Final de ano é época de diminuir o ritmo do dia a dia, pensar nas festas, organizar comemorações em família, na empresa e, realizar compras. Desde compras natalinas até gastos com viagens e férias, este período é bastante peculiar para as finanças pessoais e pode fazer com que você entre no ano novo já com alguns desequilíbrios no orçamento.

Preparamos neste artigo algumas dicas para lhe ajudar a passar pelo final de ano com saúde financeira e boas perspectivas para o novo ano que chega!

Boa leitura!

Dica 1 – Planeje os presentes

A não ser que você seja o verdadeiro Papai Noel, não há porque sair distribuindo presentes desenfreadamente, correto? É claro que com o espírito de Natal paira no ar uma pré-disposição para presentear, e comprar ao menos algumas lembranças para os conhecidos.

Dedique um tempo para analisar quem você deseja efetivamente presentear – familiares, colegas de trabalho e pessoas de seu convívio. Após definir isso, pense em presentes para cada um de forma a achar um bom custo benefício, como comprar mais de um item na mesma loja e conseguir um preço melhor.

Caso não esteja cabendo em seu orçamento a compra de presentes, não os compre. Se para você for muito difícil não dar nada pelo menos para alguns mais próximos, aposte em presentes feitos por você e que tenham uma utilidade.

Ideias de presentes baratos

Compre alguns itens em supermercado ou atacados e distribuidoras, como sacos de bombons, e faça embrulhos individuais. Ao se organizar com um tempo hábil, é possível ainda encomendar pela internet e achar itens a preços realmente atraentes e até mesmo diferentes do usual.

Por exemplo, uma caderneta personalizada, com o nome do destinatário, pode ser um presente de natal mais barato e mais diferente do que uma agenda comprada em alguma loja no shopping.

Encomende em uma gráfica alguns pequenos presentes personalizados. Por exemplo canecas, fotos ou imãs de geladeira, com frases que representam algo que você acredita. São inúmeras possibilidades!

Dica 2 – Evite viajar nessa época

Nos meses de férias escolares, época de natal, final de ano, réveillon, início de ano novo, até o carnaval, as viagens e passeios são concorridos. E os preços praticados são bem mais elevados que em outras épocas do ano.

Claro que cada destino tem sua data de alta estação. Uma região fria terá um período diferente de uma região de praia. Mas, no Brasil, esse período de dezembro a fevereiro é realmente o mais agitado, badalado e caro ao se falar de viagens e passeios.

Sempre que possível programe suas férias e viagens para os meses de meia estação, primavera – outono. Afinal, são datas que costumam contar com preços mais em conta de hospedagem e transporte.

Não vale fazer uma ótima viagem de fim de ano e passar o ano pagando ou pior, com as contas comprometidas, por conta dos gastos do passeio.

Se a sua vontade é passar janeiro na praia, ou ir a um réveillon concorridíssimo, não tem problema. Mas se organize financeiramente para isso, juntando o dinheiro previamente, para que a realização desse desejo não se torne um motivo de desequilíbrio financeiro mais à frente.

Dica 3 – Utilize o dinheiro extra de forma inteligente

No fim do ano podem surgir alguns valores extras. É o caso do 13º salário, férias, bônus, participação nos resultados da empresa, aumento de encomendas para quem trabalha com vendas de alguns artigos. Valorize esse dinheiro extra e não permita que ele escorra entre os dedos.

E como utilizar o dinheiro extra de fim de ano de forma inteligente?

Primeiro, e sem dúvidas, quite dívidas e compromissos financeiros que contam com juros altos ou parcelas altas, que comprometem suas finanças mensalmente. Caso o valor não for o suficiente para quitação integral, faça amortizações quando possível.

Tente destinar esse dinheiro para acumulação, e turbine seus investimentos fazendo aportes maiores. Não é porque você recebeu um valor a mais que deve perder o controle nos gastos com os itens elencados nas dicas acima: presentes e viagens de fim de ano.

Dica 4 – Organize seus pertences e otimize-os

Aproveite a atmosfera de renovação e organize seus pertences. Se seu objetivo é fazer o mínimo de gasto e não se endividar no final do ano, organize as roupas que você já tem e quais você pode utilizar para não precisar comprar roupas novas para os eventos de fim de ano.

Lustre um sapato, ajuste um salto do sapato ou zíper de roupa. Algumas coisas vão ficando sem uso no nosso dia a dia pois não paramos para consertá-las.

Faça um inventário na sua dispensa e planeje cardápios para eventuais recepções em sua casa com o máximo de coisas que você já tem. Tanto de comida quanto de utensílios de cozinha que precisará, para fazer e servir. A sensação de estar utilizando o que é seu e de forma inteligente é gratificante.

De quebra, certamente achará coisas que não usa mais e ainda poderá fazer uma boa ação destinando itens para doação.

Dica 5 – Analise sua situação e haja de acordo com ela

Não é porque a cidade está enfeitada com luzes e os colegas do trabalho não param de falar de viagens que você deve entrar no mesmo ritmo sem fazer suas contas.

Se o seu orçamento está precisando de ajustes, passe pelo fim do ano como uma época normal. Isso não é ruim nem depressivo. É inteligente.

Evite ir a shoppings nessa época e locais nos quais o foco é a compra. Mas aproveite também.

Se não dá para viajar, faça um cronograma de leitura de livros e artigos interessantes (por aqui você encontrará vários)! Inicie exercícios ao ar livre – em praias ou parques. Tire fotos bonitas nas decorações da cidade, aproveite para passear em lugares gratuitos de sua cidade que você dificilmente vai e que nesta época ficam mais vazios.

Pense que esse comportamento irá se reverter a seu favor, iniciando o ano com o pé direito em suas finanças! E siga em frente!

Gostou de ler sobre orçamento pessoal por aqui? Continue com a leitura do artigo Como é sua relação com o dinheiro?

Se você tem experiências a compartilhar sobre finanças pessoais, deixe seu comentário abaixo!  Sua opinião é muito importante!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *