras coisas que você percebe ao pesquisar sobre ações ou entrar na bolsa de valores. No home broker, as empresas não são conhecidas por seu nome, mas pelo ticker de cada uma.

Também é por meio dele que as companhias são apresentadas em notícias — em programas de TV, por exemplo. Ou seja, antes de realizar qualquer investimento em ações é preciso saber por qual código ela é representada.

Ele será necessário para buscar informações sobre determinada empresa e para comprar ou vender os papéis dela. Então, pare de ficar perdido entre as letras e números. Saiba agora mesmo o que significa o ticker!

O que é o ticker?

Basicamente, o ticker é o código por meio do qual as ações e alguns outros ativos ou modalidades de investimentos são negociados na bolsa de valores. Ele identifica cada papel para que os investidores possam negociar.

Ao acessar o home broker para gerir sua carteira de investimentos na renda variável, é preciso saber os tickers dos ativos que lhe interessam. Apenas digitando o código você terá acesso às informações de cada ação.

Ou seja, identificando a ação de seu interesse será possível visualizá-la na plataforma e saber, por exemplo, a que preço ela está sendo negociada. Caso se tratem de papéis que estão na sua carteira, é possível verificar também a rentabilidade obtida.

Cada bolsa de valores tem as próprias regras para estabelecer os tickers de ações. Significa que o código de uma empresa na B3, a bolsa brasileira, pode funcionar de maneira diferente de outros ambientes no mundo.

Um exemplo prático é encontrado nas ações da Petrobras, empresa fundada no Brasil. Em nossa bolsa, os tickers dela são o PETR3 ou o PETR4. Já na bolsa dos Estados Unidos, existem ADRs da Petrobras negociadas pelo código PBR.

Como funciona o ticker?

De modo geral, a B3 organiza os tickers com 4 letras e um número. As letras representam uma abreviação do nome da empresa, enquanto o número oferece alguns detalhes a mais sobre o ativo, ajudando a identificar as características de cada um.

Como mostramos, o nome da Petrobras é abreviado para PETR. Outro exemplo de ticker de uma companhia importante no índice Ibovespa é o VALE3 — correspondente à mineradora Vale (antiga Vale do Rio Doce).

Mas, afinal, o que o número do ticker indica? Ele pode tanto trazer informações sobre o tipo de ação de uma empresa como também indicar alguns fundos de investimentos e derivativos. Veja a seguir mais detalhes.

Ações

Quando se fala em ações, o número presente no ticker serve para especificar o tipo de cada uma. Os algarismos mais comuns vistos nos papéis são o 3 — que indica uma ação ordinária — e o 4, que identifica ações preferenciais.

A diferença básica entre os dois tipos de ações é que a ordinária apresenta o direito do acionista participar de votações nas assembleias da empresa. De outro lado, as preferenciais não dão o direito ao voto, mas apresentam preferência na distribuição de proventos.

Algumas empresas só oferecem um dos tipos de papéis na bolsa. Para aquelas que ofertam os dois, cabe a cada investidor escolher o tipo de seu interesse e atentar para a digitação do número quando for negociar o ticker no home broker.

E os outros números? Eles são menos comuns, mas também trazem informações importantes. No caso de ações, você pode encontrar os seguintes algarismos:

  • 1: representa um direito de subscrição a uma ação ordinária;
  • 2: indica o direito de subscrição a uma ação preferencial;
  • 5 a 8: cada número representa uma classe de ações preferenciais (respectivamente A, B, C e D);
  • 9: indica a subscrição de uma ação ordinária;
  • 10: mostra a subscrição de uma ação preferencial.

Outros

Além dos algarismos que apresentamos, os investidores podem se deparar com tickers que terminam com o número 11. O que eles representam? Nesse caso, em muitas situações, não se tratam de ações, mas de outros investimentos.

Eles podem ser Fundos Imobiliários, ETFs, BDRs ou Units (uma espécie de “pacote” de ações, compostos por papéis ordinários e preferenciais). Logo, quem negocia ativos diferentes de ações precisa estar atento ao ticker correspondente.

Vale a pena falar também sobre as opções, que são derivativos atrelados a determinadas ações. O código delas traz as mesmas letras dos papéis aos quais correspondem, mas há uma quinta letra — referente ao mês de vencimento da opção.

Os códigos são diferentes no mercado fracionário?

Você acabou de ver o que é o ticker e como ele funciona tanto para as ações quanto para fundos de investimentos ou derivativos. Agora, vale a pena tirarmos outra dúvida muito comum: os códigos são os mesmos no mercado fracionário?

As ações podem ser negociadas de duas formas: no mercado tradicional, a partir de lotes padrões (geralmente formados por 100 papéis) ou no mercado fracionário. Nele, é possível comprar quantidades de ações diversas, sem a necessidade do lote.

A diferença do mercado fracionário faz com que ele seja buscado por muitos investidores que não têm capital suficiente para comprar lotes — ou que, por algum motivo, queiram negociar quantidades menores do que 100 no momento.

Sobre o assunto, é importante falar que os dois mercados são ambientes diferentes. Os preços e a liquidez das ações são distintos entre um e outro. Então, é de se esperar que as negociações também se deem por tickers diferentes.

A mudança é bem simples: para comprar ou vender papéis no mercado fracionário você deve adicionar a letra F ao final do ticker. Nos exemplos que demos, as ações da Petrobras são PETR3F ou PETR4F e as ações da Vale são VALE3F.

Por que é importante conhecer os tickers?

Depois de ler este post, você certamente está mais familiarizado com os códigos presentes na bolsa de valores. Percebeu como não é complicado se situar entre as letras e os números presentes nos tickers?

Conhecê-los é essencial para ter informações sobre os ativos e poder negociá-los no home broker. É por meio do ticker que você pesquisa sobre as ações de uma empresa e avalia seus indicadores para decidir ou não pelo investimento.

Uma vez que tenha escolhido realizar a compra ou a venda, será preciso digitar o ticker na plataforma da renda variável para encontrar outros vendedores ou compradores dos papéis. Logo, o código é indispensável para fazer suas operações.

Por fim, lembre-se de que é preciso saber o que é o ticker para diferenciar a aquisição de cotas de fundos imobiliários, derivativos ou ações — além de identificar eventuais direitos de subscrição nos papéis.

E então, as informações foram úteis? Se você está planejando começar a investir na bolsa, veja 5 dicas para analisar ações!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Comentários

  1. Anna Maria    

    Ótimo artigo André, bastante explicativo. Obrigado por compartilhar. =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *